Invictus Gaming bate a Fnatic e se torna campeã mundial de League of Legends (PC)

Pela primeira vez na história um time da China conquistou o título.

Um novo grupo de invocadores conquistou seu espaço entre as lendas de Summoner's Rift. Na madrugada deste sábado (03), a Invictus Gaming atropelou a Fnatic e se transformou na primeira equipe chinesa a ganhar o mundial de League of Legends. A final que colocou frente a frente asiáticos e europeus prometia ser bastante equilibrada, principalmente, levando em consideração o desempenho de ambos os times durante o campeonato. No entanto, a IG dominou toda a série MD5 sem grandes sustos e aplicou um 3x0 incontestável.


Derrotada pela Royal Never Give Up na final da LPL, a Invictus Gaming se classificou como Seed 2 da região chinesa para o mundial, onde o sorteio a colocou no grupo de Fnatic, 100 Thieves e G-Rex. Após campanha de cinco vitórias e duas derrotas, a IG carimbou o passaporte para as quartas de final em segundo lugar, ficando atrás da Fnatic que alcançou seis vitórias e uma derrota.

Na primeira série eliminatória a rival foi a kt Rolster, derrotada por 3x2. Já nas semifinais, a Invictus Gaming passou pela G2 com um 3x0 indiscutível. O confronto derradeiro do mundial marcou o reencontro dos dois times que já haviam se enfrentado três vezes na fase de grupos, com os europeus tendo levado a melhor e vencendo dois dos encontros.

Na primeira partida da final, a balança pendeu para o lado dos chineses logo aos 10 minutos quando Ning com sua Camille conseguiu o First Blood ao abater a Irelia do Caps na rota central. Três minutos depois, a cena se repetiu, com a IG abrindo 2x0 no placar de abates e ainda levando as duas torres do meio. A vantagem dos asiáticos só aumentava e aos 24 minutos eles conseguiram fazer o Barão para marchar rumo ao Nexus inimigo e destruí-lo sem piedade.

A dupla Ning e TheShy provou que estava extremamente entrosada na segunda partida, se transformando no pesadelo de Bwipo. O top laner da Fnatic viu seu Urgot ser presa fácil para a Irelia e o Gragas da IG, tendo sido abatido cinco vezes em somente 15 minutos de jogo. O show do jungler da Invictus Gaming teve seu ápice aos 16 minutos, quando executou um Double Kill embaixo da T1 inimiga na rota do meio usando um único ultimate. Sem conseguir reagir, a Fnatic assistiu seu Nexus cair aos 33 minutos.

Se o destaque do jogo anterior foi para a parte superior do mapa, o terceiro duelo teve seu fator decisivo na Bot Lane. JackeyLove se mostrou imbatível com sua Kai’Sa e não tomou conhecimento dos rivais, que optaram por substituir o Bwipo pelo sOAZ. A última fagulha de esperança dos europeus surgiu no roubo do Barão executado pelo Broxah, mas nem mesmo o buff foi capaz de virar a série. Assim, aos 25 minutos a Invictus Gaming derrubou o Nexus, fechou a série em 3x0 e se sagrou a campeã mundial de League of Legends de 2018.
Vinicius Veloso é jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Está no Facebook ou Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook