Especial Overwatch (Multi): Confira a evolução do FPS em seu aniversário de três anos

De novos heróis a eventos celebrativos, relembre a trajetória de um dos jogos de maior sucesso dos últimos tempos em seu terceiro aniversário.


Após oito anos em desenvolvimento e quase dois anos de seu anúncio na BlizzCon 2014, a Blizzard Entertainment lançou, em 24 de março de 2016, seu primeiro jogo de tiro em primeiro pessoa com alguns elementos de MOBA (Multiplayer Online Battle Arena): Overwatch.


Em pouco tempo o game conquistou milhões de jogadores (somente no open beta já contava com 9.7 milhões de usuários), foi premiado nos principais eventos da indústria e conseguiu seu lugar nos e-sports criando sua própria liga. Em três anos muita coisa mudou no FPS, e hoje vamos mostrar a evolução de Overwatch e algumas de suas curiosidades.

Nove heróis se juntam à luta

Em seu lançamento, Overwatch contava com 21 personagens divididos em quatro categorias: Ofensivo, Defensivo (que hoje se juntaram e formaram a categoria Dano), Tanque e Suporte. Assim como todo novo conteúdo em Overwatch, os “bonecos” são liberados gratuitamente.

Ao decorrer dos três anos nove personagens foram adicionados ao título, sendo dois tanques (Orisa e Wrecking Ball), três heróis de danos (Sombra, Doomfist e Ashe) e nada menos que quatro suportes (Ana, Moira, Brigitte e Baptiste), categoria com maior déficit de personagens. Após o evento de Tempestade Iminente mais um herói, que não teve o nome divulgado e provavelmente da categoria dos tanques, foi confirmado para ingressar o time.

A adição desses heróis, que continuarão a aparecer por um bom tempo, ajuda muito na diversidade das partidas e composições de times, na criação de novos counters (personagens que têm vantagens em relação a outros) e na atualização do “meta”, que é o conjunto de personagens mais utilizados no cenário competitivo.
Baptiste: o mais recente herói adicionado ao time

Volta ao mundo pelas arenas de Overwatch

Atualmente o jogo conta com 28 mapas jogáveis, cada um remetendo a uma localização verdadeira pelo mundo com exceção de Numbani. Desde a base da Overwatch em Gibraltar, na Península Ibérica, até as chiques ruas de Paris ou os cenários cinematográficos de Hollywood, cada arena possui seus objetivos a serem cumpridos e segredos sobre a lore do jogo. 

Muitos dos 17 mapas adicionados desde o lançamento estão disponíveis em certos eventos ou modos de jogo que podem mudar diariamente ou semanalmente, como o Todos contra Todos, Capture a Bandeira e Eliminação. Já os mapas de controle de ponto e escolta estão restritos ao jogo rápido e competitivo, além de alguns modos de Arcade.
Havana é o novo mapa de escolta e que serviu de cenário para o evento "Tempestade Iminente"

Explore a história de Overwatch com seu conteúdo multimídia

Apesar da Blizzard não ter adicionado uma campanha ao jogo, foi criado um universo para a história de Overwatch. Cada um dos trinta heróis tem suas origens e dramas explicados, onde alianças são feitas ou rompidas e destinos se cruzam.

Para apresentar toda essa lore criada para o jogo, a desenvolvedora lança, de tempos em tempos, curtas animados em seu canal oficial do YouTube, quadrinhos no site da Overwatch e eventos anuais onde jogamos missões de grupos e organizações do jogo.

Todo este conteúdo está disponível em português. Os curtas animados são de qualidade impecável, ao nível Pixar e DreamWorks. Destaque para "Honor and Glory" do Reinhardt e "Dragons" dos irmãos Hanzo e Genji, que são duas das animações mais aclamadas pelo público.

Não faltam motivos para comemorar com Overwatch

Em períodos fixos durante do ano, a Blizzard realiza eventos dentro do jogo para celebrar festas e comemorações junto aos jogadores,  sempre com novos visuais e itens cosméticos, como sprays e emotes. Confira quais e como são essas celebrações:

Ano Novo Lunar: os eventos de Overwatch começam com a comemoração do ano novo chinês, em fevereiro. Celebramos a virada do calendário do Zodíaco chinês com as melhores skins já lançadas em eventos e o modo Capture a Bandeira, além de uma decoração especial em certos mapas.

Arquivos de Overwatch: todo mês de abril somos apresentados a mais uma história do universo de Overwatch. Já passamos pela crise da Insurreição nas ruas de Londres, a Retaliação da Blackwatch em Veneza, e uma perseguição ao inimigo em Havana durante a Tempestade Iminente.
Visuais do Ano Novo Lunar
Aniversário: o evento mais esperado do ano, o Aniversário do Overwatch proporciona aos jogadores a oportunidade de adquirir visuais e itens de todos os eventos anuais, tanto nas caixas de itens quanto comprando com créditos no jogo.

Jogos de Verão: realizado pela primeira vez durante as Olimpíadas de 2016, o evento trouxe novos visuais relacionados às nacionalidades dos heróis ou modalidades esportivas. Desde então todos os anos podemos voltar aos Jogos de Verão, sempre com novas skins e acompanhados do modo Lúciobol, no qual dois times, cada um com três Lúcios (o personagem brasileiro de Overwatch), competem em uma partida de futebol.
Visuais dos Jogos de Verão
Terror de Halloween: o mês mais assustador do ano chega com o evento de Halloween, que traz visuais e itens mais sinistros para os heróis, homenageando os monstros e contos mais famosos das histórias de terror, como Frankenstein, Van Helsing e Sexta-feira 13. Na contenda “A Vingança de Junkenstein” um time de quatro jogadores deve defender os portões do castelo enquanto hordas de inimigos vão ao seu encontro. Alguns mapas também ganham decoração especial para a comemoração.

Paraíso Congelado: e é claro que a melhor época do ano não poderia ficar de fora. O ano termina com as comemorações de Natal, trazendo dezenas de itens exclusivos e duas contendas, a “Caça ao Yeti”, em que cinco Meis devem derrotar um Winston em uma divertida caça pelos vales de Nepal, e a “Bola de Neve”, no qual todos os jogadores, no controle de Mei, travam uma guerra de bolas de neve no Ecoponto da Antártica. Alguns mapas também ficam cobertos de neve e decorações natalinas.

Visuais de Halloween

A chegada ao cenário competitivo

Overwatch já chegou mostrando ter grande potencial para ingressar o cenário competitivo. Logo em 2016 a Blizzard lançou a Overwatch Cup, uma disputa entre vários países para promover o jogo. Infelizmente o Brasil nunca se saiu muito bem na copa, sendo que, após duas temporadas, o time Brasil Gaming House anunciou sua saída do elenco de times da copa mundial.

Em 2018 a Blizzard criou a Overwatch League, sua liga oficial do first person shooter. Atualmente a liga conta com 20 times, com os melhores jogadores do mundo, separados em duas divisões: Atlântico e Pacífico. Após quatro fases e os jogos eliminatórios, restam dois times para disputar o prêmio de US$5 milhões em setembro.
Os times da Liga Overwatch
Dentre as diversas nacionalidades que compõem os times, dois brasileiros conseguiram seus lugares junto aos melhores pro players: Renan “alemao” Moretto que joga na Boston Uprising, e o João Pedro “Hydration” Telles que participa da Los Angeles Gladiators, ambos especialistas da classe suporte.

A Liga Overwatch ainda conta com uma “sub-liga” chamada Overwatch Contenders, onde são descobertos os próximos grandes jogadores profissionais a serem convidados para a liga principal.

É possível acompanhar os jogos da Overwatch League e da Contenders pelo site oficial, na Twitch e pela ESPN.
alemao: O brasileiro integrante da equipe Boston Uprising

Três anos e uma coleção de troféus

Mesmo após três anos de seu lançamento, Overwatch ainda consegue nomeações em eventos da indústria de vídeo games e mídia. Até hoje foram 79 indicações à prêmios, e garantiu 39 vitórias, sendo a mais recente para Melhor Jogo Competitivo (Escolha do Público) na Webby Awards 2019, o que mostra a relevância e posição que o jogo consegue manter até hoje na comunidade e na indústria.

Mas tem sempre aquele prêmio que todo estúdio e desenvolvedora sonha em colocar na prateleira, o famoso Jogo do Ano da The Game Awards, principal premiação da indústria dos games. Em 2016, Overwatch levou a estatueta competindo com Inside, Doom, Titanfall 2 e Uncharted 4, além dos prêmios em Melhor Multiplayer e a Blizzard com Melhor Estúdio / Direção de Jogo.
A equipe de Overwatch no The Game Awards 2016


Apesar de a Blizzard falhar em lançar novos conteúdos, como animações, HQs e personagens, com maior frequência para manter vivo o interesse pela história e pelo próprio jogo, é inegável o sucesso imediato que Overwatch obteve e seu destaque no cenário dos e-sports.

O novo modo de workshop saindo do forno (teremos uma matéria exclusiva para a novidade) é só o começo do que a Blizzard está reservando para o futuro para trazer novos e antigos jogadores à comunidade. Sim, Overwatch ainda vive!


Revisão: Raphael Barbosa

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook