Genshin Impact (Multi): três anos de aventuras em Teyvat

Mesmo após o seu terceiro aniversário, o título da miHoYo permanece em constante evolução.

No dia 28 de setembro, Genshin Impact celebrou seu terceiro aniversário, marcando mais um ano de uma jornada repleta de boas experiências no deslumbrante mundo de Teyvat. Durante esse período, inúmeras atualizações foram incorporadas, enriquecendo ainda mais o vasto conteúdo do jogo, que já era impressionante desde seu lançamento.

No entanto, a desenvolvedora miHoYo e seu título de destaque vislumbram um futuro promissor, com algumas adições empolgantes já conhecidas pelo público. Neste contexto, este incrível universo promete permanecer conosco por um longo período. 

Semelhanças que desvelam originalidade

Desde as primeiras imagens e informações divulgadas, Genshin Impact atraiu a atenção das pessoas, em parte devido às semelhanças em cores, visuais e algumas mecânicas de exploração com The Legend of Zelda: Breath of the Wild, notadamente seu vasto mundo aberto e as asas planadoras. No entanto, uma imersão no jogo revela uma proposta totalmente única.

Entre os muitos méritos, o título da miHoYo se destaca pela sinergia dos elementos, alcançada por meio de grupos formados por quatro personagens distintos. Ao combinar indivíduos com elementos idênticos ou diferentes, os jogadores têm à sua disposição inúmeras composições de equipes para enfrentar batalhas extremamente dinâmicas, que exigem habilidade e compreensão das capacidades de cada herói.

Portanto, o cerne de Genshin Impact reside nos confrontos, enquanto o vasto mundo aberto oferece recompensas aos exploradores, permitindo-lhes adquirir novos personagens e fortalecê-los, enriquecendo ainda mais as opções táticas disponíveis.

Atualizações primorosas e constantes

Desde seu lançamento, Genshin Impact recebe atualizações mensais menores e uma grande atualização anual. Esses updates maiores não apenas expandem a história principal, mas também introduzem novas nações, enriquecendo a experiência de exploração e de batalha. Cada região venera algum deus que, além de ser um personagem jogável, representa um conceito específico.

No primeiro ano, os jogadores puderam visitar dois países: Mondstadt e Liyue. O primeiro venera Barbatos, o Arconte Anemo e símbolo da liberdade, conhecido como Venti em sua forma disfarçada; Liyue, por outro lado, adora Morax, o Arconte Geo e representante dos contratos, que aparece como Zhongli em sua forma humana.

Se o jogo já iniciou com personagens formidáveis como Diluc, Jean, Mona, Keqing, Amber, Ningguang, a maluquinha Fischl e as adoráveis Klee e Qiqi, as atualizações que aconteceram entre a primeira e a segunda versões mantiveram a régua alta e trouxeram mais figuras incríveis, como Hutao, Xiao, Ganyu, Childe e Yanfei.

A versão 2.0 trouxe a região de Inazuma, governada com mão de ferro pela imponente Shogun Raiden, Arconte Electro e ícone da eternidade. Essa edição destacou-se com sua narrativa cativante ao explorar a dor da perda, além da introdução de mais indivíduos fascinantes, como os irmãos Kamisato, Ayaka e Ayato, além de Yoimiya, Kokomi, Yae Miko e, é claro, Shogun.

Na terceira grande atualização, a área de Sumeru foi acionada e recebeu críticas por seu ritmo mais lento na narrativa e pela introdução de heróis menos impactantes do que os das versões anteriores. Contudo, Sumeru ofereceu uma exploração muito agradável, com belas regiões florestais e vastos desertos. Este país reverência a Lorde Menor Kusanali, a Arconte Dendro e símbolo da sabedoria, também conhecida como Nahida.

Foi nesse update que personagens do elemento Dendro foram introduzidos, enriquecendo ainda mais as mecânicas de combate com novas reações elementais. Destacam-se a Arconte Nahida e a dançarina Nilou, que trouxeram estilos de jogo únicos. Além delas, Dehya e Tighnari foram adições interessantes, disponibilizadas no banner do mochileiro.

Finalmente, em agosto deste ano, Genshin Impact apresentou a nação de Fontaine, que adora Focalors, a Arconte Hydro e representante da justiça, conhecida também como Furina. Além de introduzir uma nova região explorável, esta versão inovou ao incluir a mecânica de mergulho. O interessante é que o novo sistema não se limita a permitir que os jogadores entrem na água, mas oferece áreas inteiramente subaquáticas com suas próprias mecânicas de locomoção, combate e resolução de quebra-cabeças.

Ainda estamos no início desta edição, mas heróis interessantes já foram apresentados, como os irmãos Lyney e Lynette, bem como Wriothesley e Furina, que em breve estarão disponíveis como jogáveis. Este update também trouxe uma interessante mecânica de combate que fornece bônus ao jogador à medida que sua vida diminui; dessa forma, jogar perigosamente com a saúde baixa se tornou mais uma tática de batalha.

Através dessas atualizações frequentes, Genshin Impact não apenas expande sua história e introduz novas regiões para explorar, mas também traz novos sistemas de interações com os elementos no mundo, indivíduos com habilidades diversas e artefatos e armas que enriquecem as estratégias de combate.

Embora a trama principal siga o protagonista em busca de sua irmã (ou vice-versa, dependendo da escolha inicial do jogador), o mundo de Teyvat possui uma rica lore que ultrapassa o enredo principal. Cada personagem no jogo é carismático e tem sua própria personalidade e história explorável por meio de missões, tanto principais quanto opcionais, e eventos.

Afinal, quem não se lembra do segundo Arquipélago da Maçã Dourada e a incrível apresentação do passado das divertidas Mona e Fischl? Ou ainda do evento Acariciar gentilmente a lua, que nos mostrou que Guoba, a mascote de Xiangling, é muito mais do que um ursinho comilão?

Indiscutivelmente, Genshin Impact é um jogo em constante evolução e mudança. Com duas novas nações para serem lançadas, juntamente com personagens e mecânicas adicionais que certamente chegarão com elas, o título tem tudo para permanecer surpreendendo e cativando seus jogadores por um bom tempo.

Um gacha com frustração reduzida

Essencialmente, Genshin Impact é um jogo de gacha, no qual novos heróis e armas podem ser obtidos usando recursos adquiridos com dinheiro real. No entanto, o título se diferencia da maioria das obras dessa espécie, evitando a frustração das pessoas que não desejam gastar dinheiro.

Um aspecto fundamental para isso é a ausência de um modo PvP. Como os jogadores não competem entre si, não há risco de sermos derrotados por alguém que tenha investido mais dinheiro, como é comum em muitos títulos online (quem se aventurou nos antigos jogos trazidos ao Brasil pela Level Up sabe bem do que estou falando). Em vez disso, os jogadores podem colaborar como aliados, seja em domínios, eventos ou na exploração do mapa; além disso, Genshin apresenta eventos e sistemas competitivos que não envolvem combate direto, como o divertido esconde-esconde ou as batalhas de cartas.

Outra característica crucial para beneficiar os jogadores free-to-play é a possibilidade de adquirir novos indivíduos usando recursos obtidos no próprio jogo. Neste sentido, Genshin Impact utiliza sistemas de Pity e Garantia, que asseguram a obtenção de heróis de maior raridade após um número determinado de tentativas. 

Além disso, os eventos semanais, as missões principais, opcionais e diárias e o vasto mundo explorável oferecem recursos suficientes para que os jogadores dedicados adquiram as figuras desejadas. Como exemplo pessoal, mesmo sem comprar gemas, atualmente possuo 18 personagens dos 34 de cinco estrelas disponíveis (desconsiderando os protagonistas e a Aloy), enquanto minha esposa, que dedica um pouco mais de tempo, possui 23 deles, isso sem mencionar armas também de maior raridade e constelações. Já dos 36 de quatro estrelas disponíveis, ambos possuímos 33.

Portanto, não é necessário gastar dinheiro para adquirir os indivíduos favoritos. Para isso, basta jogar, participando dos eventos, progredindo nas missões e explorando o vasto mundo de Teyvat. Fazendo isso e guardando as gemas para os banners buscados, o Pity e Garantia se encarregam do restante. Também vale destacar que, mesmo com a constante introdução de novos heróis, nenhum antigo fica inutilizado, uma vez que os benefícios concedidos no Abismo mudam periodicamente. 

Assim, nem mesmo o principal desafio presente no jogo, o Abismo, se torna frustrante, uma vez que ele é acessível e passível de ser vencido por qualquer jogador, mesmo que seja totalmente free-to-play. O último andar é, sem dúvida, altamente desafiador, mas o conhecimento prévio dos inimigos e das habilidades dos próprios personagens possibilita a sua superação, até mesmo utilizando os de quatro estrelas.

Os próximos passos

Sabemos que, nos próximos anos, Genshin Impact receberá as nações que veneram os Arcontes Pyro e Cryo. Com esses países, podemos esperar a costumeira introdução de novos personagens, artefatos, mecânicas de exploração e regiões. A promessa de uma versão para o Nintendo Switch parece distante, apesar da intenção declarada pelos desenvolvedores. No entanto, ainda não houve um anúncio de cancelamento, então resta-nos aguardar com expectativa, pois o número de jogadores aumentaria ainda mais.

Desde seu lançamento, a miHoYo fez um excelente trabalho ao localizar todo o jogo para o nosso idioma. A adição de dublagem em português também seria um acréscimo incrível, embora atualmente pareça improvável.

Outra mecânica frequentemente discutida e desejada pela comunidade é a possibilidade de pular alguns diálogos, permitindo que os jogadores ignorem certas conversas menos relevantes, como as de alguns eventos que não exploram personagens e determinadas missões opcionais.

Além desses aspectos, Genshin Impact possui um anime em produção, cuja data de estreia ainda não foi anunciada. Além disso, a miHoYo lançou um novo jogo recentemente, o Honkai: Star Rail, e está desenvolvendo outro, o Zenless Zone Zero. Nesse sentido, precisamos elogiar o fato de que, mesmo com novas produções em andamento, Genshin, e até mesmo o mais antigo Honkai Impact 3rd, continuam recebendo o mesmo cuidado e carinho dos desenvolvedores.

Ad Astra Abyssosque!

O trabalho da miHoYo é, certamente, um exemplo para muitas desenvolvedoras tradicionais, que nos trazem jogos sem a devida otimização já pensando no próximo lançamento, matando qualquer chance de longevidade para suas obras. Ou então, quando criam atualizações, obrigam o jogador a gastar mais dinheiro com conteúdos que deveriam estar presentes desde o princípio.

Genshin Impact não é apenas um mero jogo gratuito e vai muito além de um simples gacha: é uma experiência em constante evolução, um universo cativante repleto de histórias fascinantes e desafios envolventes. Com seu compromisso contínuo com a inovação e a qualidade, além de seu respeito com o tempo investido pelos jogadores, mesmo com os que não gastam dinheiro real, o título promete permanecer ao nosso lado, proporcionando aventuras inesquecíveis em Teyvat por muitos anos vindouros.

Revisão: Juliana Paiva Zapparoli

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.