O que esperar da Microsoft na E3 2019?

Confira nossas apostas com muito otimismo e expectativa lá no alto.



A Microsoft começou a oitava geração muito mal devido aos problemas de comunicação entre a companhia e os consumidores. O resultado foi a disparada da concorrência nas vendas e uma drástica mudança na política da divisão do Xbox. Assim, aos poucos, a gigante americana foi se recuperando e trazendo coisas surpreendentes como é o caso do ID@Xbox, Xbox Play Anywhere e, claro, o Xbox Game Pass.


Com o fim da oitava geração à vista, a E3 2019 tem ares de despedida e grandes anúncios e a Microsoft parece ter ganhando uma chance de ouro para brilhar. Afinal, sua atual grande rival não vai estar presente e o evento inteiro estará de olho nas novidades que serão apresentadas.

É com todo esse contexto em mente que nós elaboramos nossas expectativas para a conferência da Microsoft na E3 2019. As apostas são, sobretudo, otimistas e devem agradar aos fãs de games e principalmente aos aficcionados pelo lado verde da força.

Começando com um pé na porta: Halo Infinite

Para quem não se recorda, na E3 2108, a Microsoft abriu a sua conferência com um belíssimo vídeo apresentando a sequência da principal franquia exclusiva do Xbox. A intenção era apresentar o novo motor gráfico Splitspace Engine e vimos cenas de um mundo espetacular.





Ao final do vídeo, o grande protagonista aparece e o vídeo se encerra. Não ficamos sabendo nada sobre o que vai acontecer em Halo Infinite ou como será a jogabilidade. Assim, acreditamos que um teaser deve acontecer este ano, talvez com um rápido gameplay.

É verdade que não há esperanças de que o game possa ser lançado ainda neste ano, mas é bem provável que a Microsoft coloque ao final do vídeo a data de lançamento para o próximo ano.

Franquia Gears of War

Se Halo é a grande franquia da Microsoft, Gears está logo ali do lado com uma enorme base de entusiastas. No ano passado, um frenético teaser foi revelado e ficamos sabendo que o jogo seria lançado em 2019.

Gears 5 deve receber seu trailer oficial com um extenso gameplay na conferência, afinal, este deve ser o principal lançamento do Xbox no ano e talvez o último grande jogo da família Xbox One.





Além de Gears 5, possivelmente teremos trailers de Gears Tatics e Gears Pop, anunciados em 2018 e também previstos para este ano.

Novo Forza?

Como é tradição, o Xbox costuma apresentar todo ano um novo jogo da franquia Forza, seja o tradicional simulador da Turn 10 ou o arcade da Playground Games. Entretanto, alguns rumores apontam que Forza motorsport 8 não deve dar as caras este ano, sendo lançado apenas junto da nova geração, em 2020.





O rumor faz sentido visto que a franquia Forza sempre ficou encarregada de apresentar a capacidade técnica dos novos consoles. Mesmo assim, a Microsoft não deve perder a oportunidade em lançar um teaser e falar um pouco do seu tradicional simulador de carros.

Nova geração de consoles

A Microsoft já havia anunciado que não teríamos apenas um sucessor da família Xbox One, mas vários. Algumas informações não oficiais apontam para três o número de consoles da nova geração: um básico, sem leitor de disco e com foco no preço acessível, principalmente para mercados como o Brasil e América Latina em geral; um console competitivo, com leitor de disco e especificações médias para bater de frente com a concorrência; e, por fim, um console poderoso ao estilo “Xbox One X” voltado para jogadores hardcore.





Além das especificações técnicas, a companhia deve anunciar uma possível data de quando os consoles novos devem chegar. Assim, é bem provável que a nova geração chegue em meados do segundo semestre de 2020.

De olho na Google: o Projeto xCloud

A Google anunciou sua entrada no mercado de games com muito barulho. O Google Stadia chega no segundo semestre de 2019 e a Microsoft deve dar uma resposta à altura com o seu Projeto xCloud.





Anunciado em 2018, tudo o que sabemos é que o xCloud será um serviço de streaming de jogos na nuvem. Nada de baixar jogos para rodar em máquinas super potentes. Com o xCloud, basta uma boa conexão e os jogos são transmitidos sem nenhuma dificuldade. Esta é, pelo menos, a promessa da Microsoft e na conferência talvez possamos  ter algumas informações como a data de lançamento e o catálogo de jogos.

Novas IPs

Undead Labs, Playground Games, Ninja Theory, Compulsion Games, inXile Entertainment e Obsidian Entertainment. Esses foram os estúdios adquiridos pela gigante norte-americana e a novidade foi anunciada na E3 2018. Soma-se ao time de aquisições a criação de um novo estúdio: o The Initiative.





A nossa aposta é a de que pelo menos dois dos novos estúdios já apresentem ao menos algum teaser/trailer de seus projetos. Alguns rumores já indicam que a Ninja Theory, conhecida pelo incrível Hellblade, possa mostrar seu novo projeto na E3 2019.

Age 4, Reboot de Fable e retorno da Platinum Games

O clássico jogo de estratégia Age of Empires deve voltar ao centro das atenções do gênero com o seu quarto jogo. Sem muitas novidades ainda, a E3 pode ser o lugar ideal para mostrar como será a sequência da franquia. Será que finalmente Age vai aderir aos impérios do século XX? É o que descobriremos.

Outro rumor que tem nos atiçado é o reboot de Fable. A última vez que ouvimos falar da franquia foi com o anúncio de Fable Legends que, infelizmente, foi cancelado em 2016 e teve o seu estúdio, a Lionhead, fechado. Assim, Fable pode aparecer na E3 totalmente repaginado sendo desenvolvido pela Playground Games, conhecida pelos jogos da franquia Forza Horizon.





A E3 2019 para a Microsoft parece ser uma oportunidade de retomar alguns projetos que não aconteceram ou que foram esquecidos pela empresa. Todos devem se lembrar de Scalebound que surpreendeu a todos pelo trailer e gameplay divulgados há anos. O hype estava lá no alto até que alguns problemas com a desenvolvedora Platinum Games resultou no cancelamento repentino. Porém, nos últimos dias, aconteceu um mea culpa da japonesa e algumas informações indicam uma reaproximação entre Microsoft e Platinum. Scalebound pode aparecer, finalmente, no Xbox? Talvez.

Aquisição de novos estúdios

A compra de novos estúdios no ano passado foi só o começo. Os próximos alvos podem ser os independentes IO Interactive, Asobo Studios e Crytek. Sobre o primeiro, IO Interactive, sua grande franquia é o conhecido Hitman que tem ganhado excelentes jogos de stealth.

O Asobo Studios ficou conhecido pelo desenvolvimento de adaptações cinematográficas para os games como é o caso de Wall-E, Up e Toy Story 3. Recentemente, eles foram responsáveis pelo interessante A Plague Tale: Innocence. Já a Crytek tem em seu currículo a produção de jogos no estilo fps/survival horror.

É bem possível que a Microsoft anuncie os três estúdios e outros, assim como também é possível que nenhum deles sejam anunciados e algum outro completamente fora do nosso radar de rumores apareça. Entretanto, acreditamos que algum estúdio deve ser adquirido seguindo a nova política da empresa de diversificar seu conteúdo a partir de aquisições de estúdios com grande potencial.

ID@Xbox e Game Pass

Como já virou tradição, a conferência deve ter um momento especial para o ID@Xbox, programa de apoio a jogos independentes, que já rendeu projetos bem sucedidos como é o caso de Cuphead. É bem provável que o grande nome deva ser Ori and the Will of the Wisps, com gameplay mais extenso e data de lançamento.





Após a apresentação do game de plataforma da Moon Studios, espere uma chuva de jogos indies em desenvolvimento ou que já estão prontos para sair no segundo semestre.

Quanto ao Xbox Game Pass, sem dúvida a Microsoft deixou as grandes novidades para o catálogo do serviço para a E3 2019. Esperamos alguma parceria bombástica com algum estúdio capaz de trazer grandes franquias (rockstar games, venha! Não custa sonhar…). Além disso, poucos dias atrás, a empresa de Redmond divulgou que o seu serviço de assinatura estava chegando aos PCs. A E3 é uma boa oportunidade para dizer como isso deve funcionar e se haverá alguma integração com os consoles.

Rare: Sea of Thieves e Battletoads

Sea of Thieves tem um grande potencial e, apesar dos erros cometidos em seu lançamento, a Rare vem soltando atualizações constantes com o objetivo de melhorar a experiência do jogo. Sendo assim. é possível que novidades cheguem a Sea of Thieves, seja com uma ampliação de recursos, mapas ou uma nova jornada com mais criaturas dos mares. É aguardar para ver.





Assim, é preciso dizer que não é só de Sea of Thieves que vive a Rare. Battletoads ganhou um teaser no ano passado e esperamos um trailer com gameplay do retorno dessa aguardada franquia. É provável também que a Rare possa anunciar uma nova franquia e/ou o retorno de alguma franquia presente em seu catálogo, assim como está ocorrendo com Battletoads.

Third Party no Xbox

CD Projekt Red, Capcom, Activision, rockstar… Estas são algumas das empresas que não possuem conferência na E3 e que costumam apresentar seus projetos em uma das desenvolvedoras de consoles. Com a ausência da Sony, espera-se que essas empresas e várias outras deem as caras na conferência da Microsoft na E3.





Sabemos que um novo Call of Duty foi anunciado e é bem provável que ele apareça na E3 com um gameplay no Xbox. O mesmo deve ocorrer com a Capcom, pois rumores apontam que um remake de Dino Crisis ou Resident Evil 3 devem estar presentes. Não podemos nos esquecer da rockstar que também tem o hábito de apresentar seus projetos novos na Sony ou na Microsoft (nesse caso, apenas na última).

O que temos de concreto é a CD Projekt Red que foi uma das protagonistas da E3 2018 com um teaser de Cyberpunk 2077. Esperamos, dessa vez, um gameplay e uma data de lançamento.

O protagonismo e algumas surpresas em mãos

A Microsoft tem tudo para brilhar na E3. Se seguir o roteiro que muitos estão especulando será improvável que não dê certo. Por outro lado, é importante que a empresa americana traga algumas surpresas aos seus consumidores. Isso já ocorreu com a inusitada parceria com a Nintendo e, recentemente, a própria Sony.

Dessa forma, nada impede que sejamos mais uma vez impressionados com alguma novidade que estivesse “fora de cogitação”. O protagonismo da Microsoft este ano, como muitos dizem, pode estar na ausência de uma forte concorrência, assim como, na capacidade que a empresa tem tido para nos deixar de “boca aberta”.

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook