Jogamos

Análise: Bugsnax (Multi) nutre a vida com alegria, bizarrice e sentimentos bons

Investigue o desaparecimento da intrépida exploradora Liz Megafigo enquanto captura estranhas criaturas na ilha de Grandsnak.

Quando Bugsnax foi anunciado em junho deste ano, eu fiquei curioso para saber que maluquice era essa. O jogo apresentou uma mistura estranha de seres fofos que até hoje tenho vontade de abraçar e criaturas inusitadas que parecem ser muito apetitosas, embora eu não devore nenhuma por pena.

Se você assistir ao trailer de anúncio e achar que ele é um título genérico, vai se surpreender quando jogá-lo, pois na verdade este jogo de aventura em primeira pessoa é um marco da esquisitice interativa que entrega uma experiência essencialmente divertida e que nutre nossa vida com alegria. Desenvolvido pela Young Horses Inc. e publicado para PC, PlayStation 4 e PlayStation 5, Bugsnax apresenta uma história cheia de sentimentos e une elementos jogáveis muito bem executados.

O desaparecimento de Liz Megafigo e os Grumpus desunidos

Em Bugsnax você é um jornalista investigativo convidado pela intrépida exploradora Elizabert Megafigo para explorar uma ilha remota chamada Grandsnak, a fim de escrever um artigo sobre as estranhas criaturas que lá habitam. Esses seres são conhecidos como Bugsnax e, como o próprio nome sugere, são metade inseto, metade lanche.

O problema é que ao chegar no local, você descobre que Liz estranhamente desapareceu e os residentes da pacata cidade de Snackburg se espalharam pela ilha depois de uma briga terrível. O seu objetivo a partir daí é encontrar pistas sobre o desaparecimento da sua colega, trazer os habitantes de volta a Snackburg e ouvir suas histórias.

Para fazer isso você deve viajar entre as oito áreas do mapa, que compreende Areias Chiantes, Baía Borbulhante, Nascentes Ferventes, Ravina Esturricada, Mata dos Pinhais, Pico Glaceado, Arvoredo Campesino e a Cachoeira, e convencer os personagens a retornar, oferecendo a eles Bugsnax para comer - mas cuidado, pois eles apresentam efeitos colaterais.

Esses personagens são chamados de Grumpus, seres fofos e adoráveis que transmitem inúmeros sentimentos ao jogador. Eles foram desenhados de forma muito específica e bonita, e cada diálogo destaca suas características: Filbo é o prefeito substituto de Snackburg, e depois que Liz desapareceu, tentar reunir todos novamente; Wambus é um fazendeiro que cuida da plantação; Wiggle é uma cantora pop local; e Beffica é a fofoqueira da cidade. Além desses, existem outros personagens que você conhecerá, cada um com uma personalidade distinta.

Ao longo da jornada você vai conhecer a história de todos esses Grumpus e entender o motivo que os levou a Grandsnak; a maioria quer encontrar algum sentido na vida, outros buscam por inspiração. A excelente dublagem inglesa com ótimo elenco cria uma experiência única e satisfatória de imersão, pois os diálogos compilam temas delicados como saúde mental, união, amizade e diversidade, fazendo com que esses personagens se tornem menos artificiais e mais humanos. 

É uma pena que o título não conte com dublagem em português, mas certamente as legendas ainda permitem que você tire o máximo de proveito da experiência, apesar de que em alguns momentos elas não forneçam as traduções oficiais do game e certas frases não são traduzidas do inglês. Um exemplo é o nome da exploradora que no jogo está como Liz Mafagafo, mas na descrição oficial (mesmo em português) é Liz Megafigo.

Nós somos o que comemos

Jogar Bugsnax é algo muito divertido, porque somos levados a um mundo com criaturas bizarras que complementam uma fórmula bastante inusitada. Além da campanha principal você terá muitas atividades para fazer, como montar um álbum e coletar todas as espécies de Bugsnax. Existem 100 deles, incluindo uma fusão estranha de pizza com mariposa, um Louve-a-Nacho (como o próprio nome já diz: louva-a-deus com nachos) e muitos outros.

Você deverá escaneá-los com um SnaxScope para registrá-los em sua Insetopédia e receber dicas de como capturá-los da maneira correta. Digamos que o título lembra muito os jogos da franquia Pokémon e Pokémon Snap, em que temos que pegar e registrar todos. O mais interessante é que cada uma dessas criaturas foi desenhada de maneira original e a Young Horses não poupou esforços criativos para desenvolver o máximo possível de bichos inéditos.

Depois que você escanear os Bugsnax, saberá como capturá-los, conseguirá mapear as rotas e terá à disposição, à medida que explora os locais da ilha, diversas armadilhas e itens. Pode parecer estranho, mas você terá um estilingue que lança vários tipos de molhos e coberturas que nascem em arbustos espalhados por Grandsnak, como chocolate, queijo derretido, catchup, manteiga de amendoim e outros. Com essas deliciosas combinacções, os Bugsnax serão atraídos para as armadilhas e capturados.

Há também uma boa quantidade de quebra-cabeças para resolver, caso você queira completar sua Insetopédia e satisfazer o apetite insaciável dos residentes de Snackburg. Para isso, além da armadilha básica, ao longo da campanha você também receberá outras ferramentas e dispositivos para capturar Bugsnax mais poderosos, como o Louve-a-Nacho, que quebra a armadilha mais simples. Certas criaturas aparecem em determinados horários, então tudo pode depender de ser dia ou noite no jogo.

Capturar os Bugsnax com essas ferramentas é bastante satisfatório e divertido; no entanto, depois de um tempo essas ações podem ficar repetitivas e o gameplay pode se tornar um pouco maçante. A questão é que você praticamente faz o mesmo percurso inúmeras vezes, ou seja, vai até Snackburg, fala com um Grumpus, pega a missão e volta para a área especificada. Essa jornada de ida e volta, juntamente com a prática de caça divertida mas pouco desafiadora, pode acabar levando alguns jogadores à desistência.

No PlayStation 4, também fiquei incomodado com as telas de carregamento frequentes. Não há viagens rápidas para Snackburg ou para as outras áreas do mapa, então você precisa fazer todo o percurso a pé, passando pelas zonas que carregam separadamente. O problema é que viajar repetidamente entre uma e outra pode ser tedioso.

It's Bugsnax

Fascinantemente, o que faz de Bugsnax um jogo divertido e recomendado é o seu estilo de arte e a trilha sonora brilhante. "It's Bugsnax" é o nome da música-tema do jogo, que foi composta pela banda britânica Kero Kero Bonito. A letra praticamente resume o jogo e a melodia divertida exemplifica bem o nível de alegria presente na obra.

Ouvi dizer que em algum lugar distante no oceano
Existe uma ilha onde as criaturas vagam
Um famoso explorador me diz que é delicioso e ainda
Eles são até agora desconhecidos

Você pode pensar que isso parece impossível
Até ver uma cenoura rastejar

Meio inseto e meio lanche
Tente pegá-los em sua armadilha
Alimente alguém e você verá
Nós somos o que comemos
Encontre-os escondidos na areia
Rasgando um pacote de ketchup
Venha para a ilha de Grandsnak e
Descubra seu Bugsnax

O título também é visualmente charmoso, com tonalidades variadas e uma paleta de cores muito inspirada nos filmes de animação dos grandes estúdios de cinema. Criando um ambiente bonito com muita vida e diversidade, a Young Horses conseguiu pegar uma ideia mirabolante e transformar em algo surpreendente, quebrando rótulos de uma indústria cada vez mais obcecada por gráficos.


Uma das melhores surpresas do ano

Bugsnax é o tipo de jogo geralmente rotulado como genérico, mas a fórmula brilhante utilizada pela Young Horses o transformou em um dos mais satisfatórios lançamentos do ano. Ele tem uma história maravilhosa e personagens adoráveis que farão você se sentir alegre e sentimental o tempo todo, principalmente ao incorporar temas importantes como saúde mental, união e amizade.

É um titulo divertido e intrigante demais para desistir na metade da campanha, mesmo que para isso seja necessário ignorar seu gameplay repetitivo e suas telas de carregamento frequentes e irritantes. No final das contas, capturar e se deliciar com criaturas metade inseto, metade lanche nutre a vida com alegria e sentimentos bons, por mais bizarro que isso possa parecer.

Prós

  • História envolvente com temas importantes;
  • A trilha sonora e as músicas criadas para o jogo são excelentes;
  • Mundo bonito e bem construído com uma variedade de Bugsnax inéditos e criativos;
  • Personagens adoráveis e carismáticos;
  • A utilização das ferramentas para capturar Bugsnax e resolver quebra-cabeças é bastante satisfatória;
  • Bizarro, mas essencialmente divertido.

Contras

  • Ausência de dublagem em português e algumas falhas de traduções nas legendas;
  • O gameplay pode se tornar repetitivo depois de um tempo;
  • Telas de carregamento frequentes.
Bugsnax - PC/PS4/PS5 - Nota: 8.5
Versão utilizada para análise: PS4

Revisão: Davi Sousa
Análise produzida com cópia digital cedida pela Young Horses Inc.

é apreciador de games com conceito artístico minimalista e narrativas de significado profundo. No GameBlast escreve notícias, análises, crônicas e especiais; no tempo livre produz roteiros autorais de séries e filmes.


Disqus
Facebook
Google