Tactics Ogre: Reborn tem data de lançamento e outros detalhes vazados na PSDeals

O título deve chegar dia 11 de novembro e será uma versão remasterizada de Tactics Ogre de PSP com consideráveis melhorias audiovisuais e de gameplay.


Há algum tempo houve um vazamento de uma ilustração de Tactics Ogre: Reborn e algumas informações sobre esse título da Square Enix que remonta a uma das mais importantes IPs de RPG tático dos videogames, a qual não tem recebido nenhum jogo desde o remaster de Tactics Ogre: Let Us Cling Together para PSP em 2010. E agora mais um vazamento, via PSDeals, indica que esse jogo pode ser lançado ainda dia 11 de novembro desse ano, e a fonte ainda nos fornece algumas imagens do jogo e detalhes de melhorias.


Presumivelmente, o Tactics Ogre: Reborn sairá para PS4/PS5 em novembro, mas não temos confirmação da Square Enix, e também não foram divulgadas outras possíveis plataformas. Apesar dos vazamentos, a Square Enix tem evitado comentar a respeito e não divulgou ainda nenhum trailer de lançamento para o jogo. Possivelmente isso tem a ver com o fato de sua atenção estar voltada para outros títulos no momento.


A agenda da Square Enix, vale lembrar, está repleta de RPGs (alguns dos quais, TRPGs) aguardados por seus fãs para a segunda metade deste ano, como Valkyrie Elysium, remake de Front Mission, uma nova entrada para Star Ocean, alguns spin-offs, como Dragon Quest Treasures e Octopath Traveler: Champions of the Continent, e novas IPs, como The DioField Chronicle. Ao mesmo tempo, a empresa vem de uma série de recentes lançamentos que ainda precisam de publicidade de vendas, tanto no caso de novas IPs como Triangle Strategy, quanto spin-offs, como Stranger of Paradise: Final Fantasy Origin, e mesmo remasters e remakes, como Chrono Cross e o recente Live A Live.

De qualquer modo, já temos informações à mão para adiantar. Em primeiro lugar, havia dúvidas sobre se "Reborn" indicava uma sequência de Tactics Ogre (subsérie da série Ogre) ou se indicava um remaster e/ou remake expandido de Tactics Ogre: Let Us Cling Together. A dúvida vinha do fato de que Tactics Ogre nunca recebeu um novo subtítulo, os ports e remasters para Sega Saturn, PS e PSP mantiveram o mesmo subtítulo desde seu lançamento no SFC.


Contudo, parece que se trata de outra remasterização, e não muito mais do que isso, de modo que ainda não sabemos ao certo o porquê da mudança para "Reborn". Essa mudança de nome se torna mais estranha também por um segundo fator: os jogos principais das séries Ogre e Tactics Ogre, criadas por Yasumi Matsuno, carregam sempre em seus subtítulos homenagens a canções da banda Queen, enquanto que "Reborn" não parece remeter a nenhuma.

De qualquer forma, em sendo uma remasterização, podemos esperar melhorias em audiovisual e em qualidade de vida. A PSDeals nos apresenta algumas descrições dessa nova versão e também forneceu capturas de tela que mostram maior resolução, imagens de fundo desfocadas no lugar do simples gradiente de cor da versão de PSP entre outras melhorias. Abaixo a descrição traduzida:
Tactics Ogre, a joia da coroa do gênero de RPG tático, renasce (reborn)!

Baseado no lançamento de 2010, o jogo apresenta gráficos e som aprimorados, bem como um design de jogo atualizado, dando vida a um novo Tactics Ogre que permanece fiel às suas raízes.

Funcionalidades do jogo
  • Um jogo de RPG tático retratando a luta pelo controle das Ilhas Valerianas.
  • Suas escolhas afetam como a história se desenrola e até mesmo como ela termina, com um sistema de jogo que permite vários caminhos pelo jogo e vários finais. A história se passa através dos olhos de um jovem chamado Denam. As decisões que ele toma irão alterar o destino daqueles ao seu redor e mudar o curso da história de Valeria.
  • Lute em batalhas táticas em campos de batalha tridimensionais. A IA completamente renovada permite que os inimigos adaptem suas táticas à situação, fornecendo um sistema de batalha que sempre mantém você pensando e nunca envelhece.
  • O sistema de gerenciamento de nível de classe usado em Tactics Ogre (2010) mudou para um sistema de nível de unidade por unidade. Crie seu caminho através de infinitas combinações de classes, equipamentos, habilidades e magia.
  • Desfrute de inúmeras melhorias na jogabilidade, como um ritmo de batalha mais rápido, salvamento automático e uma revisão completa dos controles e da interface do usuário para facilitar a entrada no jogo do que nunca.
  • Os detalhes incomparáveis ​​dos personagens e cenários do Tactics Ogre original (1995) foram cuidadosamente recriados em alta definição.
  • As cenas são totalmente dubladas em inglês e japonês, e todas as músicas foram regravadas com apresentações ao vivo! As vozes dão nova vida às motivações complexas dos personagens que compõem as facções e alianças políticas inconstantes desta história épica.
  • Quando você avançar o suficiente no jogo, você desbloqueará o World Tarot, permitindo que você viaje de volta na história com o poder de suas forças intacto; um recurso incrivelmente útil em um jogo onde suas escolhas têm um impacto tão grande em como a história se desenrola. Se você se pergunta no que uma escolha diferente teria levado, agora você pode descobrir!
  • A viagem de volta não se limita à história; o Chariot Tarot permite retroceder até um certo número de movimentos durante a batalha. Em um jogo de batalhas táticas onde um único erro pode significar a diferença entre a vitória e a derrota, você pode jogar sem se preocupar em ficar encurralado.
  • Desfrute de um rico conteúdo pós-game, como o Palácio dos Mortos de 100 níveis.

Para aqueles que não conhecem essa franquia, essa parece ser a melhor entrada para vivenciar de forma dramática (com dublagem e maior qualidade sonora) e mais acessível (em termos de gameplay tático) o tom sério e profundo do estilo de trama política de Yasumi Matsuno. O estilo de game design de Matsuno em geral (incluindo seus sistemas de batalha originais e complexos e as artes ambiciosas e sérias) é bastante cultuado por desenvolvedores e entusiatas de RPG e jogos táticos, entre os quais Naoki Yoshida (diretor de Final Fantasy XIV e XVI).

Convém lembrar que há inspirações expressamente declaradas em Final Fantasy XIV: Shadowbringers de Tactics Ogre: Let Us Cling Together, que é o jogo favorito de Yoshida e também de outros desenvolvedores notáveis que passaram pela Square Enix. Hironobu Sakaguchi (criador e recorrente diretor/produtor da série Final Fantasy), por exemplo, é outro grande fã dos jogos de Matsuno, e tem como seu provável jogo favorito o Ogre Battle, como comentado em entrevista em 2021.


Vale observar que Tactics Ogre possui um gameplay com muitas escolhas de design que influenciaram Final Fantasy Tactics e outros títulos de TRPG, de modo que, em retrospecto, seu design não estranhará muito aos jogadores modernos desse gênero. Ao mesmo tempo, Tactics Ogre: Reborn pode satisfazer ao menos em parte também aos fãs fiéis da série Ogre, devido à preservação da belíssima pixel arte original e a mecanismos como o "Chariot Tarot", que permitirá voltar na história para experimentar variações na narrativa não-linear com maior facilidade. Agora cabe esperarmos pela confirmação das informações apresentadas e por mais detalhes sobre otimização, preço e possíveis outras plataformas de lançamento.

Fonte: PSDeals

Doutorando em Filosofia que passa seu tempo livre com piano, livros e jogos (principalmente JRPGs). No Twitter, também conhecido como Vivi. Interessa-se especialmente por produções de maior apelo artístico e/ou narrativo e mecânicas de puzzle, stealth, estratégia e RPG. Seu histórico de análises pode ser conferido no OpenCritic; suas reflexões sobre a arte e a ciência dos jogos, em thegamelogicist.medium.com e na SUPERJUMP (ambos em inglês), ou em seu podcast: MetaQuestCast.


Disqus
Facebook
Google