Dicas e Truques

Anthem (Multi): um guia das classes de armadura

Sabe tudo sobre as Lanças de Anthem? Não? Então se liga aí em algumas dicas de como jogar com cada uma das classes do jogo.

Anthem (Multi) foi lançado há quase um mês e sua repercussão passa por altos e baixos desde então. Porém, a BioWare e a EA parecem querer fazer do jogo algo mais contínuo e evolutivo no quesito jogabilidade, algo semelhante ao que vimos ao longo dos três anos desde o lançamento de No Man’s Sky (Multi). Assim, para aqueles que pretendem continuar jogando ou que querem futuramente dar uma chance ao jogo, é bom estar antenado a respeito do básico sobre as Lanças, as armaduras que funcionam como as classes do jogo.


Por isso é melhor sentar aí e se ligar nesse guia sobre cada uma das quatro armaduras básicas já disponíveis em Anthem. Divididas por funções durante os combates e com boas diferenças entre si, as Lanças ou Javelins são o que temos de mais interessante e divertido em Anthem. Então porque não falar mais especificamente de cada uma delas, não é mesmo?


As Lanças e sua história

Em Anthem somos parte de uma sociedade que sobrevive como pode em um estranho e ameaçador planeta alienígena. Com várias classes sociais diferentes com funções diferentes, nosso personagem pertence ao grupo de exploradores conhecidos como Freelancers. Como tal, precisamos explorar o mundo para além das enormes muralhas das cidades para encontrar artefatos antigos, salvar pessoas e proteger comboios, entre outras coisas.

Para isso, utilizamos os exotrajes chamados de Lanças (ou Javelins, no original). Os responsáveis pelo surgimento dos primeiros Javelins foram os precursores de todo esse contexto, conhecidos como a Legião da Alvorada. E assim como a Legião criou as Lanças para proteger a humanidade há centenas de anos, agora os Freelancers continuam o serviço.



Durante o jogo, as Lanças são responsáveis por todas as habilidades que o jogador utilizará em combate, funcionando literalmente como as classes jogáveis. Entretanto, ao contrário do que vemos na maioria dos RPGs por aí, não escolhemos apenas uma das Lanças para jogar. Na verdade, podemos trocar livremente entre elas ao longo do jogo, tendo cada uma liberada após um determinado nível de personagem. Mas a ordem que elas serão liberadas depende unicamente das escolhas do próprio jogador.

Ranger ou Patrulheiro

Capa do jogo, o Patrulheiro é a Lança mais versátil entre as disponíveis até então. Sendo uma das melhores Lanças para se iniciar o jogo, o Ranger permite que os jogadores novatos tenham acesso aos comandos básicos que serviram de base para todas as mecânicas mais específicas das demais armaduras. Entretanto, não se enganem, ter uma defesa e ataque bem balanceados podem fazer desta uma poderosa armadura de combate. 



Quanto às possibilidades ofensivas do Ranger, a armadura possui uma arma elétrica de curta distância que lança uma corrente eléctrica em seus inimigos. Além disso, possui um lançador de granadas que pode ser equipado com vários tipos de munição, representando o primeira slot da armadura. Abaixo temos a lista de todas as munições:
  • Frag Grenade: Causa um dano bem alto em tem uma grande área de efeito;
  • Inferno Grenade: Incendeia uma determinada área, causando dano e incendiando inimigos;
  • Frost Grenade: Danifica e congela inimigos no lugar, ótimo para combos;
  • Seeker Grenades: Divide-se em fragmentos menores que acertam o inimigo mais próximo;
  • Sticky Bomb: Fica presa a um único alvo para uma explosão pequena, mas de alto dano.

Além das granadas, os Rangers possuem também uma série de módulos que podem ser acrescentar um poder de fogo extra à armadura. Entre os módulos que podem ser anexados neste slot estão:
  • Homing Missile: Dispara um projétil que procura um alvo para uma pequena explosão bem eficiente;
  • Energy Pulse: Causa uma explosão de energia pura, acertando um único alvo com uma força incrível;
  • Spark Beam: Dispara um feixe de energia por um determinado tempo que causa danos contínuos aos alvos;
  • Poison Darts: Lança uma saraivada de dardos que buscam um alvo para dano ácido. O dano não é alto a primeira vista, mas pode causar um grande estrago em alguns segundos;
  • Explosive Missile: Dispara um míssil que explode por dano de área de efeito, rápido e eficiente;
Quanto ao suporte que o Patrulheiro pode dar para o time, estão duas bem interessantes:
  • Bulwark Point: Essa habilidade implanta um campo esférico que desvia projéteis inimigos, aumentando a defesa do grupo;
  • Muster Point: Ela cria um campo de força que aumenta o dano das armas para os companheiros, aumentando o poder ofensivo do grupo.
Por fim, temos a habilidade mais poderosa do Ranger, um ataque especial que cria uma chuva de mísseis. Com ele você pode mirar em vários oponentes ou em apenas um (como um grande monstro, por exemplo) causando um altíssimo nível de dano. Mas use essa com bastante cautela, pois seu tempo de recarregamento é bem alto.



Claro que, como estamos falando de um RPG, existem vários modos de equipar suas lanças para usar ao máximo suas habilidades. Porém, listamos aqui algumas estratégias que são mais eficazes para cada uma das classes. Para o Patrulheiro, a melhor opção de build seria algo focado em combates de médio e longo alcance, com grande atenção para detonações e uso de combos.

As granadas são de longe o melhor equipamento da classe, podendo ser utilizadas como forma de distribuir danos altos em uma área considerável e, ainda por cima, há uma boa distância. Entretanto, para montar combos melhores com as granadas, é interessante utilizar os Poison Darts primeiro, para combinar o dano progressivo com o impacto das explosões.



Por fim, o Muster Point é um equipamento de apoio excelente, pois permite que você aumente o dano das armas, ajudando com o dano básico enquanto suas habilidades são recarregadas. Sobre os Componentes, o mais indicado é acumular aqueles que dão bônus de dano de armas e de combos.

Colossus ou Colosso

O bom é velho tanque de linha de frente, com altíssimas defesas e pouco dano de combate. O Colosso é a armadura própria para combates de curta distância, com muita resistência a dano e poder explosivo. Ele tem tudo a ver com poder de impacto e explosões. É a mais lenta das armaduras, por conta do tamanho, mas é em compensação a com maior defesa e vida.



Próprio para amantes de combates a curta distância, esta armadura possui como as primeiras opções de equipamento morteiros que podem causar dano tanto à distância como bem de perto. Mas claro que isso é só o começo do arsenal desse gigante. Confira a lista de equipamentos:
  • High Explosive Mortar: Dispara um projétil explosivo que causa um grande dano de impacto em uma relativamente pequena área do efeito;
  • Burst Mortar: Essa habilidade cria uma rajada de morteiros menores que se espalham para bater em uma área maior, mas com dano reduzido;
  • Firewall Mortar: Um morteiro especializado que cria uma parede de chamas que causa um dano bem alto nos inimigos que passam por ela;
  • Lightning Coil: Atinge um único alvo aleatório diretamente a frente do Colosso com um arco de eletricidade, ótimo para combos;
  • Shock Coil: Emite ondas de eletricidade a partir da armadura, causando dano a todos os inimigos ao redor.

Existem ainda uma série de armas pesadas que auxiliam ainda mais no dano e controle de inimigos que o Colosso possui. Entre esses equipamentos, temos :
  • Heavy Cannon: Um robusto canhão que dispara um grande foguete na direção escolhida. Mas cuidado, pois ele não persegue o inimigo;
  • Flame Thrower: Libera um fluxo contínuo de fogo que causa um dano crescente aos inimigos a curta distância;
  • Flak Cannon: Detona inimigos próximos com projéteis de curto alcance. A área de impacto é um arco na frente do Colosso;
  • Railgun: Devasta um único alvo com um impacto de energia cinética pesado;
  • Acid Spitter: Semelhante ao Poison Dart do Patrulheiro, esse projétil ácido causa um dano contínuo nos inimigos a média distância.
Como as demais armaduras, o Colosso também possui elementos de suporte para o time que ajudam bastante, todos voltados para a função de tanque da Lança:
  • Provocar (Taunt): Força todos os inimigos em um determinado raio a desviar seus ataques para o Colosso.
  • Pulso Defletor (Deflector Pulse): Dá a todos os aliados próximos um bônus de resistência a danos.
Por fim, falando da sua habilidade conhecida como ultimate, o Colosso tem o poderosos Siege Canon. Este auxilia o colosso com um aumento de dano incrível que é muito indicado para enfrentar bosses. Porém, é importante dizer que o Colosso é uma das Lanças mais complexas de se utilizar, principalmente por conta da sua baixíssima mobilidade.



Por isso, possuir a combinação certa de equipamentos pode ajudar bastante a tornar as coisas um pouco mais fáceis. Como equipamento primário, o ideal é o lança-chamas, que ajuda bastante ao encarar a curto alcance um grande grupo de inimigos, reduzindo bastante os números inimigos.

Para continuar a resistência, use também a Lightning Coil, que causa dano elétrico e é muito fácil de controlar, ajudando inclusive a montar combos com os seus aliados. Mas independente dos seus equipamentos, o mais importante ao utilizar um Colosso é manter sempre uma atenção redobrada nos pontos de vida e de escudo, coletando sempre pacotes de recuperação desses pontos ao longo do caminho. Pois um tanque sem vida não serve pra nada.



Por fim, complete sua build com o Deflector Pulse, que vai dar um tempinho para que você recupere um pouco sua vida enquanto seus aliados estão com a defesa aumentada. Sobre os componentes mais úteis para um Colosso, foque em aumentos de escudo e de habilidades de suporte, cruciais para a sua função nas missões.

Storm ou Tempestade

Muito majestoso e mítico, o Storm é literalmente a linha divisória entre magia e tecnologia. Se assemelhando muito às classes mágicas de outros RPGs, essa Lança usa uma tecnologia poderosa chamada de seals que ativa as habilidades cinéticas do seu piloto. Sua mobilidade é compensada com um tempo de voo aumentado, além do altíssimo dano em área.



Compensando o fato de não poder, em hipótese alguma, participar de batalhas de curto alcance, o Tempestade possui capacidades destrutivas muito acima das demais armaduras de Anthem. O interessante dela é que seus upgrades são focados em três elementos basicamente: fogo, gelo e eletricidade. Podendo o jogador equipar materiais diferentes e combinar todos esses elementos. Os equipamentos básicos são:
  • Lightning Strike: Um ataque direcionado que causa bastante dano elétrico em uma área circular;
  • Ice Storm: Cria um campo de gelo que causa dano progressivo, aumentando rapidamente para uma explosão final de gelo;
  • Flame Burst: Uma explosão rápida que causa dano de fogo em um local de menor alcance;.
  • Rime Blast: Dispara uma série de projéteis de gelo que causam dano e congela vários alvos próximos;
  • Living Flame: Uma explosão de fogo que queima inimigos perseguindo-os.


Além dessas melhorias, temos também algumas complementares que servem para combar com estas de diversas maneiras, variando ou não os elementos utilizados:
  • Hoarfrost Shards: Fragmentos de gelo de disparo rápido que lentamente congelam um alvo, mas com dano não tão alto;
  • Fireball: Uma habilidade de fogo versátil que pode ser disparada rapidamente em pequenos tiros ou carregada de modo a criar um projétil maior que explode com o impacto;
  • Ball Lightning: Uma descarga de energia elétrica que é rebatida nas paredes que encontra pelo caminho;
  • Glacial Beam: Dispara um feixe de gelo de altíssimo dano em linha reta;
  • Arc Burst: Liberta uma rajada de raios que pula de alvo em alvo causando bastante dano.
Como é o mago do grupo, o Storm possui habilidades de suporte que ajudam bastante os aliados, principalmente em sua velocidade de recarga e recuperação de vida:
  • Wind Wall: Gera uma muralha defensiva de vento que desvia ataques inimigos;
  • Nexus: Cria um campo de força que fornece redução de recarga para os aliados.
Em sua habilidade ultimate, essa poderosa lança possui a Elemental Storm, que mistura fogo, gelo e relâmpago num único ataque contra os inimigos em área. Por fim, um incrível meteoro é arremessado causando um altíssimo dano no oponente. Todo esse poder de destruição deixa o Tempestade entre as Lanças mais populares. Mas não se enganem, pode ser um verdadeiro desafio controlar uma arma de destruição dessas.



Uma da melhores combinações de equipamentos para essa lança utiliza como base os fragmentos de gelo (Hoarfrost Shards) para disparos rápidos em vários inimigos simultaneamente. Auxiliando essa primeira habilidade, temos o Lightning Strike sendo usado como um poderoso causador de dano junto de um combo bastante eficaz. Por fim, equipe um Quickening Field para diminuir o tempo de recarga dos seus principais ataques.

Interceptor ou Interceptador

Como falamos há algum tempo na Prévia de Anthem, agilidade, mobilidade, presença em batalha e ataques críticos são as palavras que definem um Interceptador. Criado para missões de escolta e perseguição, essa é a Lança mais rápida e acrobática de todas. Por incrível que pareça, possui muitos ataques corpo-a-corpo, lembrando bastante as classes de assassinos dos RPGs clássicos.



Com um ritmo de combate focado sempre em atacar rapidamente e recuar logo em seguida, administrar a baixíssima defesa dessa Lança em combates de curta distância deixa ela entre as mais difíceis armaduras do jogo. O Interceptor usa um par de punhais de lâmina dupla para causar uma onda de cortes múltiplos, infligindo ataques poderosos que podem continuar por muito tempo.

No que diz respeito aos seus equipamentos, o Interceptor possui dois sistemas básico: Assault e Strike. Entre suas habilidades da classe Assault temos:
  • Seeker Glaive: Joga um projétil afiado que persegue o alvo mais próximo;
  • Acid Bomb: Atira uma granada explosiva que atinge todos os inimigos próximos com ácido, causando dano contínuo;
  • Cryo Glaive: Arremessa um projétil que se fixa em um alvo próximo, causando congelamento instantâneo;.
  • Cluster Mine: Solta um grupo de minas em uma área específica. Estas minas, ao entrar em contato com um inimigo, causam uma grande explosão;
  • Spark Dash: A Lança dá uma investida que cria um rastro de eletricidade, causando bastante dano aos inimigos ao redor. 


Já as habilidades da classe Strike apresentam algumas variações mais próximas do controle de grupos, como as abaixo:
  • Star Strike: Carrega um inimigo com uma energia que explode depois de um determinado tempo. A explosão pode causar dano aumentado se o alvo for destruído antes do tempo total;
  • Plasma Star: Joga uma shuriken com poderes de plasma em um único alvo, uma das únicas habilidades de longo alcance do Interceptador;
  • Nova Strike: Envia uma projeção do Interceptor, como se fosse uma sombra, que atacará os inimigos com os quais entra em contato.
  • Tempest Strike: Um ataque devastador de alvo único que pode atordoar inimigos menores;
  • Corrosive Spray: Solta um jato de ácido corrosivo que danifica todos os inimigos atingidos.
Para suporte possui habilidades bem úteis para salvar os aliados de algumas enrascadas, como paralisias ou efeitos de cenário:
  • Target Beacon: Marca um alvo que sofrerá mais dano ao ser alvejado, ótimo para enfrentar bosses;
  • Rally Cry: Remove os efeitos de status de todos os aliados próximos, incluindo paralizias.
Como habilidade ultimate, o Interceptor cria uma sobrecarga que aumenta estrondosamente seu dano. Assim, usando suas lâminas, terá alguns segundos de invulnerabilidade para, com muito dano e velocidade, causar um gigantesco alvoroço entre os inimigos. Quase como um berserker.



Em termos de equipamento, a Acid Bomb é essencial para iniciar quase todos os combos possíveis de um Interceptor. Até os ataques corpo a corpo da Lança podem ser potencializados com o efeito do ácido nos inimigos. O Tempest Strike pode ser utilizado em sequência para entrar nesse estado de combo de ataque de modo mais rápido. Por fim, temos o Target Beacon, uma ótima opção para ligar vários inimigos em um único foco. Em termos de componentes, elementos que aumentem o dano do ácido e dos combates corpo a corpo são os mais indicados.

Outras dicas

Por fim, agora que você sabe tudo sobre os equipamentos das Lanças de Anthem e os melhores caminhos para combos bem úteis, não pode esquecer também de algumas dicas essenciais para todas as classes, independente do seu tempo de jogo. Para começar, lembre-se de prestar atenção ao nível de calor da sua Lança enquanto voa! Despencar dos céus por superaquecimento não é nada legal.

Inclusive, para diminuir o nível de calor da armadura durante os voos, você pode traçar percursos eu levem sempre a uma trajetória de queda, aumentando o tempo para o aquecimento dos motores. Outra ótima estratégia é mergulhar, passar por cachoeiras ou voar perto o bastante de rios, para que a umidade desses locais reduza a temperatura da sua armadura, permitindo mais tempo de voo. 



Além disso, pode ser bem fácil deixar a arma secundária de lado. Para trocar de armas, segure o botão de recarga e sempre escolha uma que vá complementar sua primeira opção. Nada de inovar demais na escolha. E falando em equipamentos, é bem importante recuperar seus equipamentos para a confecção de material bruto. Na forja você consegue fazer isso, dando utilidade para aquela enxurrada de armas inúteis que encontramos ao longo das missões.

E aí? Gostaram das nossas dicas? Agora vocês têm tudo o que precisam para aproveitar ao máximo as missões de Anthem, ajudando bastante o time e, claro, ganhando alguns bons pontos de experiência extra por conta disso!

Matéria produzida com cópia digital cedida pela EA Games.

é Psicólogo e Mestrando em Comunicação pela UFJF. Está no Blast desde 2014, onde é Redator e Diretor. Começou sua vida gamer bem cedo no NES e hoje divide seu tempo entre games antigos e novos. Pode ser visto por aqui sempre escrevendo algum texto polêmico, instrutivo ou nostálgico. Geralmente é visto em alguma discussão no Facebook ou no Twitter.

Comentários

Google
Disqus
Facebook