Game Music

Sonic e sua identidade musical através dos anos

Uma viagem pelas evoluções e reinvenções musicais de Sonic em seus quase 29 anos de vida.

Sonic sempre foi sinônimo de velocidade e atitude. Nascido em 1991 quando seu primeiro jogo foi lançado para o Genesis/Mega Drive, o ouriço tomou o posto que até então pertencia a Alex Kidd como mascote da SEGA. O herói também protagonizou com Mario a batalha comercial durante a década de 1990 entre SEGA e Nintendo, onde rivalizou com o encanador por muitos anos pela preferência dos consumidores pelos consoles das respectivas empresas.




Um dos mais importantes personagens dos videogames, Sonic é reconhecido até mesmo por quem não tem intimidade ou conhecimento sobre jogos eletrônicos. Um feito que poucos personagens de diferentes mídias possuem, como Mickey Mouse, da Disney, Carlitos, icônico personagem de Charles Chaplin no cinema e o já citado Super Mario, da Nintendo.

Com uma existência cheia de altos e baixos, Sonic já foi reinventado de várias formas durante os anos, desde o inevitável salto para os jogos 3D passando por redefinições de sua personalidade, até apostas no âmbito do romance – digo isso fazendo vista grossa para Sonic the Hedgehog (2016). Junto com as transformações físicas e psicológicas do personagem, sua identidade musical também cresceu e amadureceu, sendo um reflexo da imagem e mensagem que queria passar em dados momentos de sua história.
Sonic e a música sempre estiveram lado a lado de alguma forma
Hoje vamos passear pelas sinfonias que embalaram o crescimento de Sonic e conhecer um pouco mais da personalidade deste personagem através de melodias icônicas, subestimadas, esquecidas e renascidas no passar destes quase 29 anos de vida do personagem.

A eterna colina verdejante

A música-tema da primeira fase do primeiro jogo tem um poder que você pode nunca ter percebido, mas ao ouvir esse tema somos imediatamente transportados para o passado graças à memória afetiva. O tema de Green Hill não é apenas a trilha de fundo da primeira vez em que muitos de nós, pelo menos os que já estão na casa dos 25 a 30 anos, tivemos contato com Sonic, mas também nos remete a uma época em que a nostalgia bate com força em nossos corações.
Green Hill Zone - Sonic the Hedgehog

A importância de Green Hill é sempre levada em conta à medida do possível toda vez que vemos algo relacionado ao ouriço. Por coincidência, ou não, a paisagem é pano de fundo da capa de Sonic the Hedgehog (1991), o jogo que nos apresentou Sonic no Genesis/Mega Drive.

Sonic já teve muitas músicas-tema no decorrer de sua vida, mas nenhuma supera a força e iconicidade de Green Hill, que já foi refeita ou reutilizada várias vezes em seus jogos. Sonic Mania (Multi), de 2017, é uma verdadeira homenagem ao legado do herói e a música abre o início do gameplay na excelente releitura do compositor Tee Lopes, do qual falaremos sobre ainda neste artigo.

Dois atos

Algumas pessoas possuem uma afinidade para música ou sons diferente das outras, e isso é natural. Tanto que algumas até hoje se espantam quando finalmente percebem a adição dos bongôs ao montarmos no Yoshi em Super Mario World (SNES) somente quando falamos para elas. Sonic adotou uma evolução musical em Sonic CD mas foi a partir de de Sonic the Hedgehog 3 que a mudança acabou se tornando um padrão para a maioria dos jogos subsequentes desde então.

Diferente do primeiro jogo onde cada zona era dividida em três atos, Sonic the Hedgehog 2 trazia suas zonas divididas em dois, com exceção das zonas finais do jogo que possuem três (Metropolis Zone) e um ato (Sky Chase Zone e Death Egg Zone), apenas. Em Sonic the Hedgehog 3 os dois atos por zona se tornaram um padrão e cada ato possuía sua própria versão da música-tema da área. Em algumas a diferença é mais humilde e sutil, trocando alguns arranjos e instrumentos. Já outras apresentam diferenças significativas e facilmente perceptíveis.

Para ilustrar citaremos aqui os dois atos de Marble Garden Zone, de Sonic the Hedgehog 3 e Lava Reef Zone, de Sonic & Knuckles. Na primeira zona, a diferença é bem sutil entre os dois atos, mas na segunda chega a ser quase uma música totalmente diferente, mas ainda com a melodia base do primeiro ato.

Marble Garden Zone Act 1 - Sonic the Hedgehog 3

Marble Garden Zone Act 2 - Sonic the Hedgehog 3


Lava Reef Zone Act 1 - Sonic & Knuckles

Lava Reef Zone Act 2 - Sonic & Knuckles

Mais qualidade, mais possibilidades

Em 1993 foi lançado Sonic CD, o primeiro título do ouriço para o add-on Sega CD, e com ele a possibilidade de criar músicas com qualidade digital, não dependendo totalmente de som sintetizado. A qualidade da trilha sonora da versão japonesa de Sonic CD é até hoje questionada sobre ser uma das melhores da biblioteca de jogos do Sonic, e sempre lembrada por trilhas marcantes como os temas das zonas Palmtree Panic, Stardust Speedway e Metallic Madness.

Aqui a “regra das músicas” para cada ato possuía uma dinâmica diferente. Como o gameplay tem como base as viagens no tempo dentro de cada zona, cada período conta com sua versão do tema musical da área e isso ampliou a gama de músicas para cada fase em quatro (passado, presente, futuro bom e futuro ruim).


Palmtree Panic Zone (Present) - Sonic CD (JAP)

Palmtree Panic Zone (Past) - Sonic CD (JAP)

Palmtree Panic Zone (Good Future) - Sonic CD (JAP)

Sonic CD também foi o primeiro título do ouriço a contar com uma música-tema cantada, o que se tornaria um novo padrão para os jogos seguintes.

Sonic Boom - Sonic CD (JAP)

Cantando Sonic

Depois de Sonic CD, a biblioteca musical de Sonic começou a receber mais temas cantados. O período também marcou a primeira grande mudança de personalidade de Sonic, tornando-o um sujeito mais descolado, com mais atitude e passando uma imagem mais moderna do personagem para uma audiência que estava crescendo junto com ele.

Open Your Heart, da banda Crush 40, contava com Jun Senoue como guitarrista. O músico trabalhava com a SEGA desde Sonic the Hedgehog 3 e foi a ponte para que a banda firmasse uma forte parceria com a desenvolvedora e lançassem diversas músicas para os jogos do ouriço a partir do fim da década de 1990. A música foi tema de Sonic Adventure, de 1998, um dos jogos de lançamento do console Dreamcast.


Open Your Heart - Sonic Adventure

A partir daí, todos os principais jogos de Sonic contaram com músicas cantadas, o que acabou virando uma das marcas registradas da nova fase do personagem no início do novo milênio.


Live and Learn - Sonic Adventure 2


Sonic Heroes - Sonic Heores


His World - Sonic the Hedgehog (2006)


Seven Rings in Hand - Sonic and the Secret Rings


Knight of the Wind - Sonic and the Black Knight


Endless Possibility - Sonic Unleashed

Voltando aos poucos às origens

A trilha sonora de Sonic Unleashed trouxe pela primeira vez um tom mais cinematográfico para um jogo do Sonic. O tom mais épico dado às músicas do jogo não combinou bem com o gameplay, que tinha um tom mais descompromissado e com jogabilidade mista. Mas a trilha sonora soube se expressar de uma forma jamais vista anteriormente. Muitas das trilhas orquestradas passam um tom inédito do departamento musical da SEGA que, apesar de boas, descaracterizaram um pouco o personagem.


The World Adventure - Sonic Unleashed

Depois de alguns tropeços, a SEGA quis manter um pouco da nova imagem do Sonic ao reinventar sua personalidade, moldando-a para como o conhecemos atualmente. As músicas começaram a acompanhar essa nova mudança de identidade. Títulos mais coloridos e cartunescos, com tramas menos grandiosas e mais divertidas, junto com composições mais leves e animadas, para ajudar a transmitir essa nova fase do personagem.


Tropical Resort Act 1 - Sonic Colors


Windy Hill - Sonic Lost World

Sonic Generations foi o principal alicerce desta tentativa de transição, trazendo um verdadeiro choque de gerações ao juntar o clássico e o moderno no título que tinha como responsabilidade ser a marca do 20º aniversário de Sonic. A trilha sonora do jogo contava com algo que os fãs adoravam, que foi uma das primeiras vezes em que músicas clássicas como as da zonas Green Hill e Chemical Plant receberam versões modernas para seguir os atos de jogo do Sonic moderno.


Green Hill Zone (Modern) - Sonic Generations

Chemical Plant Zone (Modern) - Sonic Generations

Tiago “Tee” Lopes, o novo maestro de Sonic

Lançado em 2017, Sonic Mania é considerado por muitos como um dos melhores jogos de Sonic da história. A receita da excelente recepção do jogo tem como principais ingredientes os integrantes da equipe de desenvolvimento do jogo, composto por pessoas que sempre estiveram ligadas de alguma forma com o personagem por todos estes anos, ou seja, realmente conheciam Sonic e o que ele representa.

Entre eles está o compositor português Tiago “Tee” Lopes. Apaixonado por games desde criança, sempre trabalhou com composições para games e recebeu a importante tarefa de ser o compositor do jogo que seria considerado um dos mais importantes da história do Sonic, neste que foi seu primeiro grande projeto como profissional.
Tiago "Tee" Lopes, compositor da trilha musical de Sonic Mania
Tiago foi uma escolha um tanto quanto óbvia, pois anteriormente havia trabalhado em um projeto de fãs que estava recriando uma versão em alta definição do clássico Sonic the Hedgehog 2. O compositor foi contatado por Christian Whitehead, que trabalhou para a SEGA nas versões mobile de Sonic, Sonic 2 e Sonic CD, e que na ocasião atuava como programador de Sonic Mania.

Ele foi capaz de recriar trilhas icônicas dos títulos clássicos de Sonic e também é responsável por novas composições igualmente excelentes para a composição de Sonic Mania. Tee Lopes fez verdadeiras remasterizações de alguns temas, além de novas mixagens destas, para os atos secundários de cada zona. As composições novas possuem a identidade sonora que nos faz associar facilmente como uma trilha que pertence ao Sonic.


Green Hill Zone Act 2 - Sonic Mania

Flying Battery Zone Act 2 - Sonic Mania

Studiopolis Zone Act 1 - Sonic Mania

A velocidade do som

Sonic é um personagem capaz de transmitir uma energia singular através da experiência musical. Trilhas que souberam evoluir e amadurecer com o personagem, criando uma coleção de sentimentos que só mesmo quem acompanhou boa parte desta história sabe como apreciar.

Trilhas clássicas renovadas e novas composições que souberam potencializar a transmissão de uma personalidade que cresceu com sua audiência, e continua se adaptando para manter vivo um legado azul no mundo dos videogames.

E atualmente estamos vivenciando mais um grande momento para o personagem. A SEGA, com o projeto Sonic 2020, promete trazer novidades mês a mês a cada dia 20. Um filme está para chegar aos cinemas, trazendo o que pode definir uma nova transformação neste personagem que atravessou décadas e crises para nos proporcionar momentos de diversão, jogando ao embalo de uma trilha sonora muitas vezes atemporal.


Revisão: Thiago Monte
Arte da capa: Light-Rock



Tecnólogo em Gestão Ambiental, produtor do BlastCast e sincero até demais. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora jogos multiplayer que causam discórdia e fogo no parquinho. @XelaoHerege

Comentários

Google
Disqus
Facebook