Item Box

As Ervas de Resident Evil servem para curar todos os males

As famosas Ervas de Resident Evil já salvaram a pele dos personagens diversas vezes. Saiba mais sobre essas icônicas plantinhas.

Resident Evil é uma série que mudou muito desde seu primeiro jogo, lançado em 1996 para o saudoso PlayStation. Os controles ficaram mais ágeis, os inimigos mais inteligentes, e a ação tomou conta. Uma parte dos fãs não gostou muito do rumo que a franquia tomou desde o quarto jogo numerado, mas não podemos esquecer de que algumas coisas também não mudaram.


Por exemplo, não dá para deixar de mencionar os famosos itens de cura da série: as icônicas Ervas. Presentes desde a época em que Barry falava "Jill Sandwich", elas sobreviveram às evoluções da franquia e aparecem em praticamente todos os seus jogos. Afinal, não há nada melhor do que encontrar uma Erva Verde após levar uma mordida (ou voadora, no caso de Resident Evil 6) de zumbi.

Obrigado, mãe natureza

Existem vários tipos de Ervas, cada uma com propriedades medicinais distintas. Ainda é possível combiná-las e, dessa maneira, conseguir uma cura mais efetiva quando o personagem estiver muito ferido. Em toda a série, existem cinco tipos diferentes da planta:
  • Erva Verde: a mais comum e fácil de ser encontrada. Em quase todos os jogos, ela restaura uma pequena parcela da vida do personagem. A única exceção está em Resident Evil: Revelations, no qual a Erva Verde recupera toda a vida do protagonista. 
  • Erva Azul: atualmente, é somente lembrança da época em que a franquia tinha câmera fixa e controles "travados". A Erva Azul serve para retirar toxinas e venenos comuns do sangue. Como sua irmã verdinha, também não era difícil de ser encontrada. Com a retirada de inimigos venenosos em Resident Evil 4, a Erva Azul não tem mais aparecido.
  • Erva Vermelha: ausente apenas em Revelations, a Erva Vermelha não é nada útil quando está sozinha. Porém, quando combinada com uma Erva Verde, ela potencializa o efeito da planta e recupera toda a vida do personagem. É mais difícil de ser achada. 
  • Erva Amarela: aparece em dois jogos da série – Resident Evil Gaiden e Resident Evil 4 –, mas tem utilidades diferentes nos dois títulos. Em Gaiden, essa Erva serve para curar cerca da metade da vida do personagem. No quarto título numerado da franquia, por outro lado, ela deve ser usada junto com uma Erva Verde para aumentar a vida total que o personagem pode ter. 
  • Erva Roxa: a sua única aparição é em Resident Evil Gaiden. Funciona basicamente como uma mistura de uma Erva Verde com uma Erva Azul, ou seja, cura venenos e toxinas e restaura uma pequena parcela da vida do personagem.

Erva verde…? 

Os jogadores da franquia de survival horror já estão acostumados com o uso das Ervas como itens de cura; isso até mesmo rende algumas piadinhas entre os fãs. No entanto, quem se depara com elas pela primeira vez pode ficar um pouco intrigado. Afinal, estaria a Capcom fazendo apologia às drogas, em especial à maconha?

Até Resident Evil 4, a Erva devia ser usada no inventário, então a maneira como o personagem a usava era um mistério – mas haviam algumas características "suspeitas". Quando misturada, por exemplo, a Erva era mostrada transformada em pó em cima de um papel – seria um cigarro, ou apenas um medicamento? Outra evidência está na propriedade da Erva Verde "curar" a vida do personagem, visto que a maconha tem propriedades analgésicas – que ultimamente têm sido exploradas pela medicina e a indústria farmacêutica no tratamento de câncer e outras doenças.

Porém, se formos analisar pelo lado mais prático da situação, podemos concluir que isso é apenas resultado das mentes dos fãs trabalhando. Vale lembrar que, tirando a cor, a planta em si não se assemelha em nada com a maconha. É normal os produtores usarem itens curativos em seus jogos sem preocupar-se com o que eles fazem de fato e seus "equivalentes" na vida real (quando existem). É por essa razão que comida pode curar hemorragia em ZombiU e suplementos nutricionais podem tirar o personagem da beira da morte em Silent Hill.
"Quebrou a unha? Use uma Erva! Perdeu um braço? Use uma Erva também!" 
A verdade? É provável que nem a própria Capcom saiba o que sejam as Ervas e que elas sejam simplesmente uma planta medicinal própria do universo de Resident Evil. Se a Erva Verde fosse substituída por um pequeno curativo, por exemplo, ela teria o mesmo efeito prático no jogo. Videogames não precisam seguir as regras do mundo real à risca, e é por isso que eles são tão bons. Além disso, se a Capcom tivesse problemas com o sistema de Ervas, ela já não as teria trocado por outro item?

Plantas globais

Uma última pergunta sobre as Ervas envolve a localidade em que elas crescem. Nos primeiros jogos da franquia, ao checar uma delas no inventário, tínhamos a informação de que eram plantas que cresciam ao redor de Raccoon City. Mas, se esse é o caso, como podemos encontrá-las na Espanha, na Antártica, em Rockfort Island e em outros locais bem distantes de Raccoon City? Uma resposta possível seria a presença da Umbrella Corporation em escala mundial, e a empresa teria cultivado as plantinhas em diversos lugares do globo.

Enfim, é claro que não pensamos muito nisso quando Jill, Leon, Chris e Claire estão gravemente feridos e precisam ser curados. As Ervas já salvaram a vida dos personagens diversas vezes, por isso sempre é bom manter algumas no inventário, mas sabendo usá-las com moderação. Afinal, nada pior do que estar sem nenhuma e dar de cara com um Hunter...


Revisão: José Carlos Alves
Capa: Felipe Araújo

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google