Jogamos

Análise: Super Animal Royale (Multi) é um battle royale fofinho, divertido e gratuito

Com uma proposta original e simpática, o jogo é uma opção interessante para vários públicos.


Em meio aos inúmeros battle royales do mercado, é natural que cada lançamento procure trazer novidades para se destacar. Super Animal Royale, um dos mais novos títulos gratuitos do gênero, ousa ao combinar batalhas frenéticas com bichinhos fofinhos. Embora um pouco estranho em certos momentos, o resultado é uma experiência divertida. Pegue sua coleira e não esqueça o rifle, pois vamos começar a análise!

Seguindo a fórmula

Embora tenha sido lançado oficialmente em 26 de agosto, o game já estava em desenvolvimento há algum tempo, incluindo uma versão de acesso antecipado no final de 2018. A boa qualidade do título indie deixa claro esse longo projeto, pois a jogabilidade é sólida e os visuais muito bonitos e acabados. De forma geral, tudo funciona muito bem, exatamente como um battle royale deveria.
Ágil como um gato e feroz como um urso

Na verdade, Super Animal Royale segue a cartilha tradicional do gênero com competência: 64 jogadores são lançados em uma enorme ilha repleta de recursos e equipamentos para combate. Conforme o tempo passa, um gás mortal começa a reduzir a área segura do território, tornando os encontros de jogadores ainda mais frequentes. No final, ganha o último que sobreviver nessa batalha. 

A diferença aqui é que vários elementos foram substituídos pela temática “fofinha” do game. O maior exemplo são os personagens, que consistem em animais antropomórficos, como ursos, gatos e cães. Já os equipamentos incluem bananas (que podem recuperar a vida e te fazer escorregar), esferas de hamster (uma espécie de veículo), fita adesiva (para recuperar a armadura) e até copos com suco (que recuperam a vida).

Cada item tem um papel importante nas partidas
Apesar dessas mudanças, Super Animal Royale ainda tem muitos elementos sérios, como granadas e armas de fogo. De certa forma, isso torna a proposta do título um tanto confusa: ver cachorrinhos com bonés bonitinhos atirando com fuzis de assalto em tigres coloridos com submetralhadoras é no mínimo estranho. Se o jogador conseguir relevar essa mistura nada homogênea, então o game será divertido e envolvente.

Fofinho até certo ponto

Essa amálgama, embora estranha, funciona bem na prática e arrisco a dizer que até crianças poderiam jogar sem nenhum prejuízo. A jogabilidade é simples e intuitiva, seja ao correr pelos cenários, coletar itens e lutar com os inimigos. As partidas podem ser disputadas em times de até quatro jogadores, o que é ainda melhor quando podemos contar com os amigos ao lado.
Jogar com os amigos e interagir com outros jogadores é uma ótima pedida

É uma pena que a qualidade da conexão online não esteja no mesmo nível do game em si. Mesmo que a base de jogadores seja generosa e as partidas iniciem de forma relativamente rápida, alguns soluços acontecem durante as lutas e explorações. Ser surpreendido por um inimigo atirando enquanto você já perdeu parte da vida é comum; felizmente, esse fato parece ser geral e não um problema de quem joga no Brasil.

Outro ponto que pode atrapalhar, principalmente nas primeiras partidas, é o visual em duas dimensões de Super Animal Royale. Ele é bonito e colorido, quase como um desenho animado, mas pode confundir em momentos como pular do avião ou entrar em um prédio. É difícil explicar com palavras: é como se a transição entre as camadas que compõem a imagem seja um pouco lenta.

A questão visual não é muito crítica; na verdade, acredito que é muito mais uma questão de costume. A progressão das partidas traz toda a adrenalina dos battle royales e a boa variedade de itens e equipamentos disponíveis pelo mapa torna cada partida única. Falando no mapa, ele é composto por vários tipos de terrenos diferentes, como desertos, florestas e até cinemas, complementando a proposta leve e variada do título.

Muito além da carinha bonita

A simplicidade de Super Animal Royale, como no visual cartunesco e na jogabilidade, esconde um battle royale bem estruturado e de qualidade. O game é bastante ágil e competitivo graças a várias mecânicas bem implementadas incluindo o campo de visão dinâmico. Por ser um jogo 2D, a visibilidade é limitada de acordo com o local e arma de cada bicho, equilibrando o que seria uma confusão devido a ausência da terceira dimensão para dar profundidade às disputas.

Comandos básicos incluem caminhar, mirar (os dois movimentos funcionam de forma independente), pulos laterais (para escapar de ataques) e curar (por meio dos já citados copos). A flexibilidade na forma de jogar também merece destaque, pois temos uma grande quantidade de equipamentos e itens para escolher além dos já citados: disparadores de dardos, arco e flecha, carabinas, respiradores a prova de gás e até espadas.

Outro ponto muito interessante é a capacidade de personalização de Super Animal Royale. Além dos personagens, que podem ser vários tipos de animais fofinhos, é possível escolher danças, gestos, skins para as armas, roupas e até pequenos pets. Sim, eu sei que um pato ter uma raposa de estimação é no mínimo aleatório, mas admiro a profundidade disponível das escolhas.

Crie seu personagem do jeito que quiser (e estiver disposto a pagar)
O game conta até com algumas surpresas, como áreas secretas e itens especiais, obtidos ao realizar vários tipos de tarefas e participar de eventos. Obviamente, sendo um free-to-play, a grande maioria dos itens cosméticos está limitada por meio de compras com dinheiro real. Felizmente, a quantidade disponível de forma gratuita é considerável e pode ser obtida sem a necessidade de maratonar o jogo por muitas horas, o que combina bem com a proposta descontraída do título.

Mais uma boa opção de battle royale

Mesmo com um mercado bastante concorrido, Super Animal Royale consegue trazer novidades interessantes mantendo a base sólida do seu gênero. Os visuais do game são bonitos e agradáveis, combinando perfeitamente com a jogabilidade simples e funcional. Ele tem alguns pontos negativos, sobretudo no quesito da conexão online, mas o saldo é bem positivo. Qualquer que seja a sua idade, este é um battle royale obrigatório para sua biblioteca.

A ilha safari de Super Animal Royale está sempre aberta para uma nova aventura

Prós

  • Battle royale divertido e gratuito que equilibra originalidade com elementos tradicionais;
  • Visual “fofinho” é agradável e funciona bem na maioria do tempo;
  • Jogabilidade é simples e competente;
  • Boa variedade de mecânicas e opções para jogar, com muitos tipo de armas, ambientes e equipamentos;
  • Grande quantidade de customizações estéticas sem onerar o jogador.

Contras

  • Mistura de bichinhos fofinhos e armas é relativamente estranha;
  • Jogo só funciona de forma online, mas a qualidade da conexão está devendo;
  • Estilo visual em duas dimensões é confuso em certos momentos.
Super Animal Royale — PC/PS4/PS5/XBO/XSX — Nota: 7.5
Versão utilizada para análise: PS4
Revisão: Matheus Araujo

é produtor de conteúdo sobre games desde julho de 2016 e um grande fã da décima arte, embora não tenha muito tempo disponível para ela. Seus games favoritos (que formam uma longa lista) incluem: Kingdom Hearts, Guitar Hero, Zelda, Crash, FIFA, CoD, Pokémon, MvC, Yu-Gi-Oh, Resident Evil, Bayonetta, Persona, Burnout e Ratchet & Clank. @MatheusSO02


Disqus
Facebook
Google