Vem aí

Prévia: Doom Eternal (Multi) tem tudo para ser um jogo de ação infernal

Game promete ser uma excelente continuação do reboot da famosa franquia.


Lançado em 2016, Doom (Multi) foi um reinício muito promissor da tradicional série de tiro e terror. Quatro anos depois, teremos a continuação desse ótimo game: Doom Eternal (Multi), sequência direta e que tem tudo para trazer muita ação no universo infernal da franquia. Com gráficos ainda melhores, combates intensos, boa jogabilidade e ainda mais conteúdo, o game promete ser o ápice da série, conforme vamos conferir nesta Prévia.

Tradição no gênero de ação

O primeiro DOOM foi lançado em 1993 para computadores com o sistema DOS. Com sua visão em primeira-pessoa de alta qualidade (para a época) e muita ação cheia de violência, o game marcou uma geração de jogadores e consolidou vários elementos para o gênero de tiro. A história original começou com a chegada do protagonista em uma base em Marte.
Uma série que ultrapassa gerações
Utilizando uma tecnologia misteriosa, o planeta vermelho sediava um experimento para a extração de energia de uma dimensão diferente. O problema é que esse outro universo era, para fins práticos, uma espécie de inferno, com muito fogo e monstros demoníacos. Após um problema na base, as forças malignas saem do controle e o protagonista, conhecido como Doomguy (hoje Doomslayer), precisa levar a luta até eles.

Na sequência do título original lançada no ano seguinte, chamada de DOOM II (DOS), a guerra demoníaca chega até o planeta Terra e quase devasta a população do nosso mundo. Já DOOM 3 (Multi) consistiu em uma espécie de reimaginação do game original, alterando alguns pontos, mas mantendo a base da guerra contra os monstros de outra dimensão infernal.
O recomeço de Doom
Finalmente chegamos ao reboot de 2016. Chamado simplesmente de Doom (Multi), o game, com versões para PC, PS4, Xbox One, Switch e Stadia, trouxe todos os conceitos dos títulos originais com um roteiro mais robusto e uma produção de ponta. Apesar de a história consistir em uma espécie de reboot, ela não mudou nada drasticamente.

Continuando o reinício da franquia

Produzido pela id Software e publicado pela Bethesda Softworks, Doom Eternal (Multi) será lançado em 20 de março para PS4, Xbox One, Google Stadia e PC. O Nintendo Switch também receberá uma versão em 2020, ainda sem data definida, com produção da Panic Button. O game irá continuar diretamente do seu predecessor, como podemos conferir no vídeo a seguir.

Com o avanço das hordas demoníacas, os monstros também começam a atacar o planeta Terra. Trabalho para Doomslayer, o protagonista do game e o principal personagem da série, que deve impedir a invasão infernal utilizando um vasto arsenal. Alguns exemplos são a Ballista, que irá disparar projéteis perfurantes explosivos, e a Super Shotgun, que contará com um gancho para facilitar o contato do protagonista com os monstros.
Prepare-se para a luta!
Míni lança-chamas, serra-elétrica, granadas e bombas são mais alguns exemplos dos recursos disponíveis. Mas não é somente o protagonista que terá muitos recursos à sua disposição. Os demônios e monstros virão em várias formas diferentes, em variações duas vezes mais numerosas que no jogo anterior, cada uma delas contando com habilidades distintas. Doom Eternal também irá permitir ao jogador controlar alguns dos inimigos, literalmente combatendo “fogo com fogo”.

O jogador deverá ficar de olho em três tipos de contadores diferentes, que são vida, munição e escudo. Como uma forma de incentivo para que batalhas sejam travadas, ao atacar um monstro ele irá piscar com uma cor azul ou laranja. Matar os inimigos “azuis” recupera a vida, enquanto os “laranjas” recuperam a munição; já explodir os monstros com fogo recupera o escudo.
Monstros e mais monstros te esperam em Doom Eternal
Ao obter pontos para a armadura, será possível melhorar ou liberar novas habilidades. Elas são divididas em, basicamente, cinco categorias: ambiente, exploração, fundamentos, bomba de gelo e granada de fragmentos. As habilidades vão desde localização automática de elementos no mapa até maior resistência a locais infestados com veneno. Também será possível melhorar a armadura, a quantidade de vida, além de outros atributos.

Maior, melhor e mais impressionante

Embora manter-se constantemente em combate seja vital para progredir em Doom Eternal, sobretudo devido à recuperação de recursos, ele também oferece diversas seções de plataforma. É possível pular, subir alguns tipos de paredes, realizar pulos duplos e os famosos dashes. Claro que essas habilidades podem (e devem) ser utilizadas durante os combates.
As violentas Glory Kills serão muito úteis nos combates
Realizar movimentos e desvios rápidos ajuda a escapar das investidas dos inimigos, além de facilitar o ataque a monstros mais distantes. Falando neles, será possível destruir partes do corpo dos inimigos, o que pode, inclusive, impossibilitá-los de utilizar habilidades específicas. Mais uma possibilidade interessante será a possibilidade de interagir com os cenários, que poderão criar ataques devastadores.
Leve a luta até os vilões
Como pode ser conferido nos vídeos, a qualidade gráfica de Doom Eternal impressiona. As texturas são bem acabadas, a iluminação excelente e os designs muito bonitos. E se levarmos em conta que tudo ocorre de forma rápida no game, a beleza dos gráficos só fica mais evidente. A trilha sonora promete ser extremamente dinâmica e, assim, embalar perfeitamente a ação intensa do game.
O visual do game é muito bem acabado
A exploração dos cenários é outro ponto importante do título. Diversas melhorias e itens estarão escondidos pelos mapas, exigindo que o jogador fique atento o tempo todo. Desafios especiais também poderão ser encontrados. Outro ponto interessante do game será o modo “invasão”.

Ele irá permitir aos jogadores entrarem na seção de outros jogadores, mas no papel de monstros. Assim, será possível encontrar desafios ainda maiores durante a jogatina. Para aqueles que não quiserem a interferência de terceiros, a função será opcional. Ela não estará disponível desde o lançamento, mas será uma atualização gratuita para todas as versões. O vídeo a seguir detalha visualmente várias características e qualidades do game.

Promessa de um grande game

Seja pelas imagens e vídeos apresentados até agora, ou então pela ótima qualidade de seu predecessor, Doom Eternal (Multi) tem tudo para ser incrível. Os gráficos parecem ser ainda mais bem acabados, os combates mais emocionantes e com mais recursos, a quantidade de conteúdo ainda maior; enfim, um título grandioso em todos os sentidos. Agora é esperar para ver se o game irá alcançar tudo o que ele prometeu até agora.
Pronto(a) para evitar o inferno no Terra?
Doom Eternal - PS4, PC, Stadia e Xbox One
Gênero: Ação/Tiro
Lançamento: 20 de março de 2020
Expectativa: 5/5
Revisão: Ives Boitano

é redator do site GameBlast desde maio de 2018 e um grande fã da décima arte, embora não tenha muito tempo disponível para ela. Seus games favoritos (que formam uma longa lista) incluem: Kingdom Hearts, Guitar Hero, Zelda, Crash, FIFA, COD, Pokémon, MvC, Yu-Gi-Oh, Resident Evil, Bayonetta, Persona, Burnout e Ratchet & Clank.


Disqus
Facebook
Google