SOULCALIBUR VI: Conheça os diversos lutadores que já foram penetras na saga

O Palco da História já foi frequentado por diversos personagens de outras franquias. Conheça eles aqui.

SOULCALIBUR é uma das sagas mais famosas da Bandai Namco, e iniciou uma trajetória vista por muitos como a melhor história já desenvolvida para um jogo de luta. Algo que virou rotineiro na série são os convidados especiais, que acabam parando nesse universo por qualquer motivo. Independentemente de qual seja a justificativa deles no meio da trama, é sempre bacana controlar um lutador novo. Vamos a eles!

Yoshimitsu

Um especial sobre convidados começará com um que de fato não pertence a essa categoria. Muito foi discutido sobre esse Yoshimitsu ser o mesmo da série Tekken. Presente desde o segundo jogo da série, lançado primeiramente para Dreamcast, o Yoshimitsu dessa era foi o fundador do clã Manji, ao qual pertence o seu “parente” contemporâneo.  Logo, ele não é tratado como personagem convidado. Algumas diferenças entre eles é que o de SC é destro e possui uma prótese feita de madeira. Já o de Tekken é canhoto e usa um braço cibernético. Agora, em que ponto da história eles trocaram de prostético e mudaram sua empunhadura ainda permanece um mistério.

Heihachi, Link e Spawn

SOULCALIBUR 2 (Multi) foi o primeiro a ser lançado para mais de um console. Para celebrar, os produtores decidiram colocar um nome característico de cada marca como convidado. O PlayStation 2 iria ganhar Cloud Strife, de Final Fantasy 7 (PS1), mas um pequeno problema ocorreu aos 45 do segundo tempo. Heihachi Mishima, um dos antagonistas da série Tekken, foi chamado para preencher a vaga.

A versão para Gamecube talvez tenha ganhado o lutador mais legal de todos. Link, o hábil herói da saga The Legend of Zelda, foi o escolhido para lidar com a famosa espada maldita. Apesar da sua adição ter sido uma das mais bacanas, ele não retornou quando o port em HD foi lançado para PS3 e X360. Como nenhum console da Nintendo não receberia essa versão, os fãs ficaram sem ver os três convidados se digladiando.

Agora a pergunta é: como Spawn foi parar na versão de Xbox se ele nunca apareceu em nenhum título desse console? A resposta é negócios! A presença do Soldado do Inferno foi parte de um acordo entre a Namco e Todd McFarlane, criador dele nos quadrinhos. A McFarlane Toys, responsável por fazer diversas figuras de ação de alta qualidade, iria fazer as miniaturas do jogo. Como o console da Microsoft ainda não tinha nenhuma personalidade marcante, a ideia foi envolver o nome mais famoso possível e assim o Único entrou no elenco. Além de Spawn, McFarlane também criou o personagem Necrid, que esteve presente em todas as versões de SC II. 

Lloyd Irving

SOULCALIBUR Legends (Wii) é um spin-off da série que foge um pouco dos tradicionais moldes de um jogo de luta. Sua história gira em torno de alguns dos personagens centrais, Siegfried, Ivy, Astaroth e Mitsurugi em uma espécie de jogo de aventura. Quem cai de paraquedas nessa confusão toda é Lloyd Irving.

Vindo diretamente do mundo de Sylvarant, o garoto foi incluído nesse exclusivo da Nintendo por ser de outro título que também foi único, Tales of Symphonia (GC/PS2/PS3). O jogo foi lançado  em 2003 para Gamecube e só no ano seguinte foi portado para PS2, em terras nipônicas. Demorou praticamente uma década para que a galera do Ocidente conhecesse esse Tales, que ganhou mais uma versão, dessa vez para PlayStation 3.

Darth Vader, Yoda e The Apprentice (Starkiller)

Talvez esses sejam os nomes mais pitorescos de toda a lista. Elevando o quesito “aleatoriedade” a níveis galácticos, SOULCALIBUR IV (PS3/X360) trouxe Darth Vader como exclusivo para PlayStation 3, enquanto Yoda era jogável na versão do Xbox 360. Algum tempo depois eles foram lançados como DLCs, cada um para sua versão oposta. Eles podiam estar fora de contexto, mas nada melhor para rivalizar com a espada maldita do que um sabre de luz. Infelizmente não era possível utilizar seus estilos de luta para customizar um personagem.

Quem estava presente em ambos os jogos era Starkiller, o Aprendiz/The Apprentice, protagonista de Star Wars: The Force Unleashed (Multi). Curiosamente, essa foi sua primeira aparição em um game, já que sua aventura foi lançada meses depois de SC IV.

Apesar de ser muito divertido usá-los, o trio de Star Wars era considerado bem apelão, pelo uso da força. No caso de Yoda então, essa reclamação se intensificava porque ele era rápido (lembram das piruetas do Ataque dos Clones?) e mais baixo que todo o resto do elenco. Isso fazia com que muitos dos ataques não o acertassem. O que mais poderiam se esperar de um Jedi, não é mesmo?

Kratos

Como se não bastasse destronar deuses e arrancar suas cabeças com as próprias mãos, o espartano mais pistola dos games foi fazer novas vítimas em SOULCALIBUR: Broken Destiny (PSP). Esse spin-off reaproveitava bastante de SC IV, com algumas modificações que deixavam tudo até que divertido no portátil. Kratos usava suas famosas Blades of Chaos, além de diversos golpes característicos que aprendeu durante sua saga. Até que seria bem bacana tê-lo de novo no elenco.

Ezio Auditore da Firenze

A Namco Bandai fez uma escolha um tanto quanto questionável em SC IV ao trazer personagens de Star Wars, pois eles não se encaixavam muito bem na temática do jogo. Para integrar o elenco de SOULCALIBUR 5 (PS3/360), foi escolhido um dos assassinos mais notáveis da era medieval.



Se o título anterior deixou um gosto amargo na boca dos fãs, Ezio Auditore da Firenze, protagonista de Assassin’s Creed II (PS3/X360) e de suas sequências Brotherhood (PS3/X360) e Revelations (PS3/X360), foi a seleção ideal para balancear isso.Com todo seu arsenal disponível, indo de lâminas escondidas a uma besta e pistolas, ele era indiscutivelmente o lutador mais divertido do jogo.

Geralt de Rívia

Em seu sétimo título, que prometia recontar toda sua história, a série precisava de um convidado de peso. Quem convidar então? Muito mais bruxo que o Ronaldinho e mais pegador que galã de novela dos anos 90, Geralt de Rívia parece que foi feito para se adequar a esse universo.

Tudo bem que mais uma vez usaram a desculpa de “fulano caiu em um portal aberto pela Soul Edge e agora busca seu caminho de volta”, mas não dá para negar que o protagonista da saga multimídia The Witcher é simplesmente um dos melhores personagens do jogo. Rápido, preciso e com a mágica ao seu favor, o Lobo Branco é quase sempre uma escolha certa para todos os gostos.

2B 

Anunciada como uma das integrantes do season pass, e sem data de lançamento confirmada até o fechamento deste texto, está a protagonista do jogo NieR: Automata (Multi). Pelo que o trailer de anúncio mostra, a androide de combate YoRHa No.2 Type B, ou 2B, terá algum tipo de envolvimento com Ivy. 


KOS-MOS e Devil Jin

Esses dois em específico merecem ser citados à parte por não serem exatamente convidados. KOS-MOS, protagonista da série Xenosaga, estava presente de maneira inusitada. Dante, de Devil May Cry, estava cotado para ser o convidado de SOULCALIBUR III (PS2), mas infelizmente a participação não deu certo. Para não passar em branco, foi inserido no modo de criação de personagens femininas as partes Type X, que remontam a heroína de cabelo azul.

Já Devil Jin teve um pouco mais de capricho ao ser inserido em SC V. Além de ter seus apetrechos e até tatuagens incluídos no modo de customização, seu estilo de luta também foi inserido, com o nome de Soul of Devil Jin. Posteriormente, foram adicionadas via DLC outras partes de diversos lutadores de Tekken.


Carlos França Jr. escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook