Xbox Series S pode gerar problemas, alega desenvolvedor da Remedy

"Como consumidor, eu adoro isso! Como produtor técnico, vejo problemas!!!", alega Sasan Sepehr.

Anunciado esta semana, o Xbox Series S é uma versão de baixo orçamento, falando a grosso modo, do Xbox Series X, console da Microsoft para a próxima geração. Com especificações menos potentes que sua contraparte previamente anunciada e sem suporte a jogos via disco, o Series S chamou a atenção por ser capaz de proporcionar acesso aos jogos next-gen por um preço mais acessível, com preço sugerido de 299 dólares.


O que se mostra uma opção muito acessível para os consumidores que querem entrar na próxima geração já neste fim de ano, do ponto de vista técnico a atitude da Microsoft em lançar uma versão mais "humilde" pode dar dor de cabeça para os desenvolvedores, segundo Sasan Sepehr, da Remedy.

Num tweet publicado em sua conta pessoal, respondendo ao anúncio do console na rede social, Sasan se mostrou ao mesmo entusiasmado e preocupado com o aparelho, já que isso significa que uma nova meta de performance deverá ser atendida. "Como consumidor, eu adoro isso! Como produtor técnico, vejo problemas!!!"
A preocupação de Sasan é válida e deve sim ser questionada. Como já sabemos, as especificações técnicas do Series S são inferiores a do seu "irmão". Além disso, a Microsoft não divulgou nada sobre a real diferença de performance dos dois consoles visto que ambos serão capazes de reproduzir os jogos da próxima geração. Algo como uma demonstração comparativa de desempenho, por exemplo. O jeito é continuar de olho nos planos da empresa para o pequenino.

O Xbox Series S será lançado junto com o Xbox Series X em 10 de novembro por US$299 e US$499, respectivamente. No Brasil, nenhuma informação sobre preços oficiais e lançamento foram divulgados.

Fonte: VG24/7

Tecnólogo em Gestão Ambiental, produtor do BlastCast e sincero até demais. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora jogos multiplayer que causam discórdia e fogo no parquinho. @XelaoHerege


Disqus
Facebook
Google