Vem aí

Prévia: Just Dance 2019 (Multi) será mais do mesmo?

Já está na hora da franquia musical inovar?

A franquia Just Dance é considerada uma das mais bem-sucedidas do gênero musical nos jogos eletrônicos. Em um cenário em que séries de games musicais como Guitar Hero, Rock Band e Dance Central perderam a força, o jogo rítmico da Ubisoft continua a se destacar, porém será que já não está na hora de mudar a fórmula?

Os melhores do ano

Muitos jogadores podem argumentar que "em time que está ganhando, não se mexe", contudo será que esse ditado popular tem validade para Just Dance 2019 (Multi)? Competindo quase consigo mesma no gênero musical, há uma necessidade de reinvenção do jogo para ele não cair na previsibilidade.

A série principal de Just Dance parte da premissa de conter os maiores hits musicais do seu ano de lançamento, munido de uma interface colorida e repleta de dançarinos com coreografias criadas especialmente para o jogo ou recriadas dos artistas originais. Deste modo, Just Dance 2019 seria uma espécie de coletânea dos "melhores de 2018". Mas será que o jogo abarca os principais hits do cenário fonográfico?


Alguns dos artistas confirmados para a edição 2019 são Britney Spears, Flo Rida, Maroon 5, Daddy Yankee, Snoop Dogg e Bruno Mars, músicos cujas canções (mais de três vezes) já estiveram presentes em jogos anteriores. Por que Just Dance 2019 não abre espaço para artistas que ainda não participaram das playlists anuais da franquia?

Just Dance "Limited"

A questão do acréscimo e retirada de músicas em Just Dance perpassa diversos fatores, em especial da licença para utilizar o conteúdo no jogo. Então, não podemos meramente criticar a playlist do título, mas compreender o processo burocrático e legal no qual ele está localizado.


A sugestão de inclusão de novos artistas e músicas não significa que Just Dance deva parar de trazer ou excluir futuros lançamentos dos músicos mais presentes da franquia, mas que o jogo necessita revitalizar seu cast e incluir outros sucessos internacionais.

Criado em 2015 como parte da Edição Gold de Just Dance 2016 (Multi), o serviço de streaming de música: Just Dance Unlimited, representa uma ferramenta com grande potencial para a franquia. Ao permitir que os jogadores dancem músicas de títulos anteriores de Just Dance, bem como adquiram músicas exclusivas, Just Dance Unlimited poderia ser uma forma de incluir mais artistas internacionais, em especial os ídolos de música asiática que cativam milhões de fãs como Super Junior, BTS, Twice, Fahrenheit, S.H.E., AKB48, L'Arc-en-Ciel, Yui, Asian Kung-Fu Generation, entre outros.

Super Junior, a boyband sul-coreana é uma das principais responsáveis pelo sucesso mundial do k-pop e nunca teve nenhuma música inclusa em Just Dance.

Velhas novidades

Para Just Dance 2019, a Ubisoft optou pelo retorno da mecânica de diferentes dificuldades para uma mesma música, — usado pela última vez em Just Dance 2014 (Multi) — que consiste em escolher o nível de dificuldade para acompanhar a canção.

O modo infantil Kids Mode também retorna após o sucesso da iniciativa em Just Dance 2018 (Multi). O formato dedicado às crianças é composto por músicas e coreografias infantis, um conteúdo que almeja incentivar a prática de atividades físicas pelos pequenos.

No quesito gameplay, o jogo segue a mesma linha dos antecessores no qual o jogador deve acompanhar os movimentos dos dançarinos, cuja arte colorida e festiva também está de volta. A edição 2019 é composta por coreografias repletas de cores, seja nos cenários dinâmicos aos visuais exóticos dos avatares.


O título também experimentou um destaque negativo ao se tornar o primeiro jogo da franquia Just Dance a ter uma música banida de sua playlist oficial. A canção "Dame Tu Cosita", de El Chombo, foi excluída da lista de faixas musicais de Just Dance 2019 devido seu teor sexual. A canção e sua coreografia sugestiva não agradaram os jogadores por ir contra o discurso de diversão em família do título musical da Ubisoft, situação que mostra uma fragmentação da identidade da franquia.

As mecânicas conhecidas dos jogadores, artistas que reprisam sua participação e novidades diminutas pautadas em títulos anteriores, fazem de Just Dance 2019 apenas mais um jogo da franquia musical, sem algum significativo diferencial a oferecer.

Just Dance 2019 — PC/PS4/Switch/X360/XBO/Wii/Wii U
Desenvolvedor: Ubisoft
Gênero: Música
Lançamento: 23 de outubro de 2018
Expectativa: 1/5

Revisão: Link Beoulve
Karen K. Kremer é mestre jedi em história pela UEPG e game designer pela Universidade Positivo. Viajante do tempo e cinéfila, considera Quantum Break uma obra-prima. Cresceu fazendo Meteoro de Pégasos e jogando videogame. Apaixonada por literatura, ilustração e dinossauros. Diz a lenda que com um bat-sinal no Twitter ou DeviantArt ela aparece.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook