Blast Test

Impressões: MultiVersus (Multi) é uma colisão de mundos divertida e promissora

Experimentamos o brawler que choca os universos da Warner Bros. e contamos para você o que esperar dele.


Anunciado em novembro de 2021, MultiVersus é um brawler multiplayer cuja proposta é trazer os principais personagens da Warner Bros. para uma sessão pancadaria ao bom e velho estilo já difundido pela série Super Smash Bros, da Nintendo. A ideia é colocar nomes icônicos como Superman, Batman, Pernalonga, Salsicha, Finn, Jake e muitos outros trocando tapas, socos, pontapés, tortas na cara, cofres na cabeça, golpes de espada e muito mais para saber quem é o mais forte de todos.

De 19 a 27 de maio de 2022, foi realizado um teste Alfa fechado para usuários que se inscreveram no site oficial do jogo e que tinham interesse em experimentar o game. O título já passou por vários testes, todos no PC via Steam. O mais recente aconteceu no fim de fevereiro deste ano. Desta vez os jogadores que se inscreveram no site de MultiVersus puderam experimentar pela primeira vez o game rodando em diferentes plataformas. No caso, todas as que o game será disponibilizado ainda este ano: PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X e PC.


Durante o período, tive a oportunidade de jogar e conhecer um pouco mais do que o game terá para oferecer quando for lançado. Lembrando que ele será totalmente gratuito para jogar e contará com cross-play entre as cinco plataformas. Vamos ver como foi essa passagem por este verdadeiro multiverso da loucura.

Os fundamentos do multiverso

Se você já teve contato com o game da Nintendo, a forma mais fácil de definir MultiVersus pode ser descrita como o “Smash Bros. da Warner”. Os fundamentos do jogo são os mesmos para este e outros games do gênero disponibilizados ao longo dos anos. O objetivo do jogo é causar um acúmulo de dano no oponente, o que o deixa suscetível a ser lançado para fora da arena com mais facilidade.

Cada personagem conta com seu arsenal único de habilidades e técnicas que o permitem atacar os adversários e auxiliar seus companheiros por meio de vantagens durante as lutas. O elenco disponível durante este Alfa foi composto por 15 lutadores:
  • Salsicha e Velma (Scooby-Doo);
  • Steven e Garnet (Steven Universo);
  • Arlequina, Batman, Mulher Maravilha e Superman (DC);
  • Arya Stark (Game of Thrones);
  • Finn e Jake (Hora de Aventura);
  • Pernalonga e Taz (Looney Tunes)
  • Tom & Jerry;
  • Cachorrena (personagem original).

Cada lutador pertence a uma classe que determina seu estilo de jogo, algo que ajuda o jogador na decisão da escolha de seu personagem. Arya e Batman são Assassinos, com movimentos e ataques ágeis que podem causar bastante dano ao conectar golpes; Pernalonga e Tom & Jerry são Magos, uma classe cuja característica principal é a inserção de itens no cenário como armadilhas ou barreiras e o lançamento de objetos que podem ser usados pelos aliados no ataque aos oponentes.

Mulher Maravilha e Superman são Tanques, que podem aguentar um pouco mais de dano dos oponentes enquanto desferem seus fulminantes golpes para conseguir causar bastante dano de uma só vez contra eles. Salsicha e Garnet são Pugilistas, uma classe básica que enfatiza o ataque, e é a mais recomendada para novatos no jogo. Por fim, temos os personagens de Apoio, como o Steven e a Cachorrena, que se destacam por suas habilidades para auxiliar os companheiros na arena, como evitar que caiam nos buracos ou a criação de barreiras de proteção temporárias para protegê-los.

Com diversas opções para escolher, fica a critério do jogador escolher o estilo que mais se adequa ao seu modo de jogar e se dedicar para fortalecer seu personagem. À medida que jogamos com cada lutador, pontos de experiência são obtidos e seu nível de domínio aumenta. Conforme um lutador se fortalece, o jogador começa a desbloquear vantagens, um aspecto importante na proposta de MultiVersus, que é a do jogo em equipe.


As vantagens são divididas em três categorias: ataque, defesa e apoio. Conforme determinado personagem sobre de nível, ele as obtém para que possam ser equipadas antes de cada batalha. O “pulo do gato” está na influência que eles proporcionam, pois são vantagens aplicadas tanto para o jogador que a equipou quanto para o aliado que está na arena com ele. Como um dos principais modos de jogo é o de batalha em equipes 2v2, se os dois membros da dupla equiparem a mesma vantagem, além de favorecer os dois jogadores, ela é potencializada.

Como exemplo temos a vantagem Bola de Neve, da imagem a seguir. Quando equipada, ela oferece um bônus de dano de 7% ao lutar contra o oponente que mais causa dano da equipe adversária. Caso meu aliado também equipe esta mesma vantagem, o bônus aumenta para 15%. Antes de uma partida é possível identificar quais vantagens o aliado está usando para selecionar as que mais vão favorecer sua equipe, seja escolhendo as mesmas para ter um grande buff de status, ou então outras para deixar sua equipe mais versátil e preparada.


Dentro das vantagens, cada lutador conta ainda com vantagens denominadas únicas, que só afetam a si próprio. Essas modificações servem para amplificar ou modificar a mecânica de algum movimento especial ou habilidade, deixando-o com um jeito mais único de jogar. Elas também são obtidas ao elevar o nível de domínio de cada lutador.

Além do modo em equipes, o principal e mais popular do jogo, é possível jogar partidas 1v1 contra outros jogadores localmente ou pela internet, ou em partidas de quatro participantes em um modo Contra Todos, ou seja, cada um por si e salve-se quem puder!

No fim de cada partida, o jogador é premiado com pontos de experiência que elevam o nível dos lutadores, além de pontos para o Passe de Batalha, que liberam novos itens para serem equipados tanto no perfil de carreira do jogador quanto individualmente nos personagens. São ícones, animações de provocação, adesivos de exibição de estatísticas, visuais únicos baseados no universo de cada boneco e até mesmo a troca da narração do jogo pela voz de seu lutador favorito.


Outra recompensa obtida ao concluir lutas e atividades periódicas são as moedas de ouro. Esse dinheiro virtual, pelo menos durante o Alfa, tinha como uso principal o desbloqueio de mais personagens do elenco. No caso, Superman, Batman, Steven, Garnet e Arya precisavam ser habilitados usando esse dinheiro para serem usados. O valor para cada um foi de 2.000 moedas.

Testes, previsões e nerfs

Durante o período do teste Alfa, tive a oportunidade de jogar diversas partidas. Com a opção de matchmaking entre plataformas ativada não foi muito difícil encontrar partidas para jogar com outras pessoas. Apesar de ter deixado como opções de jogo os modos 2v2 e Todos Contra Todos, a esmagadora maioria das partidas que joguei foram no modo por equipes, algo em torno de 85% das partidas que joguei.

A qualidade da conexão, que conta com o cômodo sistema de Rollback Netcode, que ameniza os efeitos do atraso nos comandos, foi satisfatória em praticamente todas as partidas. Deixo como registro o curioso relato de um amigo com quem joguei umas partidas em que, do meu lado, jogando no PlayStation 5, a conexão estava normal, e para ele, jogando no PC, apresentou lag. No entanto, não chegou a ser incômodo o suficiente para deixar a jogatina impraticável.


Sobre os controles, eles são totalmente customizáveis. É possível personalizar o layout de comandos da forma que o jogador quiser ou até mesmo ativar um modo chamado de ‘Legado’, que imita o mesmo usado em Super Smash Bros, dessa forma, deixando-o mais confortável para quem já vem do game da Nintendo e quer trocar umas porradas por aqui. O mesmo se aplica à interface, que oferece uma série de ajustes visuais para deixar o game agradável para a grande maioria dos jogadores, permitindo até mesmo o posicionamento do placar de forma semelhante ao jogo da japonesa.

Algo que fez falta, provavelmente por não estarem prontos para este período de testes, foi a quantidade de estágios. Excluindo as variações e o estágio de treinamento, as opções se limitaram a apenas três universos (Batman, Scooby-Doo e Hora de Aventura) e um quarto cenário original, com uma temática que remete à proposta multiuniversal do game. A jogatina por repetidas vezes em um mesmo cenário só não criou um clima de monotonia maior pois a jogatina foi bem divertida.


Outra coisa que ficou de fora, mas também por talvez não estar pronto, foi a localização do game. Mesmo como todo os menus em português brasileiro, o trailer cinemático lançado no Brasil contou com as dublagens dos personagens em nosso idioma. A expectativa, até então, é de que essa localização também seja disponibilizada quando MultiVersus for lançado. Dada a tradição da WB Games em publicar jogos no Brasil totalmente localizados, o jeito é torcer para ver se este será mais um que contará com essa particularidade bastante apreciada pelo público brasileiro.

No menu inicial do game também notei que uma loja será aberta futuramente, e é bem provável que trará como opções de compra a obtenção de mais da moeda virtual do jogo, itens cosméticos para os lutadores e perfil de carreira do jogador e o já conhecido Passe de Temporada, uma prática comum nestes jogos gratuitos e que dificilmente dá pra escapar.

Sobre os personagens, já ficou bem claro que MultiVersus está desbalanceado, com alguns personagens absurdamente mais fortes. Ao dar uma pesquisada sobre outras impressões que os jogadores estão tendo sobre o game, no Twitter o próprio diretor do jogo, Tony Huynh, já revelou que Arlequina, Jake, Finn e Cachorrena serão nerfados. Esse comentário só confirmou o que eu sentia toda vez que meu Pernalonga era massacrado por esses personagens. Diversos ajustes ainda serão feitos graças ao feedback dos jogadores.

Um multiverso de possibilidades

MultiVersus, de um modo geral, atendeu minhas expectativas com uma proposta bastante divertida e estou ansioso para ver o que ele terá para oferecer quando for lançado ainda este ano. Um dos principais destaques é, com certeza, o elenco de personagens mundialmente conhecidos e amados por fãs de desenhos, séries, filmes e quadrinhos. Se a proposta é escolher seu favorito e partir pra porrada, aqui ela será atendida. Nos vemos na arena, velhinho!

Revisão: Thaís Santos
Texto de impressões produzido com chave de acesso cedida pela WB Games

Fã de Castlevania, Tetris e jogos de tabuleiro. Entusiasta da era 16-bit e joga PlayStation 2 até hoje. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora quando as partidas acabam em discórdia e fogo no parquinho. Nas redes sociais é conhecido como @XelaoHerege
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google