Ken Levine, criador de BioShock, dá pistas de seu novo projeto

Levine comentou, em seu perfil no twitter, sobre seu novo projeto, que seguirá o gênero sci-fi, e sugeriu que seus seguidores assistissem uma palestra sua, que seria o ponto de partida.


Em postagens no seu twitter, Ken Levine deu algumas pistas sobre seu próximo projeto, sem título definido e que será lançado, oportunamente, para PC. Em suas postagens, explicou que sua ideia atual é de que o jogo seja em primeira pessoa e que seria um jogo de, ou inspirado em, ficção científica.


O jogo não será relacionado a nenhum outro projeto ou franquia de jogos, terá um largo escopo, mas se baseará fortemente em um sistema de narrativa e jogo estilo "Lego", ou seja, reutilizáveis e recombináveis.

Quando questionado sobre quão avançado se encontra o projeto, Levine respondeu que ainda está em um estágio de gameplay muito rudimentar, de arte conceitual, um "jogo de tabuleiro funcional para demonstrar paixões".

Segundo ele, os jogadores poderão criar seus próprios protagonistas, com uma narrativa flexível, o que significa que captura de movimentos de atores reais e AI amigáveis, tais como a Elizabeth de BioShock Infinite, são bastante improváveis. Dubladores, porém, serão utilizados, pois cada personagem terá que ser escrito de maneiras bem distintas, de modo que pequenos trechos (de diálogos, provavelmente), possam ser recombinados de maneiras que façam sentido.

Ao twittar seu primeiro comentário, Levine convidou seus seguidores a enviarem perguntas sobre o projeto, sugerindo, ainda, que começassem por assistir sua palestra durante a GDC 2014.



Nesta ocasião, falou pela primeira vez sobre construir um jogo com história customizável, com uma narrativa que fosse como peças de Lego, a fim de que as possibilidades de replay fossem enormes, ao contrário da narrativa tradicional e linear utilizada em BioShock e BioShock Infinite.

Embora Levine tenha fechado a desenvolvedora de BioShock, a Irrational Games, após terminar a última DLC de Infinite (passando os direitos da franquia para a 2K Games), o novo projeto é produto de seu trabalho com um time de mais 15 pessoas, todos veteranos participantes da Irrational Games.

Fonte: Eurogamer

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google