Steam Deck poderá ser customizado, mas Valve não recomenda troca do armazenamento SSD

Revelado pela Valve na última semana, o Steam Deck é um dos principais destaques nas notícias sobre hardware de games da atualidade. Durant... (por Alexandre Galvão em 20/07/2021, via GameBlast)


Revelado pela Valve na última semana, o Steam Deck é um dos principais destaques nas notícias sobre hardware de games da atualidade. Durante a apresentação do dispositivo, Gabe Newell, presidente da Valve, já deixou claro que o portátil pode até mesmo rodar outros sistemas operacionais, como Windows ou Linux, dependendo do tipo de uso que o usuário quer dar ao aparelho. O Steam Deck virá de fábrica usando uma versão customizada do SteamOS.


Por ser um computador é normal pensar que também será possível melhorá-lo com peças, como num PC convencional. Partindo desta ideia, um usuário do Reddit enviou um e-mail para Gabe Newell perguntando se o armazenamento SSD do Steam Deck pode ser trocado, o que permitiria aos usuários aumentar a capacidade do dispositivo que virá com modelos de 64GB, 256GB e 512GB.
Os modelos de 256GB e 512GB virão equipados com um NVMe M.2 de altíssima velocidade
Gabe respondeu dizendo que o SSD do Steam Deck fará uso de um slot 2230 M.2, e que não será soldado à placa. Sendo assim, em teoria, a troca do armazenamento é possível. Entretanto, na página oficial do Steam Deck, além da informação dada por Newell no e-mail, é informado que os módulos SSD não devem ser trocados pelo usuário final.

O motivo não é especificado, mas acredita-se que isso pode estar relacionado com a garantia do produto, que será claramente violada caso ele seja aberto para realizar a troca do SSD. A única interface oficialmente disponível é um slot para cartões SD para expansão da capacidade de armazenamento do portátil.

O Steam Deck será lançado em dezembro de 2021 nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e países da União Europeia. Outros territórios, como o Brasil, tem previsão de receber o portátil em 2022.

Fonte: PC Gamer

Tecnólogo em Gestão Ambiental, produtor do BlastCast e sincero até demais. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora jogos multiplayer que causam discórdia e fogo no parquinho. @XelaoHerege


Disqus
Facebook
Google