Top 10

10 curiosidades sobre os consoles Xbox

Esta lista traz curiosidades sobre a história da marca Xbox que ao longo de quase 18 anos faz parte da vida dos jogadores.

A marca Xbox hoje é consolidada no mercado de jogos, mas ela trilhou um grande e difícil caminho até chegar ao que é hoje. O primeiro console da Microsoft veio ao mundo em 15 de novembro de 2001 para concorrer com os consoles de peso da época, que eram o PlayStation 2 e GameCube, e sendo ele o console mais poderoso lançado naquela época, jogos multiplataformas, por exemplo, rodavam melhor no Xbox.


Para contar um pouco da história desta marca que tanto amamos, e que é um bem necessário para nós jogadores, vamos contar 10 curiosidades sobre seus consoles que tanto amamos e que revolucionaram a forma como jogamos hoje.

10. A escolha do nome


Originalmente o Xbox se chamaria DirectX Box, o DirectX é um driver criado pela Microsoft lá na década de 90 para facilitar a vida de desenvolvedores na portabilidade de jogos de consoles para diversas placas de vídeos para PCs.

A empresa pensou em outros 15 nomes para o seu primeiro console, dentre eles temos: Mega (Microsoft Entertainment & Gaming Assembly), P2 (PowerPlay), Mind (Microsoft Interactive Network Device) e Max (Microsoft Action Experience).

9. Design pouco atrativo

Em 2000 a Microsoft apresentou o primeiro protótipo do que poderia ter sido o Xbox, ele era um console em formato de X, prateado e com uma esfera verde no centro. Muitos dos que viram não gostaram nem um pouco do design extravagante do console. Após a resposta negativa, os engenheiros da Microsoft remodelaram o formato para o de um console convencional, mas claro, sem tirar o grande X que faz parte da identidade do console.

8. Um controle de peso



Muitos dos que adquiriram o primeiro console Xbox lá em 2001 tiveram problemas com o controle, ele era muito grande e complicado de manusear, mas o motivo era o poder do hardware do controle.

As reclamações foram tantas que a Microsoft no lançamento do console para o Japão teve que remodelar o controle do zero, para deixá-lo menor e mais confortável, e depois este novo controle começou a fazer parte da venda dos consoles em todo o mundo.

7. A maior e melhor rede online

Os consoles Xbox até hoje são reconhecidos por ter o melhor serviço online já visto no mundo dos jogos, mas isso já acontecia desde os primórdios da marca. Após um ano de vida do Xbox, a Microsoft lançou a Xbox Live, um serviço por assinatura que permitia jogar online com amigos de qualquer parte do mundo. O console da Microsoft dava conta do recado e desbancou as concorrentes ao entregar um serviço de qualidade, com um console dedicado a banda larga.

6. Músicas pré-carregadas para os primeiros Xbox 360

Além do Xbox 360 ter sido um console poderoso para jogos, a Microsoft queria também mostrar a capacidade do console para outras coisas, e uma delas era a reprodução de conteúdos multimídia, e para demonstrar tal poder, a empresa decidiu colocar em cada console lançado, no início de vida do Xbox 360, uma playlist de músicas pré-carregadas. A playlist contava com as bandas Cold, Marcy Playground e Skindred.

5. Um “anel vermelho da morte” que custou muito caro



Muitos dos que adquiriram os primeiros Xbox 360, em seus primeiros anos de vida, sofreram com uma grande dor de cabeça, intitulado de “anel vermelho da morte”, ou “3RLs”, este problema se dava através do superaquecimento do console e o tornava inutilizável.

Este problema atingiu 54% de todas as unidades lançadas até 2007, e um prejuízo de mais de 1 bilhão de dólares a Microsoft, pois foi feito um recall de todos os consoles que apresentaram o defeito e foi aprovado na época por Steve Ballmer, que era o presidente Global da Microsoft na ocasião. Foi um grande risco financeiro para a Microsoft e Peter Moore que comandou a divisão Xbox na época disse que se não tivessem solucionado este problema “a marca Xbox não existiria hoje”.

4. Nossas conquistas e recompensas de cada jogatina

Com toda a certeza uma das melhores coisas que o Xbox 360 apresentou para nós jogadores foi o sistema de conquistas e recompensas, isso fez com que até a concorrente Sony implementasse o mesmo sistema no PlayStation 3. Como forma de recompensar os jogadores que ficam horas jogando e desbloqueando conquistas, a Microsoft lançou um sistema de recompensas em 2013, para os jogadores trocarem seus pontos de conquistas por créditos para gastar na loja do console.

3. Kinect parrudo e controle caro



Conhecido lá no Xbox 360, o Kinect foi um dos sensores de movimento que mais fizeram sucesso no mundo dos jogos, e claro que a Microsoft não ia deixar ele de fora de seu sucessor, o Xbox One. Junto com ele veio o Kinect 2.0 que era mais poderoso. Ele contava com câmeras capazes de capturar imagens em Full HD, e inclusive no escuro, equipado com 128Mb de Ram e podia até capturar a pulsação dos jogadores.

Outro acessório de peso é o controle do Xbox One. Com o novo console da Microsoft, a empresa investiu mais de 100 milhões de dólares para o desenvolvimento do controle, isso tudo para o controle ter o melhor design, resistência e funcionamento, o controle dos sonhos. E deu muito certo, hoje o controle é um dos queridinhos dos jogadores. Para se ter uma ideia, também na questão de resistência do controle, é preciso que o jogador pressione um botão mais de 2 milhões de vezes para poder quebrá-lo.

2. Uma tecnologia que cheirava bem ou não...


Os engenheiros da Microsoft queriam colocar um cartucho dentro do controle de Xbox One, capaz de fazer o jogador ir além das sensações de visão e audição, que os jogadores sentissem “cheiros diferentes” enquanto jogavam determinados jogos. A ideia não foi pra frente e foi descartada.

1. Xbox One e suas polêmicas em seu início de vida



O Xbox One contou com algumas polêmicas durante o seu anúncio, ele contaria com um sistema DRM, que consistia em impedir que os jogadores pudessem trocar seus jogos. Após a repercussão negativa sobre esta polêmica de política de troca de jogos, a Microsoft decidiu voltar atrás e não implementou a política. Na época até rolou um vídeo da Sony, que estava anunciando o PlayStation 4, zombando do Xbox One só para aumentar ainda mais a polêmica.

Outra coisa que mudou com o tempo foi a obrigação de ter o Kinect conectado ao console para ele poder funcionar, e com a retirada do acessório, o console ficou com um preço mais acessível e mais atrativo aos jogadores.
E você, jogador do lado verde da força, o que achou destas curiosidades? Conte para nós sobre alguma que ficou de fora ou a sua predileta, a marca Xbox hoje é muito querida por nós jogadores brasileiros e marcou a vida de muitos, esta lista com certeza terá uma parte dois daqui a alguns anos, pois um novo ciclo começa em pouco tempo com o anúncio da nova geração de consoles, e o Xbox não ficará de fora dessa.
Revisão: Mariana Mussi S. Infanti

Poderia estar dando um rolê na Epoch, ou participando do torneio do Mortal Kombat, e quem sabe escapando de alguns zumbis, mas estou aqui, feliz por estar escrevendo sobre games.

Comentários

Google
Disqus
Facebook