Cinco bons games mobile que você provavelmente ainda não jogou

Confira cinco opções de games de celular para os mais variados gostos e bolsos.


Em um mercado saturado de porcarias fica difícil encontrar boas opções de entretenimento quando o assunto são jogos para celulares. Na verdade, mesmo o termo “mercado saturado” já deve estar cansando o leitor que tá careca de saber que as lojas de aplicativos são um verdadeiro caos de games que beiram o medíocre e o completamente "injogável".


Porém, também é possível encontrar jogos verdadeiramente divertidos, bons remakes de títulos famosos e algumas poucas, mas memoráveis, obras de arte que podem passar completamente despercebidas em meio a tantas opções sendo lançadas diariamente.

Hoje trago um Top 5 de games muito bons que vocês provavelmente ainda não jogaram, afinal eles estão perdidos ali no meio de tanta porcaria. Obs.: A ordem é baseada no meu gosto pessoal.

5 - Magikarp Jump (Android/iOS)

Em quinto lugar, o game casual da Game Freak que se baseia em ninguém mais, ninguém menos do que o Pokémon mais fraco que existe: Magikarp. Tudo é uma grande piada em torno do peixinho feio. O jogador encarna o papel de um criador, que deve treinar gerações e mais gerações do monstrinho aquático a fim de vencer todas as oito ligas presentes no game.


Como tudo que o Magikarp sabe fazer é pular, o objetivo das competições é justamente esse: vence o peixe que pular mais alto. Para ajudar a criar gerações cada vez mais fortes o jogador irá contar com o apoio de outras espécies de Pokémon, diferentes programas de treinamento e variadas opções de comida. Além disso é possível colecionar padrões de aparência nunca vistos antes, que vão desde manchadinhos com preto e branco, a cores completamente incomuns como azul ou rosa.

Tudo no game é aleatório e depende mais de sorte do que qualquer outra coisa, porém o charme, as piadinhas e as referências à toda a história de Magikarp na franquia fazem deste um joguinho único com uma alma toda especial. Ele é free to play, porém as compras disponíveis são completamente dispensáveis. Excelente para matar um tempinho ao longo do dia e obrigatório para qualquer fã de Pokémon.

4 - Crashlands (Android/iOS)

O projeto mais ambicioso do estúdio indie Butterscotch Shenanigans. No controle de Flux, uma entregadora espacial, o jogador precisa explorar o planeta Woanope, onde sua nave caiu, em busca de uma forma de escapar. Isso enquanto se envolve com os problemas dos habitantes locais e os planos malignos de uma cabeçona gigante chamada Hewgodooko, responsável pela queda da heroína.



No maior estilo Minecraft, o jogador irá coletar materiais para construir equipamentos e uma base, a fim de alcançar áreas cada vez mais distantes do planeta. O jogo possui um enorme mapa a ser explorado, é possível chocar ovos de monstros inimigos para criá-los como pets e basta se cadastrar em uma conta gratuita para garantir seu save na nuvem.

Para aqueles que gostam de construir e inventar: a partir de um determinado ponto na história, o jogo libera um modo de construção livre com todas as portas, paredes, pisos e etc, liberados em quantidades infinitas para se criar à vontade, sem a necessidade de ficar coletando recursos. Apesar de pago, este é um game que faz valer cada centavo investido, com dezenas de horas de jogo garantidas.

3 - Lanota (Android/iOS)

Com certeza um dos games mais inesquecíveis desta lista. Lanota é uma aventura musical do estúdio Noxy Games Inc., contada através das páginas de um livro de histórias com artes muito belas e lindas cores. Todo o jogo é uma pequena poesia em forma de software, cada detalhe encanta, mesmo nos menus. E claro, as melodias são maravilhosas, um prato cheio para os amantes de jogos rítmicos.



Os protagonistas Ritmo e Fisica, precisam combater uma força desconhecida chamada Al Niente, que está sugando toda a cor e som do mundo. Para isso eles precisam afinar cristais chamados Notalium utilizando um aparelho especial, representado na tela por um círculo onde as notas vem do centro para as bordas. Tudo que você precisa fazer é tocar, segurar ou deslizar o dedo no momento que cada tipo de nota chegar nas beiradas. Com dificuldade flexível o jogo se adapta facilmente às preferências tanto de casuais, como de hardcores.

Gratuito, até certo ponto, o game cobra um preço bem razoável pelo seu passe total, que garante acesso a todos os capítulos atuais e aos que forem lançados posteriormente. Além disso também existem vários pacotes de DLC com músicas extras, inclusive algumas de colaborações com outros games mobile. Fica por conta do jogador decidir se investe de uma vez ou se vai comprando o jogo aos poucos.

2 - PostKnight (Android/iOS)

PostKnight é um jogo bem fofinho do estúdio Kurechii. No papel de uma espécie de “Cavaleiro dos Correios” o jogador fica responsável por realizar diversas entregas de pergaminhos mágicos que contém todo tipo de itens selados neles: de pequenos objetos até animais vivos.



O herói anda automaticamente, enquanto fica por sua conta utilizar as funções de ataque, defesa e poção no momento certo para sobreviver até o final de cada fase. Com diversas armaduras e armas, um sistema de níveis e customização de pontos de atributos, o game oferece uma experiência simplificada de RPG ideal para pequenas jogatinas ao longo do dia.

Ainda é possível fazer amizade com as meninas do jogo, que vão te dando recompensas cada vez maiores de acordo com seu nível de intimidade e um sistema semelhante existe com os pets que podem ser adotados. É um free to play com variadas opções de compra. Apesar de nenhuma ser indispensável para se curtir o game, algumas com certeza ajudam nas fases mais avançadas onde a dificuldade passa a ser mais desafiadora.

1 - Bury me, My love (Android/iOS)

Finalmente, o primeiro da lista. Bury me, My Love é um título diferente e que só poderia passar a experiência que traz em um aparelho celular. O game desenvolvido pelos estúdios The Pixel Hunt e Figs, conta a história de uma imigrante que após perder a família para a guerra, decide fugir da Síria e chegar até a Alemanha para pedir refúgio, na busca de segurança e uma condição de vida melhor.


Com toda uma interface de chat, semelhante ao WhatsApp, o jogador encarna Majd, marido da refugiada Nour, que através de diálogos extremamente fluídos e naturais acompanha toda a jornada da esposa pela Europa. Cada resposta escolhida pode alterar o rumo da narrativa, culminando em um dos 19 finais diferentes, sempre marcados por uma mensagem de áudio de Nour.

Este é um daqueles games que tocam fundo sua alma, te fazem pensar sobre a vida e a situação dos imigrantes de guerra, além de produzir uma experiência imersiva única através das mensagens em tempo real. Com um preço bem acessível este é um jogo muito especial e para todos os tipos de público, mesmo aqueles não gamers. O título foi nota 10 na nossa análise e não poderia ter sido mais justo.

Revisão: Diogo Mendes

Link Beoulve é um jornalista freelancer, amante de jogos de todos os tipos, principalmente videogames. Enciclopédia ambulante de Zelda, Mestre Pokémon aposentado, caçador de monstros traumatizado. Você pode conferir seu portfólio aqui.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook