Jogamos

Análise: Asterix & Obelix: Slap Them All! (Multi) – Estapeando romanos até a exaustão

Este beat ’em up estrelado pelos personagens de Goscinny e Uderzo é uma experiência simplória que talvez agrade apenas aos fãs dos gauleses.


Na análise de hoje, viajaremos até a região cartunesca da Gália em 50 a.C. com a dupla de gauleses mais famosa do mundo em Asterix & Obelix: Slap Them All! Neste beat ’em up, guiaremos nossos heróis em mais uma aventura contra os incansáveis romanos liderados por Júlio César em uma longa viagem recheada de tapas, socos e banquetes. Recomendo dar um belo gole da sua poção mágica, pois vamos encontrar muitos soldados no caminho.

Dois gauleses contra o Império Romano

Antes de mais nada, vamos recapitular rapidamente quem são os protagonistas de nossa aventura. Asterix surgiu em 1959 das mentes dos franceses René Goscinny e Albert Uderzo como uma paródia à sociedade francesa contemporânea com fortes inspirações nos estereótipos e regionalismos da região. No quadrinho, acompanhamos as aventuras de Asterix, o gaulês, e seu fiel amigo Obelix na luta contra o Império Romano durante o ano 50 a.C.
Albert Uderzo faleceu em 2020, aos 92 anos, por conta de um ataque cardíaco.
Os romanos desejam conquistar a região da Gália (atual região da França e partes da Bélgica, Alemanha e norte da Itália), mas sua missão não é completada por conta da resistência de um pequeno vilarejo situado numa península ao norte, onde vivem nossos amigos bigodudos. Com o auxílio do druida Panoramix, Asterix faz uso de uma poção mágica que lhe dá super força para expulsar da região, na base do soco, todas as tropas do imperador Júlio César. Obelix não precisa tomar do elixir, pois quando bebê caiu no caldeirão da poção, recebendo super força de forma natural, além do imenso apetite.

Juntos, a dupla de gauleses se tornou famosa por protagonizar diversas histórias em quadrinhos, traduzidas para mais de 80 idiomas, além de adaptações para a TV e o cinema até os dias de hoje, com fãs de longa data ao redor do mundo.

Dando na cara de romano até dizer chega!

Asterix & Obelix: Slap Them All! traz a dupla de gauleses como protagonistas de um beat ’em up para até dois jogadores em uma campanha de porradaria animada contra as forças romanas que desejam conquistar suas terras. No controle de um dos dois personagens, ou dos dois ao jogar sozinho, devemos passar por diversas fases em diferentes regiões da Europa derrotando legionários e tropas romanas até Roma, dizimando as tropas de Júlio César ao bom e velho estilo gaulês de resolver conflitos: na base da porrada.


Cada um dos gauleses conta com ataques básicos que podem render combos, golpes especiais capazes de derrubar vários inimigos na tela e uma corrida que nos permite literalmente atropelar os oponentes que estiverem à frente. Ao jogar sozinho, o jogador assume o controle dos dois personagens e cada um possui sua própria barra de vida. Caso um deles seja derrotado, mesmo que o outro esteja com sua vida completa, o jogador é levado de volta ao início do cenário para recomeçar a fase. Felizmente, as vidas são infinitas.

A principal diferença na jogabilidade entre Asterix e Obelix, apesar de eles não serem nada parecidos fisicamente, se dá na velocidade de movimento de cada um e alguns ataques especiais. Não há distinção na força, fazendo a escolha por quem será usado pelo jogador não alterar o resultado nesse aspecto. Nas minhas sessões eu preferi jogar principalmente como Obelix por ser o personagem que mais gosto e pelo fato de seu combo não fazer o personagem se movimentar demais na tela, ao contrário de Asterix, que avança muito ao começar a bater nos inimigos.


Algumas fases se resumem a um único cenário, como uma embarcação ou taverna, enquanto outras são mais longas e duradouras, como nos bosques e colinas. O padrão de inimigos possui pouca variedade e muita repetição, com os já citados romanos e alguns outros grupos, como os piratas, os ladrões e os vikings.

Em todos os cenários, o excesso de indivíduos na tela é ao mesmo tempo divertido para descer a porrada nos outros e problemático caso não tenhamos astúcia suficiente para sair do meio das multidões. Nem os chefes oferecem o mesmo desafio se comparados às verdadeiras hordas de inimigos que infestam a tela.

Apesar desses pontos que deixam a experiência em Asterix & Obelix: Slap Them All beirando a mediocridade, outros detalhes exaltam capricho na produção, como as falas e golpes característicos dos heróis durante a jogatina e a riqueza de detalhes na direção de arte, que remete fielmente aos quadrinhos. É um jogo bonito de se ver, mas um pouco chatinho de jogar em alguns momentos.


A campanha principal tem uma duração considerável para um jogo do gênero, beirando as 5 horas de duração. Com cenários bastante semelhantes, muitos dos quais repetidos, os gauleses viajam por diversas localidades da Europa, como Britânia, Espanha e chegando até Roma, onde a história tem seu fim. A trilha sonora é característica e bem-feita, mas nada que possamos chamar de memorável. É boa e só!

Já a jornada até o final se torna monótona rapidamente por conta da já citada excessiva repetição de inimigos e cenários, passando a impressão que a equipe de desenvolvimento encheu muita linguiça no gameplay, mas deu um pouco mais de variedade nas cutscenes entre as fases, o que remete bastante aos quadrinhos de onde originou-se Asterix.


Se eu pudesse sugerir algo para deixar a progressão de Slap Them All mais interessante, citaria a aquisição de habilidades ou mesmo a escolha de rotas/fases, além de outros personagens para jogar além dos dois protagonistas. Talvez até um sistema de pontos de experiência e níveis. Como a intenção foi a de fazer algo bastante voltado a uma jogatina estilo fliperama, a única coisa que pode ser obtida são pontos. As habilidades de Asterix e Obelix são as mesmas do início ao fim da campanha, e ao final nenhum novo modo é habilitado para estimular uma segunda rodada de porradaria.

Para os fãs dos valentes heróis da Gália

Asterix & Obelix: Slap Them All! é uma boa adição ao gênero beat ’em up, mas não agrega tanto valor ao gênero quanto outros títulos recentes lançados nos últimos anos. É claramente algo mais voltado a jogadores mais casuais e uma boa experiência para os fãs dos quadrinhos de Goscinny e Uderzo. Faltou um generoso gole da poção mágica para deixar esse jogo realmente poderoso.

Prós

  • Direção de arte caprichada e bastante fiel ao produto original;
  • Jogabilidade agradavelmente simples e divertida.

Contras

  • Cenários e inimigos se repetem demais durante a campanha;
  • O excesso de inimigos na tela deixa o gameplay bagunçado;
  • Escassez de elementos para tornar a progressão interessante.
Asterix & Obelix: Slap Them All! — PC/PS4/XBO/Switch — Nota: 6.5
Versão utilizada para análise: PlayStation 4
Revisão: Davi Sousa
Análise feita com cópia digital cedida pela Microids

Fã de Castlevania, Tetris e jogos de tabuleiro. Entusiasta da era 16-bit e joga PlayStation 2 até hoje. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora quando as partidas acabam em discórdia e fogo no parquinho. Nas redes sociais é conhecido como @XelaoHerege
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google