Jogamos

Análise: Life is Strange 2: Episode 2 “Rules” (Multi): quando o desenvolvimento falha

O segundo episódio continua a história, que mesmo com alguns bons momentos, não se desenvolve muito bem.



Rules, o segundo episódio de Life is Strange 2, está entre nós, continuando a jornada dos irmãos Diaz na busca por um lugar seguro. Infelizmente, essa parte do desenvolvimento da narrativa não é das melhores e não consegue repetir o que Roads faz com tanto cuidado, mas vamos com calma.

Das estradas para as regras

Semanas depois da conclusão do episódio passado, Daniel e Sean estão tentando sobreviver em uma cabana no inverno, enquanto treinam o poder telecinético. Aqui são definidas as regras para protegê-los e evitar mais problemas, como: não mostrar eles para ninguém, ou usá-los somente em emergências. Mas com o fim da comida próximo, o desconforto, e Daniel ficando doente, Sean resolve que eles devem partir e tentar a ajuda dos seus avós maternos.


A bola caiu

Após esse ótimo e emocionante início as coisas começam a ficar estranhas. Enquanto no primeiro episódio a viagem e como os irmãos interagiam entre si importavam, aqui o foco é o destino, e isso emagreceu muito a narrativa, perdendo ótimas oportunidades de fazer nos importar com outros personagens. Para exemplificar, ficamos alguns dias na casa dos avós dos Diaz, e só vemos e interagimos com eles em poucas ocasiões. Com isso, nos ligar com as regras da casa ou com o bondoso avô é complicado. Eles poderiam ter usado uma conversa no jantar para contornar o problema, mas nada foi feito.

O arco narrativo de Chris também é um problema, já que jogamos sobre a visão de Sean e perdemos boa parte da interação com o personagem. Mesmo assim existem alguns bons momentos que passamos junto a ele, como quando fala dos seus heróis e vilões, podendo até desabafar um pouco se sentir que você é confiável. O mesmo vale para Charles, que vai tentar falar com Sean sobre seus problemas, e você pode se esquivar e ser indiferente. No geral essa parte me pareceu rápida demais, não se aprofundando muito sobre o trauma deles, mais parecendo uma desculpa para demonstrar as ambiguidades das regras sobre os usos dos poderes.



Após algumas boas conversas e um final mais ou menos emocionante, o episódio acaba, e a sensação que jogamos algo inferior Roads é bem nítida. Principalmente pelos seus muitos problemas técnicos.

Saltando aos olhos e ouvidos

As coisas não são muito melhores no campo técnico. Algumas coisas são estranhas até mesmo para a escolha artística, como uma pessoa entrando na outra, ou Sean falando duas coisas diferentes ao mesmo tempo. Essas bizarrices acontecem aqui e não no primeiro episódio, que não era perfeito, mas nada como isso. Outra coisa que me incomodou foi o modelo do cabelo da avó, que parecia branco e volumoso, mas foi só ela mostrar a nuca para parecer careca por baixo. Isso mostra o pouco cuidado que tiveram com muitas coisas no desenvolvimento desse novo episódio.

Uma coisa que melhorou consideravelmente do episódio passado são as músicas, licenciadas ou não. Aqui elas estão mais presentes e compõe bem muitas das cenas mais emocionantes de Rules, como aconteceu nas Aventuras Iradas do Captain Spirit (Multi). Vale a pena procurá-las para ouvir depois com mais calma.


Enfim

Rules mantém muitos aspectos mais legais de Roads, como a interação entre os irmãos, as músicas, entre outras coisas, mas a execução disso tudo foi decepcionante e muito inferior. Queria mais do encontro com Chris, e queria dar maior importância aos avós dos Diaz. Talvez no próximo episódio, sem data confirmada de lançamento no momento, as coisas voltem aos trilhos.


Prós

  • A interação entre Daniel e Sean continua muito boa, mesmo acontecendo menos;
  • As músicas que voltam a compor a jornada são muito boas;
  • Algumas conversas são bem emocionantes.

Contras

  • Os gráficos possuem alguns problemas de renderização;
  • Bugs de som acontecem com certa frequência;
  • A narrativa não é contada da melhor maneira, com isso se importar com alguém, além de Daniel e Chris, é complicado;
Life is Strange 2: Episode 2 “Rules” — PS4/XONE/PC — Nota: 6.5
Versão utilizada para análise: PS4
Análise produzida com cópia digital cedida pela Square-Enix
Revisão: Francisco Camilo


Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook