Jogamos

Análise: Magical Drop VI (PC/Switch) é um colorido e dinâmico puzzle competitivo

Junte esferas para derrotar os oponentes no retorno deste clássico.


Em Magical Drop VI, personificações das cartas de tarô se enfrentam em combates de puzzles. O novo título da clássica franquia clássica tem como característica mais marcante a ação intensa, com embates frenéticos e imprevisíveis. Além da atmosfera colorida, o jogo conta também com inúmeros modos e até mesmo confrontos online. Mas, mesmo assim, a sensação é de que tudo é básico demais.

Correndo para trocar bolinhas de lugar

Combinar três ou mais esferas da mesma cor está no centro da jogabilidade de Magical Drop VI. O diferencial aqui é a maneira de fazer isso: controlamos um arlequim que puxa as bolinhas grudadas no teto para lançá-las novamente em outra coluna. Quando uma pilha de três é formada, todos os orbes próximos da mesma cor desaparecem. Com um pouco de planejamento, é possível encadear combinações, o que lança peças para o oponente.


É impressionante como um conceito tão simples cria batalhas tão frenéticas. As partidas são de ritmo acelerado, com peças surgindo o tempo todo, forçando o jogador a se mover constantemente. No começo, tive muita dificuldade em acompanhar a ação, pois os oponentes controlados pela IA não dão trégua, mas logo peguei o jeito e consegui fazer combos impressionantes. Ao contrário de outros títulos do gênero, Magical Drop VI prioriza a velocidade: as minhas melhores sequências foram resultado de agir rápido em vez de planejar cuidadosamente os movimentos.

A série Magical Drop tem uma legião fiel de jogadores, que já estão acostumados com as partidas intensas. O sexto título, infelizmente, não é nada amigável para novatos. O motivo disso é a dificuldade desbalanceada: a IA é extremamente agressiva e é difícil derrotá-la sem técnica. O jogo até conta com três níveis de desafio, mas isso só muda a complexidade dos padrões de peças. Com o tempo e muita insistência eu melhorei e fui capaz de ir mais longe, mas uma curva de desafio mais suave seria bem-vinda.



Perdendo-se em puzzles, batalhas e histórias

Magical Drop VI explora as suas mecânicas de puzzle em vários modos de jogo. No Story, acompanhamos os personagens em eventos diversos, como batalhas e puzzles leves, em um tabuleiro com múltiplos caminhos e diferentes finais. As atividades fora das batalhas não são lá grandes coisas, o que torna o modo um pouco mais cansativo do que deveria. Confesso que não me interessei pela trama e pelos diálogos, mas provavelmente fãs de longa data vão apreciar. Fora isso, há os modos puzzle, arcade, sobrevivência e uma modalidade de tabuleiro. Só prepare-se para o grind: desbloquear o conteúdo exige dedicação, pois as condições são exigentes.


Já no campo do multiplayer, podemos aproveitar partidas locais e online para dois jogadores. Além de vários personagens, essa modalidade tem três possibilidades de condição de vitória (combate normal, por tempo e por peças), o que traz diversidade. O modo online até funciona, mas é extremamente básico: não é possível criar salas de espera ou convidar amigos e não há recurso para encontrar oponentes do nosso nível.

A atmosfera colorida e leve característica da série está de volta no sexto jogo. O visual é elaborado, em especial as ilustrações dos vários personagens das cartas de tarô, que esbanjam personalidade. No entanto, a interface é um pouco estranha, contando com transições abruptas e algumas decisões questionáveis, como sempre voltar para a tela título após perder uma partida.



Uma mágica simples e encantadora

Magical Drop VI usa agilidade e dinamismo para criar um puzzle agradável. Coletar e lançar esferas é intuitivo, e os combos e o ritmo frenético tornam as partidas empolgantes. Além da atmosfera colorida e carismática, o jogo conta com modos variados e embates online, o que pode entreter por um bom tempo. Mesmo assim, faltou polimento em algumas áreas, como no balanceamento da dificuldade e nos recursos das partidas online. No mais, amantes de puzzles rápidos e competitivos vão apreciar Magical Drop VI.

Prós

  • Mecânicas de puzzle ágeis e fáceis de entender;
  • Muitos modos de jogo para explorar;
  • Visual colorido agradável.

Contras

  • Dificuldade desbalanceada;
  • Simplicidade geral nos modos, como o online;
  • Interface com alguns problemas.
Magical Drop VI — PC/Switch — Nota: 7.0
Versão utilizada para análise: PC
Revisão: Thais Santos
Análise produzida com cópia digital cedida pela Forever Entertainment

é brasiliense e gosta de explorar games indie e títulos obscuros. Fã de Yoko Shimomura, Yuzo Koshiro e Masashi Hamauzu, é apreciador de roguelikes, game music, fotografia e livros. Pode ser encontrado no seu blog pessoal e nas redes sociais por meio do nick FaruSantos.
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.