Jogamos

Análise: Pecaminosa - A Pixel Noir Game (PC/Switch) é uma imersiva e misteriosa aventura no universo noir

Explore os cantos escuros da cidade de Pecaminosa e enfrente os bandidos mais perigosos da região para salvar seu companheiro.


Pecaminosa - A Pixel Noir Game
é um RPG de ação desenvolvido pela Cereal Games e distribuído pela BadLand Publishing. A cidade que dá nome ao jogo agora é palco de mais uma intrigante aventura na vida do detetive luso-americano John Souza. Venha descobrir os mistérios que envolvem o desaparecimento de seu companheiro e os detalhes mais obscuros de cada um dos cantos dessa curiosa cidade.

Eu vejo gente morta

Afastado de suas atividades como detetive desde o seu último caso, John Souza se encontra em seu arrasado apartamento abraçado com sua garrafa de whisky. Deprimido e em estado deplorável, Souza subitamente se vê encarando um fantasma de seu passado recente. O espírito de Charlie “Two Angels” está postado em sua frente, o mesmo criminoso que Charlie matou há um tempo e que, consequentemente, levou ao seu afastamento da corporação.

Ainda na dúvida se estava alucinando ou não, Souza descobre por meio de Charlie que Sullivan, seu antigo parceiro, está desaparecido há alguns dias. Em um ato de “bondade”, na procura de uma redenção para sua alma, o criminoso dispôs ao ex-detetive uma lista de nomes de possíveis criminosos envolvidos com o desaparecimento de seu amigo. 




Instigado pela situação, Souza se vê obrigado a investigar o problema a fundo e encarar os mais perigosos bandidos da cidade de Pecaminosa. Após sair de seu apartamento, o detetive se vê necessitado de recuperar sua arma, penhorada após seu último caso, e começar a correr atrás de pistas do seu primeiro alvo: Cecilio “El Coche” Rivera.

Livre para começar sua aventura, somos apresentados a um jogo preenchido com diversos clichês dos filmes noir: o próprio detetive; uma cidade escura e misteriosa; casas noturnas;  e um jazz impecável como trilha sonora. Pecaminosa faz um trabalho exemplar de imersão do jogador em um ambiente clássico de filmes de detetive, apresentado em lindos gráficos pixel art que detalham perfeitamente todos os cantos de uma cidade misteriosa.




A progressão do jogo é linear e dividida em capítulos, sempre focando no desenvolvimento de John com a lista de criminosos. A cidade de Pecaminosa é dividida em regiões, como se fossem bairros, com algumas peculiaridades em cada uma delas, e o desenrolar da história consiste em momentos de diálogos, combates e exploração em diversos cenários. O mini mapa sempre mostra a direção a ser seguida e o local de destino, impedindo que você fique perdido.

Enfrentando o que há de pior na cidade

Durante a busca dos criminosos, você encontrará em seu caminho inimigos a serem combatidos, podendo ser animais, pessoas ou “seres místicos”, se assim posso dizer. O duelo pode ocorrer com armas de fogo ou com socos, com os inimigos atacando de diferentes distâncias e velocidades, de acordo com suas características. Para enfrentá-los, você deve usar o mouse como mira e executar o ataque na direção do alvo, sendo que cada arma tem um alcance diferente. Também é possível realizar uma esquiva rápida para desviar de ataques que venham em sua direção.

Ao derrotar um  inimigo, você ganha experiência, que é usada para aumentar de nível e melhorar alguma habilidade do detetive, podendo ser: Sorte, que melhora a chance de desviar de balas e achar dinheiro escondido; Inteligência, que permite melhorar sua precisão como atirador e lhe tornar um negociador melhor; Força, que aumenta sua vida e melhora o dano de seu ataque; e Resistência, que aumenta sua estamina (utilizada para desviar de ataques) e reduz o cooldown de efeitos secundários.




O caminho obrigatório nos cenários é linear, podendo sempre explorar alguns cantos em busca de inimigos para ganhar experiência, dinheiro (que pode ser usado para comprar itens), whisky (usado para recuperar vida) e cigarro (usado para aumentar a sorte). O personagem tem à disposição um inventário com espaço para oito itens, podendo definir atalhos para quatro. Além disso, é possível vestir equipamentos no detetive, como chapéu, roupa, gravata, calça e sapato, que podem modificar algum de seus atributos.

Um ponto interessante relacionando os atributos do detetive com a progressão da história envolve as conversas. Em algumas partes, você terá algumas opções de diferentes diálogos com personagens chave. Nesses momentos, algumas possibilidades podem ser desbloqueadas de acordo com o nível de atributos como Sorte e Força. Essa mecânica não muda radicalmente a história, porém adiciona alguns diferentes desfechos em determinadas ocasiões. O ponto negativo, nesse caso, fica na ausência de tradução para português brasileiro, o que pode atrapalhar bastante a compressão de diversos momentos da história.

É possível ainda, durante a exploração do mapa, encontrar o cassino da cidade e jogar Blackjack, o famoso Vinte-e-um. As apostas são feitas com o dinheiro encontrado durante o jogo, ilustrado por fichas de cassino, e é uma boa oportunidade de aumentar sua fortuna para comprar itens e se desligar um pouco da intensa aventura do detetive. Mesmo que você não vá ao cassino, existe uma opção no menu principal para jogar o Blackjack diretamente.



Alguns problemas além dos bandidos

De maneira geral, Pecaminosa não é um jogo difícil. Porém, existem alguns pontos que o tornam meio complicado e desbalanceado, principalmente no combate. Em primeiro lugar, a munição é limitada e não é em todo lugar que você encontrará uma reposição. Me vi, em muitos casos, tendo que economizar disparos combatendo os inimigos no soco. Isso não seria um problema se o combate corpo a corpo não fosse tão difícil.

Alguns inimigos possuem ataques bem poderosos, mesmo nas partes iniciais do jogo. Os que atacam a distância e em área, principalmente, são muito complicados de combater sem armas de fogo. O ataque inimigo tira rapidamente uma grande quantidade de vida, levando à morte do personagem em poucos segundos. Como o jogo salva apenas em trechos determinados, você voltará ao começo da área perdendo todo o seu progresso.




Da mesma forma que a munição, itens de cura também são limitados, mesmo que sejam achados pelo mapa mais facilmente, e foi comum ter que consumir muitos desses itens em pouco espaço de tempo. Há um agravante: John Souza recupera a sua vida ao consumir whisky, que também o deixa embriagado e diminui a precisão de seus ataques.

Esses problemas são agravados principalmente nas áreas que têm neblina. A visibilidade é muito limitada, dificultando identificar inimigos que chegam perto de você. Com isso, ficar encurralado perdendo a vida não é uma situação tão incomum. Acredito que uma pequena correção no balanceamento conseguiria reduzir bastante esses problemas.



Uma cidade misteriosa e apaixonante

Pecaminosa - A Pixel Noir Game traz uma atraente aventura envolta de diversos clichês de filmes de detetive. A ambientação e trilha sonora te envolvem de uma maneira inexplicável no pequeno mundo desta escura e corrupta cidade, e o gameplay, mesmo não sendo o mais interessante e elaborado, não compromete a diversão e imersão. Os diálogos são a cereja do bolo de uma obra que entrega história e personagens tão interessantes que te fazem querer explorar cada beco mal iluminado presente na cidade.

Prós

  • Os gráficos e trilha sonora são bem-feitos e imersivos;
  • Possibilidade de diferentes diálogos de acordo com seus atributos;
  • A história é divertida e instigante.

Contras

  • O combate corpo a corpo é ligeiramente desbalanceado;
  • Visibilidade em áreas de neblina são mais limitadas que o necessário;
  • Ausência de tradução para português brasileiro.
Pecaminosa - A Pixel Noir Game – PC/Switch – Nota: 8.0
Versão utilizada para análise: PC 
Revisão: Farley Santos
Análise realizada com cópia digital cedida pela BadLand Publishing


Graduando em Engenharia Geológica pela UFOP, viciado em café, RPG e GeoGuessr. Não dispensa uma partida de CS:GO e normalmente está navegando sem rumo pelo Twitter.


Disqus
Facebook
Google