The Bustling World, RPG de mundo aberto, é anunciado para PC

Com visual baseado em pinturas chinesas, cultivar plantas, formar gangues e conquistar territórios serão algumas das variadas mecânicas do jogo.


O estúdio FireWo Games anunciou o RPG de mundo aberto The Bustling World para PC (via Steam). Prometendo ampla liberdade, a companhia revelou que será possível seguir diferentes estilos de vida nesse título ambientado na China Antiga, desde uma existência pacífica com uma carreira formal e uma família, passando por encarar uma jornada repleta de ação como caçador de recompensas ou criminoso, até ser um importante governante, estabelecendo seu próprio regime ou invadindo outros territórios.


Em relação ao estilo de vida mais tranquilo, The Bustling World permitirá que os jogadores acumulem dinheiro não somente por meio de diferentes trabalhos, como cultivar plantas, cozinhar e minerar, mas também construindo e administrando seus próprios estabelecimentos, incluindo hotéis, bancos e diversas lojas. Entre uma ocupação e outra, haverá várias opções de lazer, com um jogo de cartas, corridas de cavalo e disputas de artes marciais sendo algumas das atividades extras.

Já para quem preferir seguir o caminho da marginalidade, o RPG oferecerá a opção de roubar e saquear diferentes NPCs, bem como fazer parte de diversas gangues escondidas no subsolo de cassinos, bancos secretos e muitos outros locais. Dependendo de qual for a escolhida pelo jogador, será possível aprender habilidades misteriosas, conhecer informações secretas e vender produtos roubados. 

Caso o crime seja descoberto, contudo, é possível que o governante decida colocar o personagem como “procurado”, o que poderá atrair a atenção de aventureiros em busca de recompensas. Deixando o jogador com a opção de permanecer no local, mas tendo que estar sempre atento para escapar dos perseguidores; fugir para uma área na qual não é procurado ou então invadir o escritório do governo para subornar os oficiais e pôr fim aos seus registros criminais.

Falando nos aventureiros e no governante, essas serão as outras duas opções de vida disponíveis em The Bustling World. Sendo que a primeira colocará o jogador para encontrar 18 tipos de armas e descobrir os segredos das artes marciais, que levarão a uma jornada repleta de ação através de lutas contra feras selvagens, exploração de cavernas, templos e ruínas e a já mencionada possibilidade de ser um caçador de recompensas, caçando bandidos e fugitivos. 

O cargo de governante, por sua vez, permitirá evoluir uma região com leis que aperfeiçoem o exército, a economia, a cultura e muitas outras áreas. Obtido após estabelecer um regime em uma porção de terra livre ou invadir um território já governado, esse estilo de vida também possibilitará que o jogador construa casas ou designe áreas para NPCs morarem, bem como interaja com outras regiões em conversas de paz, alianças e várias outras tratativas, que, caso não resultem, poderão levar a guerras.

Fora essas possibilidades, a desenvolvedora chinesa FireWo Games prometeu que os personagens e as áreas do mundo de The Bustling World agirão de acordo com as ações do jogador, afirmando que “toda nova experiência de jogo será única”. Unicidade que também pode ser notada pelo estilo visual inspirado nas pinturas chinesas que estará presente no RPG e que os jogadores poderão comprovar quando o título for lançado, o que está previsto para ocorrer durante o 4º trimestre de 2024.

Enquanto não fica disponível, é possível acompanhar o desenvolvimento do game por meio da sua página no Kickstarter, site de financiamento coletivo onde o estúdio lançou uma campanha procurando obter 80 mil dólares (aproximadamente 390 mil reais) até o próximo dia 12 de fevereiro, bem como estipulou diferentes metas estendidas que, caso sejam alcançadas, ampliarão o escopo e o alcance do título, incluindo a adição do multiplayer e das versões para PlayStation e Xbox.

Fonte: Gematsu 

Um estudante de jornalismo que é apaixonado por games e tudo que envolva cultura pop em geral.


Disqus
Facebook
Google