Guia DLC

Resident Evil 7 biohazard (Multi): segundo DLC traz novos minigames e revela o passado dos Baker

Reviva os trágicos momentos finais de sanidade da família Baker, participe de um doloroso jogo de 21 ou dê boas risadas na festa de aniversário de Jack.



Menos de um mês após seu lançamento, Resident Evil 7 biohazard já recebeu dois pacotes de conteúdos adicionais. Mantendo a mesma fórmula do primeiro, o segundo DLC traz três minigames que inovam nas mecânicas de jogo. A grande novidade da mais recente atualização é a presença de um vídeo que mostra o passado da família Baker antes de ser afetada pelo pesadelo Eveline. Já os demais materiais inéditos exploram a personalidade sádica de Lucas e revelam como seria uma festa de aniversário para Jack. Chegou o momento de conhecer os detalhes do DLC Gravação Proibida Vol. 2.

Filhas

Sem sombra de dúvidas, o capítulo Filhas é o mais interessante de todos, considerando também aqueles que haviam sido disponibilizados pelo DLC anterior. Nele o jogador assume o controle de Zoe e revive os acontecimentos da fatídica noite em que Jack encontrou os corpos de Eveline e Mia próximos ao acidente com o navio petroleiro.  Logo no início do minigame, é até estranho ver a família Baker agindo de maneira totalmente diferente de como se mostraram durante praticamente toda a campanha principal de Resident Evil 7 biohazard.

Marguerite é uma mulher preocupada, que fica aflita ao ver o corpo de Eveline coberto por óleo. Lucas mexe tranquilamente no celular e não cria grandes problemas ao saber que a garota será colocada em seu quarto. Já Jack se revela um homem bastante tranquilo, que não mede esforços para auxiliar os sobreviventes do acidente. Porém, tudo começa a mudar quando a menininha com jeito inocente acorda de seu sono. De repente, falta energia em toda a casa, e as pessoas parecem ficar fora de si.
A nova "filha" da família Baker

Cabe a Zoe o papel de entender o que está acontecendo e tentar buscar uma maneira de salvar seus entes queridos. O capítulo Filhas mistura partes de stealth com sessões de puzzles. Nos momentos derradeiros da trama, descobrimos que nem sempre as opções óbvias são as escolhas mais acertadas e podemos alterar o desfecho da história mudando apenas algumas ações simples. Com dois finais diferentes, esse minigame mostra o lado humano e verdadeiro daqueles que são considerados alguns dos vilões de Resident Evil 7 biohazard.

O único lado negativo do capítulo Filhas é que o processo de transformação da família Baker acontece de maneira muito rápida. É compreensível que não foi possível alongar a história devido ao fato de ser um minigame, entretanto a trama emocional envolvida no episódio poderia ser mais bem trabalhada.

Confira, logo abaixo, o vídeo com o gameplay completo do capítulo Filhas. É mostrado o passo a passo para conseguir os dois finais da história, porém está recheado de spoilers. Assista por sua conta e risco.

21

Depois de tanta tensão, que tal um joguinho de 21, ou blackjack, para relaxar? Bom, como estamos em uma propriedade infestada por mofados e armas biológicas, ficar tranquilo não é uma opção nem durante um passatempo de cartas. O capítulo 21 continua mostrando o sofrimento de Clancy nas garras da família Baker. Depois de ter sobrevivido aos desafios de Jack e Marguerite, nos capítulos Pesadelo e Quarto do DLC Gravação Proibida Vol. 1, o cameraman agora virou prisioneiro de Lucas.

Só há uma maneira de Clancy salvar sua própria vida: vencendo uma partida de 21 contra um oponente que atende pelo nome de Hoffman. Como as brincadeiras de Lucas nunca são normais, em vez de apostar fichas, os participantes devem colocar em jogo os dedos das mãos. Isso mesmo, ao perder a rodada um dos dois terá alguns dedos arrancados fora por uma afiada lâmina.
Vamos jogar cartas?

Como se já não fosse loucura suficiente, com o avançar do jogo as coisas vão ficando mais violentas, envolvendo choques e serras elétricas. Para sair com a vitória, não basta apenas sorte de receber as cartas que somam 21. Também é possível utilizar alguns trunfos que melhoram sua mão ou atrapalham a do oponente. Entretanto, use as vantagens com moderação: elas podem ser determinantes para definir quem viverá e quem morrerá.

O aniversário de 55 anos de Jack

Que tal deixar o terror de lado e comemorar a data especial do pai da família Baker? Nesse minigame, os sustos dão lugar às risadas. Controlando Mia, o objetivo é vasculhar toda a casa em Dulvey e coletar comida para encher a barriga do dono da festa. Ao ver Jack usando nariz de palhaço e chapéu de aniversário fica difícil de imaginar que aquela pessoa foi tão aterrorizante por tanto tempo.
Ele não parece tão ameaçador agora


Para tornar a missão de Mia mais complicada, os mofados estão vasculhando os corredores da casa. Entretanto, as criaturas podem ser destruídas com armas que disparam... serpentinas e confetes!? Sim, o clima de festa atingiu até os assustadores seres de dois metros, que vieram à caráter e usam chapéus de cowboy ou capacetes de futebol americano. Tudo muito fofo. O estilo do minigame lembra bastante o modo Mercenários, já conhecido de longa data na franquia Resident Evil: há um limite de tempo que pode ser congelado ao derrotar os inimigos e itens escondidos para serem coletados.

A festa só acaba quando o anfitrião está satisfeito, o relógio chega a zero ou se Mia for derrotada pelos mofados. O convite está feito: venha para a festa mais badalada que o estado da Louisiana já viu.
O que seria de uma festa sem dança?

Conteúdo interessante, valores nem tanto

O DLC Gravação Proibida Vol. 2 segue a fórmula de seu antecessor e consegue aprimorar a experiência de Resident Evil 7 biohazard, dessa vez, com uma das histórias tendo relação direta com a campanha principal do game. O conteúdo é bastante interessante e explora todas as mecânicas que vem dando certo. Porém, o lado negativo é o preço. Pelo valor que está sendo atualmente cobrado, não vale a pena se levarmos em consideração a relação custo-benefício. Quem deseja aproveitar tudo o que o título oferece, sem dúvidas vale muito mais a pena investir no passe de temporada do que em um único pacote de conteúdo extra. Ainda mais se levarmos em consideração que, em breve, deve chegar mais uma atualização que ampliará a história do jogo, fechando alguns pontos da trama que ficaram em aberto.

Revisão: Bruno Alves
Vinicius Veloso é jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Está no Facebook ou Twitter.

Comentários

Google+
0
Disqus
Facebook