Vem aí

Prévia: Guerra é guerra! Descubra as novidades de Battlefield 4 (Multi)

A E3 deste ano foi realmente muito boa. Tivemos anúncios de jogos incríveis e de novos consoles mais incríveis ainda. E se nos referirmos... (por Unknown em 05/10/2013, via GameBlast)

A E3 deste ano foi realmente muito boa. Tivemos anúncios de jogos incríveis e de novos consoles mais incríveis ainda. E se nos referirmos aos games de tiro em primeira pessoa, temos novidades aos montes. Você pode conferir algumas delas aqui e aqui. E nessa disputa de jogos que têm a guerra como tema, destacamos nessa matéria o maior rival de Call of Duty: Battlefield. Já na sua 4° geração, o jogo que tem a (injusta) fama de ser o segundo melhor em seu estilo vai trazer novidades e melhorias que prometem deixar o rival no chinelo.

Ni Hao, soldado

No modo campanha deste novo título, recebemos o papel de “Wrecker”, um soldado do esquadrão Tombstone. Fazem parte do grupo o Sgt. Dunn (líder do esquadrão), Irish como segundo-no-comando e “Pac”, médico do grupo. Ainda há poucos detalhes sobre a campanha, mas nos trailers disponíveis o grupo tenta fugir de Xangai portando informações importantes na missão chamada de “Fishing in Baku”.
Uma imagem do Cerco de Xangai

E falando em China, boa parte da ação de BF 4 irá se passar no gigante país asiático. Durante a apresentação na E3 e na demo disponibilizada para o evento, o grande destaque era a ação durante o Cerco de Xangai. Rússia e EUA (quem mais seria?) completam as facções presentes no título. Realmente foi bem impressionante ver as movimentações das tropas tomando a cidade, enquanto soldados inimigos com seus tanques e helicópteros aumentavam o caos no lugar. Até quem não curte muito o estilo ficaria, no mínimo, impressionado com o realismo que a Eletronic Arts e a DICE colocaram em seu título.

Uma guerra civil

Nos vídeos disponibilizados até o momento, o maior enfoque de BF 4 são as áreas urbanas. Na demo da E3 vemos aquela bela cidade sendo colocada abaixo pelas tropas, mas você reparou como a cidade está grande e detalhada? Sem um bom mapa à disposição, perder-se nas ruas e prédios de Xangai seria algo bem provável. Segundo a própria EA, a escala e o âmbito dos mapas são enormes, tornando a experiência mais imersiva.
Um exemplo dos cenários presentes em BF 4

Este parece ter sido um aspecto muito trabalhado no jogo. Os cenários estão realmente complexos. Longos espaços ou numerosas esquinas serão elementos que deverão ser levados em conta nos combates. Nos prédios há escadas, elevadores, subsolos e outros elementos comuns a essas construções que exigirão cuidado do comandante e seus soldados na hora de defender uma posição ou atacar um inimigo.

E agora, comandante?

Um dos diferenciais de Battlefield é sua elevada dose de estratégia. Assim como na vida real, não é possível vencer uma guerra com um único super-soldado. Em BF 4 as classes de soldados são bem definidas, apesar de não serem tão especializadas quanto no título anterior. E também está de volta nesse quarto jogo o modo comandante.

Apesar de não serem algo totalmente novo, as classes e o comandante são muito importantes para o jogo em equipe e para as estratégias de combate. Mas não pense que não há novidades. Além de melhorias no monitoramento de tropas e envio de munições, kits médicos e veículos, será possível comandar seus subordinados através de tablets ou smartphones compatíveis.
Diferentes opções para comandar seus soldados

Outro destaque da jogabilidade fica por conta do “Levolution”, uma característica da Frostbite 3, nova engine do jogo que tornará os ambientes dinâmicos e interativos. Vamos a um exemplo: você e sua tropa estão perto de uma represa e os inimigos estão se aproximando. O que fazer? Bem, graças ao Levolution, você pode destruir a represa, inundando o campo de batalha e mudando o rumo do combate a seu favor.

Derrubar um prédio onde as tropas estão refugiadas é outro exemplo do que o sistema é capaz de fazer. Novas armas e veículos também estão no jogo, entre uma série de mudanças, como o ataque anfíbio. O multiplayer, coração do título, também vai ter tratamento especial e promete horas e horas de diversão. Rumores dizem que até um modo com dinossauros (?!) estaria disponível para multiplayer, mas nada foi confirmado.
"Tá tranquilo, vou só dar uma volta!"


Uma informação do site Dual Shockers vai agradar aos fãs de BF que ainda não têm PCs poderosos para rodar o título. De acordo com testes feitos pelos gringos, é possível alterar algumas opções e jogar a resoluções menores que o mínimo recomendado. Os gráficos ficam feios? Sim, mas aqueles que querem testar o game terão essa oportunidade. E parece que a EA fará o mesmo com os games que empregarem a Frostbite 3. Eu e meu velho notebook agradecemos, EA.
Comparativo entre a qualidade dos gráficos (clique para ampliar)

Aliste-se, a guerra vai recomeçar

Com data de lançamento marcada para 29 de outubro, Battlefield 4 será disponibilizado para PlayStation 3, Xbox 360 e PC. Para os novos consoles da Sony e Microsoft, o título chega nos dias 12 (PS4) e 19 (XOne) de novembro lá na terra do Tio Sam. Também estão disponíveis cinco expansões (China Rising, Second Assault, Naval Strike, Dragon’s Teeth e Final Stand), sendo que Second Assault virá para XOne exclusivamente. Para quem quiser o pacote de expansões completo, basta fazer a assinatura premium de Battlefield 4.
Battlefield 4 (PS3/PS4/Xbox360/XOne/PC)
Desenvolvimento: DICE
Gênero: FPS
Lançamento: 29 de Outubro
Expectativa: 5/5
 Revisão: Vitor Tibério
Capa: Sybellyus Paiva




Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook