Demonstração de Deltarune (PC), novo "jogo" do criador de Undertale, pode ser pego de graça

Novo projeto de Toby Fox foi revelado hoje, mas ainda traz mais perguntas do que respostas.

Nesse mundo cheio de surpresas, fomos pegos por uma bastante interessente nesse 31 de outubro. Toby Fox, mente por trás de Undertale (2015) soltou hoje um novo jogo, que já pode ser baixado e é totalmente de graça. Mas calma que a história não é tão simples assim.


Após um dia com alguns tweets indicando que "algo" aconteceria, hoje Toby nos revelou Deltarune, tecnicamente um novo jogo, com uma demonstração já disponível para ser baixada no site oficial. No Twitter, o desenvolvedor faz algumas observações sobre o programa executável.

  • Talvez o Windows Defender ache que é um arquivo suspeito. Se isso acontecer, mande o aplicativo executar mesmo assim.
  • O desinstalador do programa apaga todo o diretório no qual está contido, o que pode ser bem problemático. É recomendável não usar o desinstalador para apagar o programa.
Mas do que se trata Deltarune? Muitos mistérios ainda estão envoltos nesse projeto, mas há uma boa chance de que se passe no universo de Undertale ou mesmo seja uma continuação direta. No RPG de 2015, Delta Rune é uma marca vista em alguns lugares e com alguns personagens, como no vestido de Toriel.

Toby Fox também pede que todos que jogarem essa demo evitem comentar sobre ela nas próximas 24 horas, claramente para dar tempo das pessoas jogarem ou ao menos se prevenirem de eventuais spoilers. Por fim em outros tweets ele também diz que esse pedaço de jogo ainda está em desenvolvimento, estando longe de ser um produto final.

Seja lá o que vier, se você é fã de Undertale, recomendo fortemente dar uma conferida em Deltarune.

Fonte: Deltarune



Flávio Augusto Priori é formado em design de jogos e tenta ganhar a vida com esse negócio chamado video game. Para ele Metal Gear é a melhor série já feita e ainda acredita na volta da SEGA. Escrevia para o saudoso Minha Tia Joga LoL e hoje pode ser achado no Facebook e no Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook