Allons-y! Vamos comemorar os 50 anos de Doctor Who e conhecer a viagem do Doutor pelo espaço-tempo dos videogames!

23 de novembro de 1963. Ia ao ar na BBC, uma tradicional rede de televisão britânica, o primeiro episódio de uma nova série. Um alienígena... (por Gabriel Toschi em 23/11/2013, via GameBlast)

23 de novembro de 1963. Ia ao ar na BBC, uma tradicional rede de televisão britânica, o primeiro episódio de uma nova série. Um alienígena em forma humana, sua neta e dois professores terráqueos entram em uma cabine policial londrina da época - a dele ainda era maior por dentro - e viajam pelo espaço-tempo. Sim, enquanto a ficção científica prezava por grandes parafernalhas para voltar ao passado, este, que se intitulava Doutor, usava uma cabine azul, que na verdade não era uma cabine e sim realmente uma máquina do tempo. Aliás, Doutor? Doutor quem? Talvez essa seja uma das maiores perguntas da história da Inglaterra e de todo o mundo.

23 de novembro de 2013. Doctor Who se tornou a série de ficção científica mais bem sucedida em todo o mundo, segundo o Guinness. O Doutor, o último dos Time Lords, é uma das figuras mais conhecidas no mundo por causa de suas grandes aventuras viajando pelo tempo com sua TARDIS e, exatamente no dia de hoje, 50 anos depois, a série contempla mais de 33 temporadas, alguns filmes e especiais, inúmeros audiobooks, livros e, claro, videogames - aquilo que todos nós gostamos por aqui, né?

Entre nessa viagem no tempo conosco e vamos conhecer todos os jogos que a franquia Doctor Who conseguiu acumular nestes 50 anos de aventuras!

Doctor Who: The First Adventure (BBC Micro)

A primeira vez que o Doutor viu a luz de um controle de videogame foi em The First Adventure, lançado em 1983. Entretanto, era exclusivo do BBC Micro, computador feito pela Acorn Computers para um programa educacional da BBC. Na trama do jogo, o Quinto Doutor deve tentar fugir do Labyrinth of Death e escapar em sua TARDIS antes que Ourouborous Vl, líder dos seres que habitam o labirinto, o pegue. O jogo é dividido em quatro “fases”, cada uma com jogabilidade baseada em um clássico dos arcades: Pac-Man, Frogger, Space Invaders e Battleship. Tudo bem que não é um ótimo jeito de começar, mas, mesmo assim, esse ainda é o primeiro, né?


Doctor Who and the Warlord (BBC Micro)

Se no primeiro tivemos uma pequena adaptação clássica, em Doctor Who and the Warlord finalmente temos uma aventura digna de um Time Lord, mesmo que apenas em texto. O novo game da franquia foi lançado em 1985 também para o BBC Micro e trazia um adventure baseado em texto - ou seja, nada de ambiente gráfico: todas as informações eram passadas e inseridas por meio de comandos escritos. A história do game é dividida em duas partes: na primeira, o Doutor é levado a um estranho planeta em um futuro distante e terá de enfrentar grandes inimigos. De quebra, na segunda parte da trama, você deve voltar no tempo (e ao planeta Terra) para auxiliar na Batalha de Waterloo e tentar vencer Napoleão Bonaparte.


Doctor Who and the Mines of Terror (BBC Micro/Commodore 64)

Este jogo é um marco na nossa linha do tempo de hoje por três motivos: é o primeiro jogo original de Doctor Who com ambiente gráfico, o primeiro a ser lançado, em 1986, além do BBC Micro, com versão para o Commodore 64, e ele tem um gato robô (para nós do GameBlast, isto é importante, acredite). Doctor Who and the Mines of Terror é um jogo de plataforma que põe você na pele do Sexto Doutor para tentar (de novo) acabar com os planos do Mestre, um dos principais vilões da série. Ele conseguiu os poderes do TIRU, artefato que permite dividir o tempo e rearrumá-lo na ordem que você quiser. O Doutor, na missão de arrumar esta bagunça, tem a ajuda de Splinx, um gato robô que, graças a sua tecnologia dimensional, pode guardar diversos itens para o nosso herói.


Dalek Attack (Multi)

Só de falar em Daleks, todos nós já pensamos em exterminar. Mas que tal pensar em jogar? Dalek Attack foi lançado em 1992 para o PC, ZX Spectrum, Commodore 64, Amiga e Atari ST. O game trazia um estilo de plataforma bem mais sofisticado que Mines of Terror. Na história, o Doutor tem de enfrentar um de seus maiores inimigos, os Daleks, e vencer Davros, o criador deles. O jogo ainda permite dois jogadores - com o jogador 1 escolhendo um dos Doutores entre o 4º, o 5º e o 7º e o jogador 2 escolhendo Ace, uma das acompanhantes do Doutor - e existem fases em várias cidades do nosso mundo, como Londres, Nova York, Paris e Tóquio.


Doctor Who: Destiny of the Doctors (PC)

O destino dos Doutores está nas suas mãos, literalmente. Em Doctor Who: Destiny of the Doctors, lançado para computadores em 1997. Diferentemente dos outros games, neste você encarna Graak, uma criatura telepática criada pelo Doutor para salvar as sete primeiras incarnações dele, presas pelo Mestre, ao tentar resolver diversos puzzles envolvendo diversos aspectos da série. O mais legal é que, mesmo que feito para o Windows 95, ele trazia vídeos de todos os Doutores e um grande banco de dados sobre a série.


Top Trumps: Doctor Who (Multi)

Nove anos depois do último jogo, um novo game do Doutor é lançado para PS2, DS, Wii e PC. Você espera uma grande aventura envolvendo o amado Décimo Doutor? É, quase isso: o jogo faz parte da franquia Top Trumps, muito famosa no Reino Unido, a versão original do nosso querido Super Trunfo, famoso cardgame cujo você escolhe duas cartas e compara diversos dados, quem tiver o maior vence. Não é aquele jogo, mas ainda sim é baseado em Doctor Who, certo?


Doctor Who: The Adventure Games (PC/Mac)

Em 2010, foi anunciado que a temporada atual da época de Doctor Who não teria apenas treze episódios, mas dezessete, e que quatro seriam interativos. Na realidade, estes “episódios interativos” eram uma nova série de jogos de adventure e puzzle, Doctor Who: The Adventure Games, que foram lançados em episódios (assim como clássicos da Telltale) a partir de 2010 e eram protagonizados pelo Décimo Primeiro Doutor e pelos companheiros Amy Pond e Rory Williams (e que tem a voz feita pelos próprios atores!). Os cinco episódios - City of the Daleks, Blood of the Cyberman, TARDIS, Shadows of Vashta Nerada e The Gunpower Plot - já receberam sinal verde para serem vendidos na Steam pelo Greenlight, porém, podem ser baixados de graça no site da BBC.


Evacuation Earth (DS)

Depois do Super Trunfo, Doctor Who finalmente deu as caras na tela dupla do portátil da Nintendo: em 2010, foi lançado Evacuation Earth, para Nintendo DS, trazendo uma história protagonizada pelo Décimo Primeiro Doutor e por Amy, juntamente a um processo de evacuação do planeta Terra. Tudo ia bem até que eles se chocam com uma nave Dalek - e encontrar os Daleks é sinônimo de confusão. Este jogo foi exclusivo para o portátil, juntamente com outro jogo, exclusivo para Wii.


Return to Earth (Wii)

Sim, se no DS você sai da Terra, no Wii você volta! Lançado juntamente com o jogo para o portátil, também em 2010, Return to Earth traz uma trama, novamente protagonizada pela mesma dupla, só que trazendo os Cybermen como antagonistas principais, ao atacar a nave onde o Doutor e Amy estão durante a volta ao planeta Terra. O jogo, assim como seu irmão de DS, também é exclusivo da Nintendo.


The Mazes of Time (iOS)

The Mazes of Time, lançado também em 2010 para iPhone, iPod Touch e iPad (e ainda disponível na App Store por $1.99), foi o primeiro jogo da série a chegar aos dispositivos móveis, trazendo uma jogabilidade de adventure e puzzle. A trama traz a dupla dinâmica Amy e Doutor para salvar uma família, separada no espaço pelos terríveis Daleks. O jogo ainda recebeu as expansões The Christmas Trap e Angels in the Shadows, com novas histórias e que podem ser compradas por $0.99 dentro do próprio aplicativo.


Worlds in Time (Web)

Você deve pensar que a criatividade humana colocada em Doctor Who já chegou a níveis astronômicos, quase o que a TARDIS pode guardar em seu interior. Mas não, tiveram de inventar um jogo online da franquia. Worlds in Time, lançado em 2012, é um MMORPG! Sim, um jogo multiplayer online para muitos jogadores! Na história, você cria seu personagem, recebe uma chave de fenda sônica e sai com o Doutor e sua TARDIS pelo espaço-tempo. O jogo flui por meio de alguns puzzles, todos possibilitados pela tecnologia da chave de fenda. O game está aberto e você pode se cadastrar gratuitamente agora!


Doctor Who: The Eternity Clock (PS3/PSVita/PC)

O último jogo da franquia Doctor Who foi The Eternity Clock, lançado para PS3 e PSVita pela PlayStation Network e para PC, pela Steam. Neste jogo, você controla o Décimo Primeiro Doutor e River Song (com função para dois jogadores) em uma aventura por Londres, quando corredores temporais se abrem e misturam diversas épocas da capital britânica em uma, cabe aos nossos heróis ver o que está acontecendo e enfrentar Daleks, Cybermen e estes inimigos de sempre.

Foram apenas uma dúzia de jogos (com mais um pra ser lançado!) para 50 anos de grandes histórias, mas o Doutor ainda tem muita coisa a fazer! Hoje será exibido o especial de aniversário da série, The Day of the Doctor, que passará no Brasil ás 17h30, no canal BBC HD, e finalmente conheceremos o fim de alguns mistérios (ou não, vai saber), mas isso não é motivo para esquecer o passado: qual é sua aventura preferida com o Doutor?


Revisão: Leonardo Nazareth
Capa: Vitor Nascimento

Cientista da computação em formação pela USP São Carlos, sempre encontra tempo para falar sobre jogos, tecnologia, viagens no tempo e outras loucuras. Desenvolve jogos, aprecia chocotones, escreve para o Deviante e faz piadas ruins em seu Twitter (pode ser que tenham coisas legais também).


Disqus
Facebook
Google