Game Music

Confira como foi concerto Piano Opera Final Fantasy em São Paulo

Apresentação do pianista mundialmente famoso Hiroyuki Nakayama recria músicas da franquia Final Fantasy com arranjos clássicos que emocionaram os presentes.

Na última quarta-feira (19/02), ocorreu o concerto Piano Opera Final Fantasy no Grande Auditório do MASP, em São Paulo. O evento totalmente gratuito reuniu uma legião de fãs para apreciar o trabalho magnífico do pianista Hiroyuki Nakayama, renomado mundialmente por seu trabalho em elaborar arranjos musicais inspirados na famosa franquia Final Fantasy, e tudo com o aval e apoio do compositor Nobuo Uematsu. Com um show dedicado a pouco mais de 350 pessoas, se você não pôde estar lá dentro, saiba como foi lendo à seguir!

Uma longa viagem, para ele e para nós

Talento para recitar histórias sem dizer
uma palavra sequer.
O espetáculo se iniciou com Nakayama indo diretamente ao seu solitário piano e tocando Prelude ~ Opening (Final Fantasy I), apenas para levantar o astral de todos e seu ânimo. Concluída a música, Enfim ele cumprimentou o público com a ajuda de um tradutor. Nakayama falou sobre como fez uma longa viagem até o Brasil, chegou na terça (18/02) e já teria de ir embora na quinta (20/02), confirmando que veio até aqui só para fazer esta apresentação. “Estou com sono, mas vou me esforçar!”, afirmou.

Com um pouco mais de sua história, Nakayama disse que toca desde os cinco anos de idade, e quando ouvia músicas de jogos, tirava as músicas de ouvido e as tocava no órgão da escola - o que o tornou popular com as garotas, e aconselhou todos os presentes a fazerem o mesmo. Com uma enorme satisfação em poder unir suas paixões, música e jogos, ele afirma que é sempre uma satisfação tocar aqui, no Japão ou em qualquer lugar do mundo. “O deus da composição, Nobuo Uematsu, está torcendo por mim do outro lado do mundo, e por isso darei o melhor de mim!”, concluiu antes de começar uma sequência de três músicas: Troian Beauty (Final Fantasy IV), Town Medley (Final Fantasy I/II/III) e Rebel Army Theme (Final Fantasy II).



Após a sequência magnífica, Nakayama voltou-se ao público e disse que, enquanto o espetáculo contém apenas as músicas dos jogos I ao VI, seu novo álbum com as músicas de Final Fantasy VII, VIII e IX está a caminho e irá chegar em Maio. Já gravado desde Dezembro, um show em comemoração ao seu lançamento está programado para o Japão, e assim que foi anunciado, os ingressos “saíram voando”, mesmo custando 6.000 ienes cada (o equivalente a 120 reais). “Que bom que aqui é de graça!”, brincou o pianista.

“Claro que eu pretendo fazer um show do novo álbum aqui no Brasil, e espero poder trazer o senhor Uematsu comigo para falar para vocês sobre as maravilhas deste mundo das músicas nos jogos”, continuou, deixando a plateia entorpecida com a proposta. “A plateia brasileira é muito calorosa, e mesmo com sono me sinto melhor de sentir esse calor de vocês!”, e assim iniciou uma nova sequência de duas músicas, Searching for Friends (Final Fantasy VI) e Gurgu Volcano/Mount Gulg (Final Fantasy I). Após isto, entramos num pequeno intervalo.

Nakayama contra os chefes

O pianista retornou ao palco e imediatamente começou um novo combo musical, com Kefka (Final Fantasy VI), Protect the Espers! (Final Fantasy VI) e Home, Sweet Home (Final Fantasy V). Após esta sequência de peso, Nakayama disse que precisaria de um breve descanso, pois estava prestes a enfrentar dois “poderosos chefes”, então iria usar uma técnica de cura e voltar ao piano. Literalmente, ele saiu do palco, ficou cerca de trinta segundos fora e voltou, recuperado e pronto para o desafio.

A música seguinte foi a dificílima e longa Dancing Mad (Final Fantasy VI), com pouco mais de onze minutos de música para ninguém botar defeito. Em seguida, sem descanso, Nakayama emendou Clash on the Big Bridge (Final Fantasy V), encerrando ali a programação dos folhetos que havíamos recebido na entrada. Aplaudido de pé, o pianista se retirou, mas acabou voltando em menos de dois minutos.



“O calor de vocês fez valer a pena me apresentar aqui, e espero poder, no concerto em Tóquio, falar sobre a plateia maravilhosa que vocês foram”, afirmou. “Este concerto no Brasil ficará no meu coração para sempre e, por isso, gostaria de dedicar uma última música para esta apresentação. A música é Theme of Love, de Final Fantasy IV!”

Após o magnífico bis, Nakayama enfim se retirou, pois precisava de seu merecido descanso. O simples fato dele ter vindo ao Brasil exclusivamente para essa apresentação gratuita já torna este concerto memorável para os presentes ainda mais mágico. Todos os 374 sortudos que puderam estar lá dentro tiveram uma noite inesquecível, e se você ficou de fora, não se preocupe; terá outra oportunidade em breve. Ou ao menos é o que afirma o pianista.

O espetáculo foi uma verdadeira experiência para todos lá. Vi pessoas saindo com lágrimas nos olhos, e eu mesmo me emocionei em diversas partes destas músicas que marcaram a infância de toda uma geração. Agora resta para nós aguardar pacientemente pelo lançamento de seu novo álbum, o retorno de Hiroyuki e desejá-lo muito (mais) sucesso em seu magnífico trabalho, que continue tocando não somente o seu piano, mas os corações de suas plateias.

Capa: Doug Fernandes
Divulgação: Rafael Salvador / Nikko Fotografia

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


Disqus
Facebook
Google