Jogamos

Análise: Remnant: From the Ashes (Multi) é uma ótima opção para quem busca um jogo cooperativo

Batalhas contra chefes são o principal forte do título da Gunfire Games.


Desenvolvido pela Gunfire Games e publicado pela Perfect World, Remnant: From the Ashes (Multi) chegou como uma opção interessante para quem busca se aventurar online com amigos em um mundo pós-apocalíptico repleto de perigos e batalhas ferozes.

Os mistérios dos mundos

Remnant: From the Ashes coloca o jogador na pele de um protagonista personalizável e sem nome que busca sobreviver em um mundo pós-apocalíptico. A Terra, tomada por uma entidade chamada de Raiz, colapsou e, junto dela, a humanidade luta por sua existência hoje ameaçada. Após uma breve introdução, o protagonista se vê dentro do Setor 13, uma área guardada por sobreviventes humanos que buscam seguir em frente.

A premissa principal da história de Remnant fica por conta dos mistérios que envolvem a Raiz, sua existência na Terra e em outros mundos. Através de um portal chamado de Labirinto, o jogador pode viajar para diversos mundos, igualmente corrompidos como a Terra e extremamente diferentes e únicos em suas ambientações, habitantes e culturas.

Descobrir os mistérios acerca da existência da Raiz e de outros mundos é bastante interessante, mas as respostas demoram excessivamente a aparecer, e muito acaba ficando para a reta final do jogo. Além disso, nenhum dos personagens se destaca de maneira efetiva, servindo apenas como pano de fundo para que o jogador derrote monstros aqui e acolá.

A presença de cinco mundos diferentes oferece uma variedade interessante, mas não consegue salvar o título de possuir ambientações sem graça e, por vezes, repetitivas. Infelizmente, alguns cenários repetem exaustivamente a presença de certos elementos, bem como alguns deles parecem vazios e mortos. A temática pós-apocalíptica não justifica uma atmosfera que não é imersiva para o jogador.



Um dos elementos que podem chamar a atenção do jogador, porém, é a possibilidade de “resetar” o mundo em que se está. Remnant gera seus mundos e eventos aleatoriamente a cada vez que o jogador inicia uma nova campanha. Isso faz com que todos os chefes derrotados e eventos concluídos sejam reiniciados, mas mantendo o nível do jogador, seus pontos de características, armas, equipamentos de defesa e itens.

Em busca dos melhores saques

O protagonista pode escolher três arquétipos distintos ao começo da jornada. O Sucateador é focado em combate à curta distância, com boa defesa inicial e armas próprias para confrontos face a face; o Ex-Cultista é voltado para suporte da equipe e combate à média-distância, sendo o mais balanceado no início. e o Caçador, cuja especialidade é combate à longa distância. Cada arquétipo vem equipado com armas e equipamentos que melhor beneficiam seus papéis, mas o jogador pode mudar qualquer item equipado a qualquer momento da jogatina, a fim de experimentar e se adaptar a outros estilos de jogo.

A moeda do jogo é chamada de Sucata, que pode ser encontrada pelo cenário, ao derrotar inimigos e abrir baús pelo cenário. Através de vendedores no Setor 13, que serve como área segura e base para o jogador, é possível adquirir itens diversos de cura, auxílio, armas e equipamentos de defesa.

Visitar vendedores e coletar itens de auxílio é deveras importante em Remnant. Os inimigos podem infligir danos característicos que persistem no jogador, como Corrosão, Queimadura e Sangramento.

Fragmento de Dragão é um item de cura fixo de uso limitado, que pode ser reabastecido automaticamente nos pontos de controle e melhorado com sucata e Simulacro, obtido ao derrotar chefes, inimigos e explorando dungeons.


Como um jogo de tiro, Remnant: From the Ashes falha ao oferecer um combate um tanto quanto esquisito. A movimentação do personagem para os lados e para trás é extremamente lenta, fazendo com que seja muito fácil ser atingido por inimigos que usam ataques corpo a corpo. Não há a necessidade de ser o Flash nos combates mas, atualmente, a movimentação não ajuda.

A munição do jogador é outro elemento que acaba com muita facilidade, obrigando-o a partir para ataques corpo a corpo que não são eficientes como deveriam. Para reabastecer a munição, é preciso utilizar o item Caixa de Munição, coletar de inimigos mortos ou ao descansar nos cristais vermelhos que servem como ponto de controle e viagem rápida entre os mundos.

O ponto mais forte de Remnant: From the Ashes está em suas batalhas contra chefes. Cada uma delas oferece confrontos únicos e repletos de desafio. A variedade de chefes é excelente, indo de um simples bandido humano até uma árvore gigante e uma espécie de açougueiro parrudo e violento. Para aumentar a dificuldade, os chefes nunca estão sozinhos, podendo convocar “minions” para auxiliá-los e dificultar a vida do jogador.



Criando armamentos malucos

Remnant também pode ser considerado como um “looter shooter”, ou ao menos um fora do convencional. O game não oferece uma miríade de itens a todo momento. Para conseguir novas armas e equipamentos, é preciso derrotar chefes e adquirir seus materiais de criação especiais. Com o uso desses materiais, é possível criar novos armamentos como lançadores de estaca e esporos venenosos.

O jogador pode aumentar o nível de seus equipamentos com o uso de materiais de criação obtidos de inimigos e exploração, ao pagar uma quantia de sucata no ferreiro do Setor 13. Quanto maior o nível, melhor será as características-base dos equipamentos.



Para trazer maior variedade de ataque para o jogador, o título da Gunfire Games conta com a presença de Modificações, ou apenas Mods, que são como uma função de tiro secundário para as armas. Há armas com espaços para Mods que podem ser criadas e compradas, e também com Mods fixas. Há diversas Modificações à disposição do jogador, como munição incendiária, criação de área de cura para a equipe e invocação de seres aliados. É preciso considerar as necessidades do time ou dos confrontos para escolher a melhor opção para uso.

Evoluindo e obtendo novas Características

Derrotar inimigos, chefes e concluir missões concede pontos de experiência. Ao subir de nível, o jogador recebe um Ponto de Característica que pode ser utilizado para melhorar uma de suas Características.

As Características são habilidades passivas que conferem diversos tipos de benefícios para o jogador e para sua equipe quando estiver jogando online. Aumento da resistência de dano de longo alcance, maior persistência e aumento da barra de vigor e de saúde são apenas alguns dos exemplos de Características disponíveis.

Para obtê-las, o jogador deve concluir missões e explorar os cenários, realizando ações diversas como conversas com determinados NPCs, derrotar chefes e interagir com colecionáveis.

A variedade de Características disponíveis é um dos pontos fortes do jogo, e o fato de muitas não serem desbloqueadas de maneira mais tradicional e direta faz com que o jogador seja incentivado a explorar o game de maneira mais ávida.

Podendo ser jogado por até três jogadores em modo online cooperativo, Remnant: From the Ashes, neste momento, oferece uma experiência satisfatória… quando funciona online. Infelizmente, em nossos testes no Xbox One, foi impossível encontrar partidas públicas através do matchmaking do game. Foi preciso buscar jogadores ativos através dos Grupos da Xbox Live e se juntar a eles através da Dashboard do console.

Quando funciona, o modo cooperativo de Remnant é bastante divertido, com os desafios sendo elevados de acordo com o número de jogadores. Entrar em jogos de outras pessoas não afeta o progresso no mundo do jogador, mas permite que ele explore e adquira saques e itens naquele mundo diferente.

Remnant: From the Ashes (Multi) é um título competente em sua proposta. Oferece excelentes batalhas contra chefes e uma boa variedade de armas e Modificações. Mesmo que não seja imersivo, conta com um sistema de mundos gerados aleatoriamente que traz variedade e aumenta bastante o fator replay. Uma ótima pedida para quem busca multiplayer cooperativo.

Prós

  • Batalhas contra chefes variadas e bem desafiadoras;
  • Excelente variedade de armas e Modificações;
  • Mundos gerados aleatoriamente aumentam o fator replay.

Contras

  • Lentidão da movimentação do protagonista nos combates;
  • Atmosfera pouco imersiva;
  • Elementos dos cenários que se repetem com grande frequência.
Remnant: From the Ashes - PS4/XBO/PC - Nota: 8.5
Versão utilizada pra análise: Xbox One
 Análise produzida com cópia digital gentilmente cedida pela Perfect World Entertainment

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook