Vem aí

Prévia: The Division 2 (Multi) e Washington D.C. como o último bastião americano

A base criada pro The Division pode ser o que a Ubisoft precisa para tornar essa continuação um sucesso.


The Division 2 (Multi) é a continuação direta do jogo homônimo de 2015 lançado pela Ubisoft. Com um novo e grandioso cenário, novas armas e habilidades e uma história focada na capital dos Estados Unidos, a Ubi promete não apenas expandir o universo de The Division, mas fazer com que veteranos e novatos tenham motivos de sobra para assumirem seu lugar na Division mais uma vez.


A proteção da capital

Washington D.C., capital dos Estados Unidos da América, está à beira de um colapso total, sendo dominada pelo caos anárquico gerado por facções que disputam a liderança da região. Democracia não será uma opção caso uma delas tome o controle da cidade, e apenas os agentes da Division possuem capacidade de frear o avanço desenfreado dos provedores da desordem.

Três grupos distintos lutam pelo controle de Washington. Os Herdeiros, liderados por um ex-membro JTF e que possui vasta experiência em combate limitar e forte poderio de fogo; os Hienas, grupos de saqueadores violentos que atacam acampamentos civis e deixam morte e destruição como prova de seu poder; e os Exilados, cujos membros foram forçados a passar por um período de quarentena, e hoje culpam tudo e todos pelos infortúnios que caíram sobre eles e pela falta de ajuda.

A Division é uma força tarefa composta de agentes civis dispostos a batalhar contra aqueles que ameaçam a ordem e a democracia. Os jogadores assumem o papel de um agente da Division, e terão um mapa da capital americana em escala real para desbravar, podendo encontrar referências reais à cidade em um ambiente extremamente detalhado.


O bom combate

A campanha de The Division 2 terá em torno de 40 horas de jogo. Sua jogabilidade mistura MMORPG e tiro em terceira pessoa com sistema de cobertura e câmera sobre os ombros. Cada jogador poderá criar o seu personagem de forma independente e designar habilidades únicas que irão moldar seu estilo de jogo.

Há quatro habilidades confirmadas até o momento. Drone de Assalto consiste em chamar o auxílio de um drone não-tripulado que ataca inimigos automaticamente, e que também pode ser controlado remotamente; Lançador Químico, utilizado para atacar de diversas formas, como nuvens corrosivas ou voláteis; Colmeia, cujo enxame de drones pode ser usado de forma defensiva e ofensiva; e Mina Guiada, um dispositivo inteligente que rastreia inimigos próximos e os persegue para atingi-los com sua explosão.

Após atingir o nível 30, os jogadores terão a oportunidade de escolher uma espécie de habilidade suprema, que pode ser Sobrevivencialista, Demolidor e Atirador de Elite. Cada uma delas irá conferir uma arma especial característica, funcionando quase como um sistema de classes.

Não apenas missões da campanha estarão presentes, mas diversas outras atividades secundárias que poderão ser jogadas de forma cooperativa, como Incursões, cujo trabalho de equipe é fundamental para o sucesso.

O retorno das Zonas Cegas

As Zonas Cegas são o espaço onde ocorrem os conflitos PvP (Player vs Player) do jogo. São áreas isoladas e intocadas há bastante tempo, e os itens perdidos dentro dela possuem valores inestimáveis. São três Zonas Cegas: Leste, Oeste e Sul. Diversas facções perambulam por essas zonas, que também servem como áreas de PvE (Player vs Environment). 

As Zonas Cegas, apesar de oferecerem itens bastante valiosos, conferem bastante tensão entre os jogadores. Isso por conta dos status que podem ser designados aos agentes que atuam ali. São três status: Traidor, Revogado e Caçada. Para sr um Traidor, basta realizar ações de furto de itens de outros jogadores ou arrombar baús espalhados pelas Zonas Cegas. Cada ação irá contribuir para a título de Traidor. Nesse status, é possível obter acesso ao Covil dos Ladrões, que conta com vendedores exclusivos. A entrada para o Covil muda constantemente.

Revogado e Caçada são os dois últimos níveis de Traidor. Revogado é o título dado a jogadores que matam outros de forma desenfreada. Quanto mais eliminações, maior a chance de ativar Caçada. Aqueles que são caçados possuem um prêmio em sua cabeça e devem limpar sua reputação em um dos três terminais de acesso das Zonas Cegas. Cumprir esse objetivo rende itens e pontos de experiência, e é possível aumentar ainda mais os ganhos se o jogador em questão tiver coragem de aumentar os prêmios por sua morte.

Para evitar que jogadores de níveis muito altos e equipamentos superiores "destruam" jogadores ainda em níveis inferiores, The Division 2 irá organizar as partidas das Zonas Cegas em duas formas. A primeira irá alocar jogadores de níveis 1 a 11, 12 a 20 e 21 a 30. Todos terão o mesmo nível dentro da sala que estiverem. A segunda forma será para aqueles que alcançarem o Nível Mundial. Jogadores com Níveis Mundiais inferiores à sala que estiverem terão bônus de características para que "aguentem o tranco".


Modos tradicionais de jogo

Para incentivar a presença dos jogadores em modos PvP, a Ubisoft trará com The Division 2 modalidades tradicionais de jogo, como Conflito e Dominação. Conflito consiste em uma partida de mata-mata entre dois times de quatro jogadores. Cada time possui um número de vidas, que vai se esgotando conforme os renascimentos. Dominação conta com três áreas no mapa para serem capturadas. Além de poderem ser capturadas de forma passiva, os jogadores poderão interagir com os pontos para acelerar sua captura, mas isso os deixará expostos e vulneráveis a fogo inimigo.

A organização de partidas aqui será a mesma das Zonas Cegas, com a alocação de jogadores de mesmo nível e Nível Mundial na mesma sala e um balanceamento automático de características e poder de fogo. Além disso, tal balanceamento será único para modos PvP, evitando que os jogadores que preferirem o PvE sintam impacto em sua jogabilidade

The Division 2 (Multi) tem um belo caminho pela frente, construído especialmente pela política forte de conteúdo pós-jogo iniciada no título de 2015 e que se fará presente nesse segundo título. Novatos e veteranos terão motivos de sobra para encarar as ruas perigosas de Washington e evitar o colapso da democracia. 

Francisco Camilo é ex-viciado em platinas na família PlayStation e sonha em ser escritor no futuro. Divide suas jogatinas entre jogos de todos os tipos e partidas de Battlefield e Call of Duty.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook