Sony não lançará “nenhum título de uma grande franquia existente” antes de 31 de março de 2025

Informação compartilhada pelo CEO da Sony Interactive Entertainment, quem também afirmou que o “PS5 entrou na última parte do seu ciclo de console”.


Durante a mais recente divulgação do relatório de ganhos da organização, o CEO da Sony Interactive Entertainment, Hiroki Totoki, compartilhou que a empresa não irá lançar “nenhum título de uma grande franquia existente” antes de 31 de março de 2025. Na ocasião o executivo também comentou, porém, que “nós possuímos grandes projetos em desenvolvimento” e “continuamos focados em produzir trabalhos de alta qualidade e jogos como serviço”.


Ainda sobre games first-party, Totoki divulgou que God of War Ragnarok e Marvel's Spider-Man 2 são exemplos de “títulos de uma grande franquia”, e revelou que, possivelmente devido a nenhuma oferta de novos títulos das principais séries produzidas por estúdios internos da Sony durante o próximo ano fiscal (período que tem início em 1 de abril de 2024 e termina em 31 de março de 2025), “esperamos uma ligeira queda nas receitas dos softwares first-party".

Em relação aos títulos de outras produtoras, o executivo afirmou que “presumimos que as vendas dos softwares third-party continuarão expandindo gradualmente por conta da expansão da base instalada do PlayStation 5 e de um maior nível de engajamento dos usuários”. Continuando a comentar sobre o PS5, o presidente divulgou que, parcialmente devido ao console entrar na última metade do seu ciclo de vida, “esperamos uma redução gradual das unidades vendidas a partir do próximo ano fiscal”.

Mesmo as previsões da companhia para o futuro não sendo muito positivas, o CEO compartilhou que, desde que assumiu o cargo em outubro de 2023, visitou os estúdios da Sony e encontrou “pessoas muito motivadas e criativas”, mas comentou acreditar que “existe espaço para melhorias”, como a evolução da gestão dos recursos financeiros ou do cronograma nas produções. Para atingir esses objetivos, ele garantiu que seguirá dialogando com os funcionários para “encontrar a melhor forma de proceder”.

Fonte: Gematsu

Apaixonado por games e tudo que envolva cultura pop.


Disqus
Facebook
Google