Jogamos

Análise: Everloop (PC) brinca com nossos sentidos em meio ao sobrenatural

Uma experiência sensorial curta, mas ainda assim interessante.

Everloop atiça nossos sentidos com uma experiência sensorial envolvente. Em um corredor sem fim, somos desafiados a identificar anomalias que desvendam os mistérios deste ciclo interminável e nos conduzem à saída. Nesta análise vamos conferir com mais detalhes este projeto do estúdio brasileiro Infinity Green Games e tentar achar a saída para dar nosso veredito.

Um loop eterno

Everloop coloca o jogador sozinho em um corredor sem fim e sem muitas informações. A única coisa que nos guia é um cartaz com as regras que determinam se seremos capazes de encontrar nosso destino:
  1. Mantenha-se atento às anomalias.
  2. Quando encontrar uma anomalia, volte.
  3. Se não encontrar anomalias, siga em frente.
  4. Cada vela acesa é um passo em direção ao seu destino.
Essencialmente, devemos percorrer o corredor várias vezes seguindo estas regras. Na primeira passagem, normalmente, não encontramos anomalias para nos orientar. Da segunda em diante, podem ocorrer mudanças. O corredor é rico em detalhes e apresenta no máximo uma alteração por vez, quando há. Se notarmos qualquer discrepância em relação à primeira passagem, devemos retroceder.

Nosso avanço é indicado pelas velas na prateleira ao lado do cartaz com as regras. Acender uma vela significa seguir corretamente as regras 2 e 3. Se errarmos, todas as velas se apagam e o ciclo recomeça até acendermos todas e encontrarmos a saída.

Preste muita atenção!

Apesar de sugerir uma atmosfera de terror, Everloop é mais um jogo que desafia nossos sentidos, criando  desconforto psicológico enquanto dependemos de nossas percepções aguçadas para avançar.

O corredor em que nos encontramos é ricamente detalhado, e nele as anomalias podem ser desde objetos fora do lugar ou ausentes até nuances que exigem maior atenção, como orientação ou cor. Diferentes sons também compõem a lista de 30 anomalias a serem descobertas, desviando nossa atenção visual para a auditiva.

Por motivos óbvios, evito revelar detalhes sobre os tipos de anomalias para não comprometer a experiência de quem pretende jogar Everloop. No entanto, posso afirmar que variam do evidente ao "como não percebi isso antes?".

Cada vez que uma anomalia é descoberta pela primeira vez, uma notificação na tela a adiciona ao códice, permitindo consultá-la para entender melhor sua natureza e contexto no jogo. Após vencer o corredor e encontrar a saída, resta apenas completar o códice, proporcionando uma visão completa do que o jogo oferece.


Consegui concluir o jogo após 70 voltas pelo corredor, o que totalizou cerca de 40 minutos, com cinco anomalias restantes para registrar no códice. Enquanto algumas delas (especialmente as mais óbvias) facilitaram o processo, outras mais sutis me fizeram reiniciar meu progresso devido a pequenos detalhes que escaparam de minha percepção.

Everloop é uma experiência breve, ideal para compartilhar com amigos, daquelas em que você os desafia a experimentar e observa quanto tempo levam para entender e vencer o jogo. É o tipo de jogo que eu assistiria alguém jogando em uma live.

Embora a falta de conteúdo pós-jogo, como a possibilidade de aumentar o número de anomalias simultâneas ou um modo de jogo cronometrado, pudesse enriquecer a experiência, Everloop é honesto e direto em sua proposta. É um daqueles jogos simples que merecem um lugar na coleção pela experiência singular que proporcionam.

Sentidos aguçados

Everloop oferece uma experiência única ao desafiar os jogadores a navegarem por um corredor aparentemente interminável, confiando apenas em seus sentidos e habilidades de observação. O game da Infinity Green Games traz uma proposta honesta e direta, oferecendo uma experiência de jogo singular que vale a pena ser experimentada para aqueles em busca de desafios sensoriais e, de quebra, tomar alguns sustinhos leves.

Prós

  • A atmosfera minimalista e claustrofóbica consegue criar um desconforto psicológico;
  • Riqueza de detalhes no ambiente do corredor contribuem na imersão do jogador;
  • A mecânica das anomalias cria um ótimo desafio;
  • Apesar da curtíssima duração, o jogo é acessível e ideal para compartilhar com amigos.

Contras

  • Ausência de conteúdo extra, como opções para aumentar a complexidade das anomalias ou modos de jogo adicionais, limitando sua longevidade;
  • A narrativa é limitada aos textos do códice conforme encontramos anomalias;
Everloop — PC — Nota: 8.0
Revisão: Juliana Piombo dos Santos
Análise produzida com cópia digital cedida pela Infinity Green Games

Fã de Castlevania, Tetris e jogos de tabuleiro. Entusiasta da era 16-bit e joga PlayStation 2 até hoje. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Nas redes sociais é conhecido como @XelaoHerege
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google