Jogamos

Análise: Ultra Street Fighter IV (PC) é a versão definitiva da busca pelo mais forte

Escolha entre mais de 40 personagens e desafie rivais de todo o mundo na nova versão da mais popular série de luta de todos os tempos.


Street Fighter começou sua saga nos arcades lá atrás em 1987. Mas a versão que realmente popularizou a série foi Street Fighter II: The World Warrior, lançada em 1991. Como não existia internet para atualizar os jogos, a Capcom resolveu lançar uma nova versão para melhorar seus aspectos. E assim tivemos Street Fighter II: Championship Edition. Essa nova versão também obteve boa recepção, e a Capcom continuou suas melhorias em Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting, Super Street Fighter II: The New Challengers e Super Street Fighter II Turbo, fechando com Hyper Street Fighter II. Novos personagens, golpes e melhorias no equilíbrio e de jogabilidade são a marca de cada uma das novas versões. Com Street Fighter IV não foi diferente. Temos Super Street Fighter IV, Super Street Fighter IV: Arcade Edition e  fechando a saga, Ultra Street Fighter IV. Seria essa a versão definitiva de Street Fighter?

O caminho entre os mais fortes

Street Fighter IV acontece cronologicamente após Street Fighter II e antes do III. Com isso, temos o retorno de todos os personagens originais do II e a inclusão de novas faces para o combate. Com as melhorias da versão Ultra, o número total de personagens salta para incríveis 44!  Temos desde o novato turco banhado a óleo, Hakan, à capoeirista Elena, que debutou em Street Fighter III.
O diferente lutador Hakan


 A história do modo Arcade segue a mesma linha de Street Fighter IV, com cada personagem entrando no torneio de luta por motivos próprios. E a organização S.I.N. aproveita a reunião dos mais fortes lutadores para criar o guerreiro supremo Seth, que recebeu movimentos e habilidades dos outros participantes via engenharia genética. Uma coisa bem legal é que cada personagem possui um vídeo de animação com o mesmo explicando o porquê dele estar indo lutar, e uma pequena conclusão da história inicial ao ganhar do chefe final desse modo. Veja abaixo um exemplo da história de Poison.
Outro detalhe que ficou bom são os diálogos entre os personagens antes e depois dos combates. Eles são personalizados para cada possível encontro. E nos combates contra os rivais de seu personagem, isso fica ainda mais detalhado. É muito legal ver a cena de Ryu e Ken conversando antes de lutar como velhos amigos e eternos rivais.
Eternos amigos e rivais se preparando para o combate

Entrando no combate

O jogo te apresenta algumas opções de como você vai jogar. É possível seguir a linha clássica no modo Arcade, lutando contra diversos oponentes controlados pela máquina até chegar ao chefão final do jogo. Ou então participar de combates online contra outros jogadores. Aqui é possível escolher lutar em combates 1x1 ou em times. Seus resultados são levados em conta em um ranking online. Caso ainda seja um novato ou queira aprender a utilizar um personagem novo, ainda existem as opções de desafio e treino. Os desafios são pequenos testes de golpes e combos pré-determinados que você precisa executar na ordem e sequência correta para progredir. Já em treino você fica livre para testar o personagem como quiser. Ambos são úteis para você entender como funcionam os golpes de determinado personagem.
Os desafios começam simples, como executar um Hadoken, e vão ficando cada vez mais difíceis

A versão Ultra adiciona novas possibilidades de golpes para todos, com a introdução de Ultra Combos combinados e os Red Focus Attacks. Cada lutador possui duas opções de Ultra Combos, que são golpes extremamente fortes, mas que só podem ser utilizados após carregar uma barra. Antes, você precisava escolher apenas um deles para utilizar durante o combate. Agora é possível ter os dois golpes mas com o potencial de dano reduzido. Já o Red Focus Attack permite que você realize um golpe sem poder ser interrompido pelo oponente. É um ótimo jeito de surpreendê-lo enquanto você está preso em combo.
Ken com o Red Focus ativo, avançando mesmo durante o Hadoken de Ryu

Novas faces

São cinco novos participantes na versão Ultra, a já citada Elena, que finalmente entrou no elenco de Street Fighter IV, a misteriosa Decapre e três personagens com origem no clássico beat’em-up Final Fight, e que também estavam disponíveis como personagens em Street Fighter x Tekken: o enorme praticante de luta-livre Hugo, que já havia se tornado personagem jogável em Street Fighter III; o fanático militar Rolento, que estreou como personagem selecionável na série Street Fighter Alpha; e a novata Poison, fonte de uma eterna dúvida referente a sua sexualidade.
Decapre lembra muito Cammy. E não é mera coincidência...

Já os guerreiros  presentes nas versões anteriores possuem diversas versões, seja na jogabilidade como em roupas. E se você não gostou dos ajustes para equilibrar os personagens, também é possível selecionar as versões deles antes desses ajustes, seja de Street Fighter IV ou da Arcade edition. Ou então ir liberando trajes novos para os personagens. É bem engraçado ver o Ken lutando com uma roupa de caubói rosa ou o Ryu com um traje de rebelde moderno, por exemplo.
Ryu em um traje mais urbano

Conheça o mundo

Os combates acontecem em diversos pontos do mundo. Desde lutas em locais barulhentos, como ruas com pessoas torcendo ao fundo, a locais mais quietos, como uma savana africana ou um templo abandonado. Até uma homenagem ao filme Jurassic Park está entre os cenários. Algo interessante que a Capcom resgatou da primeira versão de Street Fighter II foram partes quebráveis nos cenários. Portas e alguns objetos são destruídos quando alguém é arremessado na direção deles, alterando a região do combate.

Seria uma homenagem a Jurassic Park ou um novo Dino Crisis vindo por ai?
As lutas se passam por diversos países, e alguns possuem mais de um cenário para os combates. É legal por mostrar um pouco da cultura de cada um desses países assistindo aos combates. Por exemplo, na Índia você luta na frente do confuso trânsito entre carros e elefantes. Nos EUA, é na frente de lanchonetes com caminhonetes tunadas. E entre as diversas fases você joga os cenários bônus, também resgatados de Street Fighter II. Volte a detonar um belo carro estacionado ou então a quebrar barris sendo arremessados dentro do tempo limite para acumular diversos pontos bônus!
Os clássicos estágios de destruir carros e barris estão devolta

Configure para seu gosto

A versão para PC lhe permite configurar diversas opções gráficas e os controles. Isso torna uma versão bem acessível, já que é possível rodar o jogo mesmo em configurações mais fracas de PC sem perder a qualidade do jogo. E não é preciso ter um computador muito forte para rodar a maioria das opções gráficas no máximo. O jogo flui muito bem, assim como nas versões de console. Por exemplo, é possível executar ele em uma janela e ficar conversando com alguém no Skype enquanto se joga. Mas se for possível, não deixe de ligar seu computador em uma TV e utilizar ela para jogar. São tantos detalhes que podem ser visualizados ao mesmo tempo que é praticamente um desperdício não usar uma tela grande para jogar Ultra Street Fighter IV.

Executar os golpes também ficou bom mesmo utilizando o teclado. Os comandos são lidos rapidamente e saem com fluidez. Porém, depois de algum tempo vai acabar desconfortável. Pela quantidade de comandos (três botões para chute, outros três para soco, provocações, agarrões, pausar, combinações), é melhor utilizar um joystick com vários botões, e o ideal seria mesmo um Arcade Stick. O Windows reconhece e configura automaticamente ao se conectar um controle de Xbox 360, então mesmo que você não possua o console, compensa comprar um pela naturalidade de executar os comandos nele. Também é possível conectar via porta USB o Dual Shock 3 do PlayStation 3 ou o Wii U Pro Controller e utilizá-los. Entretanto, configurar esses dois para funcionar no PC vai te dar um trabalho extra.
Um Arcade Stick desses fica ótimo para se jogar bem Ultra Street Fighter IV

Desafie o mundo

A melhor parte dos jogos de luta atuais é que você não precisa ter um amigo do seu lado ou visitar um fliperama para desafiar alguém diferente. Ultra Street Fighter IV possui um modo online bem fácil de se acessar e divertido de participar. Combata no modo ranqueado ou não contra pessoas do mundo todo e descubra quem é o melhor lutador. Conforme você vai jogando, novos títulos e ícones para usar no modo online serão liberados. O duro é encontrar essas opções, já que ficam um pouco escondidas no menu de Player data.
Configure título e ícone para se diferenciar durante os combates online
E se você se orgulhar de seus resultados, pode enviar o vídeo de sua luta para o YouTube e compartilhar com quem quiser. Dentro do menu de opções você encontra as configurações para upload de vídeos, tornando o processo bem fácil. O jogo já os grava automaticamente, então nada de precisar de programas para captura de imagem como Fraps e afins.

Shoryuken no tédio

Ultra Street Fighter IV pode ser comprado como um pacote de expansão para quem já possui Super Street Fighter IV ou então como um jogo completo, já contendo atualizações da versão anterior. Ele está disponível para PC (via Steam), Xbox 360 e PlayStation 3. E a Capcom mostra que está prestando atenção no Brasil, pois temos os menus totalmente traduzidos para o português.

Não importa se você é um novato ou veterano em jogos de luta. Comece pelo modo Desafio ou Treino para melhorar suas habilidades, ou então teste sua força no Arcade contra a máquina. Ou se quiser um desafio de verdade, o Multijogador sempre está ali a disposição com diversos modos de disputa. Não faltam opções para você lutar. A Capcom ouviu jogadores de todo o mundo para ajustar e equilibrar os lutadores para a versão Ultra. Não perca essa ótima chance de entrar no mundo de Ultra Street Fighter IV.


Prós
  • Diversas opções de personagens e customizações;
  • Novas possibilidades de jogabilidade com os Ultra Combos combinados e Red Focus Attack;
  • Não exige uma máquina muito potente;
  • Menus em português;
  • Facilidade para gravar e enviar vídeos de lutas para o YouTube.

Contras
  • Opções de personalização para o modo online escondidas;
  • Necessidade de utilizar um joystick para ser competitivo.


Ultra Street Fighter IV — PC — nota 9.0


Revisão: Luigi Santana
Capa: Wellington Aciole

é formado em Administração de Empresas pela USP, e mestre em cultura inútil pelas experiências de vida. Desde 1993 gosta de explorar o mundo dos games em seu tempo livre. Pode ser encontrado reclamando da vida no Facebook e Twitter.

Comentários

Google
Disqus
Facebook