Activision Blizzard demite centenas de funcionários

Mesmo com "resultados recorde" em 2018, companhia demite cerca de 8% de seus funcionários de diversos departamentos.


A Activision Blizzard notificou ontem (12) centenas de funcionários que não contará mais com seus serviços para o futuro. O processo de demissão em massa já estava sendo comentado nos últimos dias, mas ainda não havia sido confirmado. Durante a reunião de balanço fiscal anual da companhia, no entanto, veio a confirmação.

A meta, segundo a empresa, é eliminar cerca de 8% de sua equipe. Números computados em 2018 dão conta de que a Activision Blizzard tem cerca de 9.600 funcionários, portanto estima-se que o número de demissões pode chegar a 800 pessoas, de diversos braços da empresa como Activision, Blizzard e King.

A notícia amarga chega com um complemento um tanto contraditório: também durante a mesma reunião o CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, declarou aos investidores que a companhia "alcançou, novamente, resultados recorde em 2018", mas uma reestruturação será necessária para compensar alguns resultados abaixo das expectativas.

 De acordo com a reportagem aprofundada feita pelo site americano Kotaku, os cortes parecem estar focados nos departamentos não relacionados com desenvolvimento de jogos, como o time de eSports da Blizzard, por exemplo.

Esperamos que todos os afetados consigam cair em pé e sigam produzindo conteúdos bacanas na indústria de games.

Fonte: Kotaku

No currículo tem publicidade e jornalismo, mas no coração tem games. É um entusiasta da história dessa indústria infame e um colecionador esporádico. Se quiser conversar sobre a guerra dos consoles e outros assuntos, pode mandar uma mensagem no Twitter para @carloscirne

Comentários

Google
Disqus
Facebook