Twitch reduzirá valor das inscrições, prometendo aumento nos ganhos dos streamers

Plataforma dará suporte aos criadores durante 12 meses para incentivar a criação de conteúdo e retenção de receita.


A ação visa localizar os valores das inscrições em diversos países, deixando os preços mais compatíveis com as regiões que sofrerão os ajustes. A maioria se encontra na região da América Latina, com o Brasil incluso. Consulte aqui todos os países que terão os preços reajustados. México e Turquia serão os primeiros com os novos preços (48 Pesos e 9,90 TRY, respectivamente), a partir do dia 20 de maio.
"Fãs em vários países nos disseram que mostrar apoio, acessar emoticons personalizados e aproveitar todos os outros benefícios não é algo igualmente acessível em todo o mundo. Isso acontece porque o preço de uma inscrição do Grupo 1 na internet equivale a aproximadamente US$4,99 em cada país. Por esse preço, é difícil para muitos espectadores apoiarem seus criadores favoritos e isso também impede que os criadores possam ampliar suas comunidades, criar mais conteúdo e receber novos fãs. 

Isso não é apenas um evento isolado, mas é mostrado claramente nos números. A porcentagem de usuários ativos na Europa ou na Ásia que apoiam criadores com uma inscrição é cerca de 50% menor, em comparação com a América do Norte. Na América Latina, essa porcentagem é quase 80% menor. 

Está na hora de ajustar o preço das inscrições conforme o país onde os espectadores vivem. Os preços devem deixar cada vez mais pessoas à vontade para mostrar seu apoio e aproveitar os benefícios de uma inscrição."
Durante 12 meses a Twitch dará um suporte aos criadores para que a redução do valor das inscrições não afete drasticamente a receita gerada pelos streamers. Entretanto, algumas adequações deverão atendidas para que todos se qualifiquem para receber este suporte.

Fonte: Twitch

Tecnólogo em Gestão Ambiental, produtor do BlastCast e sincero até demais. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora jogos que acabam em discórdia e fogo no parquinho. @XelaoHerege


Disqus
Facebook
Google