Jogamos

Análise: A Castle Full of Cats (Multi) oferece diversão casual na busca por centenas de gatos escondidos

Salve animais abandonados por um humano em um castelo amaldiçoado.


Todas as semanas, vemos uma enxurrada de novos jogos chegando às prateleiras virtuais. Muitos são baratos e simples, o que pode ser um indicador de baixa qualidade ou, no caso inverso, apenas de produção humilde, mas honesta e, talvez, até digna de elogios.

A Castle Full of Cats entra nessa última categoria. Agradável, fofo e acessível, é um título muito simples, composto principalmente de desenhos estáticos em uma experiência no gênero objetos escondidos que dura um punhado de horas. Ao ver o trailer, logo decidi comprá-lo, pois é muito clara a sinceridade e o amor com que o projeto foi elaborado e executado para ser, de fato, um jogo que proporcione apreciação, relaxamento e diversão descompromissada. E gatos. Centenas de gatos.



Catvania?

O estúdio Devcat cria jogos para ajudar a financiar o cuidado com os gatos que resgataram e também contribuir com abrigos para os bichanos. Com efeito, a temática de A Castle Full of Cats é diretamente voltada ao incentivo à adoção de animais e ao combate do abandono.

Disso vem a história, na qual a protagonista, Lily, vai até o castelo onde um feiticeiro humano deixou para trás seus felinos enfeitiçados. Ela procura seu amado desaparecido, Fofiño, e salvará muitos outros, restaurando suas verdadeiras formas. Para desbravar o castelo, ela precisará encontrar alguns NPCs que têm algo a dizer sobre a situação em que se encontram.




Como a moda é brincar com nomes de gêneros, o game é descrito como um “catvania” para indicar sua inspiração em metroidvania, mesmo sem realmente pertencer ao gênero (Gato Roboto se encaixa melhor na definição). De fato, a estrutura mostra essa influência: há um grande castelo formado por várias salas que vão gradativamente se tornando acessíveis e interconectadas.

O castelo tem vários aposentos, do salão e do cemitério à cozinha e à masmorra. Em cada um, há uma quantidade de gatos escondidos, com a maioria já presente no desenho do local e outros bem ocultos atrás ou dentro de objetos. Podemos dar zoom na tela para procurar melhor e, ao encontrar, marcá-los com o cursor.



Em muitos momentos, você varrerá os cenários com inúmeros cliques, o que é um misto de busca minuciosa e tentativas aleatórias. Existe uma ferramenta reveladora que ajuda a encontrar os bichos mais secretos, mas, como só localiza um gato por vez e depende de tempo de recarga, não é voltada a entregar tudo de bandeja — o que entraria em contradição com o objetivo maior de um jogo de objetos escondidos: a procura.

Como eu já disse, são centenas de gatos para encontrar, mais de 500, segundo a descrição do jogo. Enquanto vasculha em busca dos peludos, encontre também algumas chaves e itens necessários para abrir portas, baús trancados ou resolver problemas dos NPCats. Também não podemos esquecer as referências espalhadas por aí: a própria capa tem Lily vestida como Richter Belmont, um dos protagonistas da série Castlevania. Minha favorita foi a da imagem abaixo.




O jogo durará de acordo com sua visão afiada e, para quem gosta de caçar troféus, há aqui uma boa opção para “platinar”: é fácil, mas não sem propósito. As conquistas são coerentes, todas voltadas à ideia central de encontrar coisas. Encontre todos os gatos de uma sala; troféu. Entregue um item solicitado; troféu. Revele um atalho secreto; troféu. Quem se dedicar a algumas horinhas em um castelo cheio de gatos chegará à recompensa virtual que indica que tudo o que estava perdido foi encontrado.

Tranquilo como um afago

A Castle Full of Cats é um jogo de objetos escondidos simpático e cativante. A humilde produção é compensada pelo design que atende ao prazer genuíno de vasculhar cenários, achar centenas de gatinhos e os muitos segredos de um castelo de portas trancadas. Se mesmo eu, que não tenho afinidade com pets e não me interesso por vídeos de animais engraçadinhos, aproveitei o clima divertido, relaxante e afetuoso dessa fábula sobre resgatar e cuidar de gatos, os amantes dos felinos têm tudo para curtir o jogo até o fim.



Prós

  • O tema faz defesa singela e honesta da proteção aos animais domésticos;
  • Procurar os gatos é uma atividade relaxante e, para quem quer encontrar tudo, um pouco desafiadora;
  • Os cenários detalhados fornecem bons esconderijos para os bichos;
  • As muitas centenas de coisas escondidas para encontrar e a estrutura interconectada não-linear dão mais sabor à progressão da campanha;
  • Amantes de gatos, em especial, acharão o jogo caloroso e atraente;
  • Preço acessível, condizente com a simplicidade da obra.

Contras

  • A produção poderia contar com mais animações simples para dar vida ao castelo e animais;
  • Quando falta pouco a encontrar, a saída acaba sendo clicar a esmo, substituindo atenção por aleatoriedade.
A Castle Full of Cats - PS4/PS5/XBO/XSX/PC/Switch - Nota: 8.0
Versão utilizada para análise: PS5
Revisão: Juliana Paiva Zaparolli
Análise produzida com cópia digital adquirida pelo redator

Admiro videogame como uma mídia de vasto potencial criativo, artístico e humano. Jogo com os filhos pequenos e a esposa; também adoro metroidvanias, souls e jogos que me surpreendam e cativem, uma satisfação que costumo encontrar nos indies.
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.