Top 10

Xbox One: os dez melhores multiplayers online para o console

Continuando o legado das plataformas anteriores da Microsoft, o Xbox One se destaca pelos excelentes jogos online. Confira nossa seleção.

Poucas coisas na vida são tão divertidas quanto se aventurar online em um bom jogo multiplayer. Sozinho ou com os amigos, não há como negar que a presença de um modo em rede traz mais longevidade aos títulos, ampliando o leque de possibilidades que os nossos mundos virtuais favoritos nos oferecem.




Ao longo de quase seis anos nas lojas, o Xbox One recebeu muitos títulos que se destacam justamente por essa característica. Para celebrar, elaboramos uma lista que reúne os dez melhores multiplayers online para o console mais recente da Microsoft. Dos recentes fenômenos battle royale a empolgantes corridas em hipercarros, há certamente algo para todo tipo de jogador. Confira:

10. Brawlhalla

Brawlhalla é um jogo de luta em 2D no qual os jogadores devem arremessar os oponentes para fora da arena. Quanto maior o dano acumulado recebido ao longo do combate, mais difícil se torna o retorno ao estágio. Parece familiar? Desenvolvido pela Blue Mammoth Games, hoje propriedade da Ubisoft, Brawlhalla certamente possui inspiração na renomada franquia Super Smash Bros., mas somente o suficiente para garantir sua identidade única.

Com mais de 40 personagens singulares - há espaço até para convidados, como Rayman, Shovel Knight e Hellboy -, suporte até 8 jogadores online, diversos modos e promessa de futuro cross-play com outras plataformas, o título chama a atenção primariamente por sua acessibilidade. O melhor de tudo? Brawlhalla é free-to-play, com uma seleção de lutadores em rotação semanal para teste. Desse modo, não há desculpas para não participar deste célebre embate.

9. Sea of Thieves

Título mais recente da lendária desenvolvedora Rare, Sea of Thieves veio ao mercado no ano passado, e a recepção foi bem, digamos, mediana. Após um longo período de desenvolvimento, o exclusivo da Microsoft foi acusado por não possuir conteúdo suficiente, sofrer da ausência de um endgame conciso, e pior ainda: de superestimar suas próprias qualidades. 

A boa notícia é que vivemos em um mundo onde jogos podem receber constantes atualizações de conteúdo desde que sua produtora e distribuidora assim desejem. Recentemente, SoT recebeu a atualização de aniversário - sua maior até então - com um modo exclusivo para PVP (Arena), missões com história (Tall Tales) e uma nova companhia de comércio (Hunter’s Call) focada nas novas e divertidas mecânicas de pesca e cozinha. Como se não bastasse, segundo a Rare, atualmente há mais pessoas trabalhando no título do que às vésperas de seu lançamento - ou seja, vem mais por aí. Sea of Thieves pode ainda não ser para todos os jogadores, principalmente os que procuram algo bem linear, mas se você for "fisgado", é difícil negar que este é um dos títulos mais interessantes do XBO.

8. Overwatch

Tão logo a Blizzard confirmou, lá na longínqua Blizzcon de 2014, que estava produzindo um FPS, a comunidade gamer se rejubilou. Afinal, poucas empresas gozam de tanto prestígio junto ao público como a histórica desenvolvedora, conhecida pelas lendárias franquias World of Warcraft e Diablo, dentre outras.

Overwatch, porém, cumpriu com honras o que se esperava dele. Aclamado por crítica e público, e premiado como jogo do ano de 2016 por diversos sites e publicações, o shooter online em equipe possui algo primordial para qualquer videogame: é simplesmente divertido de jogar e/ou assistir. Embora atualmente existam alternativas mais populares no mercado - o que inclusive gera a dúvida por parte da comunidade se o mesmo deveria se tornar free-to-play -, o título merece com louvor a recomendação.

7. Monster Hunter: World

Um dos grandes momentos da E3 de 2017 foi o anúncio de um novo Monster Hunter para consoles de mesa. O anúncio pegou grande parte da indústria de surpresa, pois a franquia vinha recebendo lançamentos exclusivos (e excelentes, diga-se de passagem) para o Nintendo 3DS.

O salto geracional, para surpresa dos incrédulos, provou-se uma decisão mais do que acertada. Monster Hunter: World tornou-se o jogo mais vendido da história da Capcom e finalmente elevou a série ao patamar de mainstream no ocidente, desejo este antigo da empresa japonesa. Reunir quatro jogadores e ir em busca dos monstros mais letais nunca foi tão divertido, e a chegada recente do título ao Xbox Game Pass significa que nunca existiram tantos caçadores online como agora.

6. Forza Horizon 4

Quando a Microsoft anunciou, lá na época do Xbox 360, que estava desenvolvendo um spin-off em mundo aberto de Forza Motorsport em parceria com o desconhecido estúdio britânico Playground Games, poucas pessoas poderiam imaginar que em breve aquele título daria origem a uma das melhores séries recentes dos videogames. É difícil não ver o apelo, porém: que tal conhecer e passear por algumas das melhores paisagens do mundo enquanto faz sua carreira como piloto no Horizon Festival? E tudo isso acelerando com os detalhados modelos automotivos da franquia nos mais variados tipos de terreno? Felizmente, é ainda mais divertido do que soa - especialmente os circuitos cross country

Forza Horizon 4 é o mais recente título da série, e traz praticamente tudo o que seus antecessores tiveram. A diferença é o mundo compartilhado - até 72 jogadores podem estar numa única sessão e se encontrar para baterem rachas, trabalhar em conjunto nos desafios forzathon, participar de campeonatos ou simplesmente descontrair em atividades como infectado e capturar a bandeira. A sensação ao formar um comboio e simplesmente passear pelo mundo, cada jogador em seu veículo favorito, é realmente indescritível, quase terapêutica. Recomendado até para quem não é lá muito fã de jogos de corrida.

5. Halo: The Master Chief Collection

Praticamente sinônimo de Xbox, Halo já fez muitos jogadores optarem pelo console da Microsoft, principalmente na década passada. A saga de ficção científica é uma das mais aclamadas da história dos videogames, e é praticamente vista como sinônimo de multiplayer local e online. Portanto, de diversos modos, Halo: The Master Chief Collection é uma das coletâneas mais ambiciosas já feitas pela indústria. São quatro jogos originalmente lançados para duas plataformas diferentes, remasterizados e completos para Xbox One. 

Embora seu lançamento tenha sido marcado por inúmeros problemas relacionados ao modo em rede, a 343 Industries não desistiu do título, e em 2017, anunciou que ia refazer a maior parte do mesmo junto com a comunidade com o objetivo de que a experiência online fosse nada menos que perfeita. O resultado? Até hoje o título recebe atualizações e a lista de partidas está mais vibrante do que nunca. E, como felicidade pouca é bobagem, em breve o modo multiplayer de Halo: Reach será adicionado gratuitamente à coleção. Além de ser um título seminal para todo dono de Xbox, a coletânea Master Chief é o aperitivo perfeito enquanto aguardamos o promissor Halo: Infinite.

4. Rocket League

Sequência do desconhecido Supersonic Acrobatic Rocket-Powered Battle-Cars (PS3), Rocket League foi lançado sem muito alarde para PC e para PS4, como parte da assinatura PlayStation Plus, em 2015. Entretanto, rapidamente iniciou-se um burburinho sobre como a premissa simples de futebol com carrinhos era divertida e completamente viciante. No ano seguinte, o já premiado título chegava ao Xbox, com conteúdo exclusivo de Sunset Overdrive, Gears of War e Halo para compensar a espera. 

Atualmente, mais de três anos após seu lançamento na plataforma, Rocket League ainda figura entre os mais jogados da Xbox Live. Apesar do cross-play completo, suporte para até oito jogadores online e diversos modos de jogo, suspeito que o motivo seja a diversão pura, simples, autêntica e genuína que o título oferece. Marcar um gol online é algo que possivelmente despertará o que há de mais instintivo em cada um de nós. Mas que defesa!

3. Call of Duty: Black Ops 4

Embora muitas vezes polêmica, a franquia Call of Duty é sinônimo de multiplayer online ao ponto que é impossível fazer uma lista do assunto sem lembrar da mesma. Não à toa, os títulos da série frequentemente figuram entre os mais vendidos em todas as plataformas nas quais se encontram disponíveis - nem mesmo a periodicidade anual dos lançamentos se mostra prejudicial ao desempenho comercial da saga, tamanha a sua popularidade. Como exemplo, ainda hoje é possível encontrar partidas online em Call of Duty: Black Ops 2 (Xbox 360). Quantos jogos de 2012 conseguiram repetir a mesma proeza de manter uma playerbase fiel?

O lançamento mais recente trouxe de volta a subsérie Black Ops, uma das preferidas do público, mas o destaque fica por conta do novo modo Blackout. Você sabe as regras: pule do transporte aéreo no local desejado, reúna seu equipamento e permaneça dentro do círculo decrescente no mapa. Basta sobreviver para vencer. É familiar, mas eficaz - adjetivos que possivelmente resumem bem toda a franquia em si.

2. Apex Legends

E aqui consta uma das grandes surpresas deste ano. Desenvolvido pela Respawn Entertainment, a mesma do excelente Titanfall 2, Apex Legends foi lançado de modo quase surpresa. Apesar da campanha de marketing quase inexistente, o battle royale logo caiu nas graças do povo e hoje figura próximo ao topo dos títulos mais jogados na Xbox Live (e em outras plataformas também). Provavelmente nem o executivo mais otimista da Electronic Arts esperava tamanho sucesso. 

Obviamente, ser free-to-play ajuda, mas nenhum jogo consegue se manter no topo se não for realmente bom. E Apex Legends é possivelmente o jogo do gênero que possui o maior potencial para os anos que virão. Há pouco, foi confirmado que todos os detalhes da segunda temporada serão revelados na E3 2019. Só nos resta torcer para que a EA conceda a liberdade criativa necessária à Respawn. A pedra fundamental já foi lançada.

1. Fortnite

E, em primeiro lugar, temos o inevitável Fortnite. Embora o fenômeno da Epic Games possua a interessante capacidade de gerar tanto seguidores fanáticos como críticos ferrenhos, é importante ressaltar que desde Pokémon Go não víamos um jogo com tamanho impacto cultural - principalmente entre os jogadores mais novos - como este. Aqui está algo que, em alguns anos, será certamente lembrado como um dos marcos da indústria, ao lado de Tetris, Super Mario Bros., Wii Sports e Minecraft, dentre outros.

O mesmo dito sobre Apex Legends se aplica aqui: ser free-to-play certamente ajudou na ascensão, mas nenhum título consegue se manter no topo dos mais jogados em diversas regiões se não possuir uma qualidade acima da média. Pode não ser o seu battle royale favorito, e isso é perfeitamente normal. Mas devido ao conjunto da obra, e pela significância no cenário atual, vale ao menos a experiência. 

Considerações Finais

Em quase seis anos de vida, o Xbox One recebeu diversos títulos que se destacam por seu multiplayer online. De fato, seria possível elencar uma lista de 50 títulos e ainda faltariam inúmeros bons jogos a serem citados - um testamento à qualidade da biblioteca do console. Ficam aqui, no entanto, nossas menções honrosas a Destiny 2, Tom Clancy’s The Division 2, Tom Clancy’s Rainbow Six Siege, Gears of War 4, Minecraft, Roblox, Halo 5: Guardians, Warframe, Smite, PlayerUnknown’s Battlegrounds, Tom Clancy’s Ghost Recon Wildlands, Dragon Ball FighterZ e Battlefield V, dentre outros. A verdade, portanto, é inegável: independentemente do jogo em questão, não faltam bons motivos para se aventurar online. 

E você, caro leitor, o que achou da lista? Concorda ou discorda com as seleções? Algum título em especial chama sua atenção? Não se esqueça de comentar!

Revisão: Diogo Mendes

é bacharel em Produção Cultural pela UFF e estudante de Comunicação Social pela FSMA. Na infância, ganhou um Super Nintendo dos pais e, desde então, nunca mais deixou o mundo dos games. Ainda sonha em ser um Mestre Pokémon.

Comentários

Google
Disqus
Facebook