Top 10

Os 10 MOBAs mais jogados da atualidade

Vamos conferir os 10 games mais populares do gênero.


Multiplayer Online Battle Arena, ou MOBA, é um gênero que surgiu com uma modificação feita em Warcraft III (PC) chamada Defense of the Ancients, o famoso Dota lançado em 2003. Desde então, tem ganhado muita força e naturalmente mais e mais opções surgem no mercado, ajudando a diversificar o gênero.

São diversas temáticas diferentes, que variam desde estilos artísticos, personagens originais e até mesmo formas de combate que vão do mais tradicional ao FPS. Para ajudar tanto os novatos como os veteranos a escolher o seu próximo game, nós trazemos uma lista com os 10 MOBA mais jogados atualmente. Confira o que cada um tem a oferecer:


10 - Heroes Arena (Android/iOS)

Lançado pela uCool em 2017, Heroes Arena ainda é um novato no mundo dos MOBA em plataformas mobile, as quais vêm recebendo cada vez mais títulos do gênero. Ele conta com um clássico mapa de três ”lanes”, é bem colorido com cores mais vibrantes que seus concorrentes e como diferencial traz quatro skills ativas por personagem, diferente das tradicionais três habilidades.


9 - Paladins (Multi)

Paladins já se destaca de cara pela jogabilidade em FPS. O jogo conta com três modos, cada um com regras específicas para se atingir a vitória. O mais popular deles se chama Siege, onde é necessário controlar um “ponto de captura” para depois escoltar uma carga até a base inimiga, um processo que se repete até um dos times atingir 4 pontos no placar geral. Foi lançado em 2016 pela Hi-Rez Studios, que fez também uma versão mais simples para mobile com o nome de Paladins Strike (Android/iOS).


8 - Arena of Valor (Android/iOS)

Um dos MOBA de celulares que mais vem crescendo nos últimos meses, Arena of Valor é um jogo de 2015 da Tencent Games. Apesar de contar com uma jogabilidade clássica, seu diferencial está em partidas com um tempo mais curto, apropriado para mobile, e na presença de figuras famosas da DC Comics como Superman, Mulher-Maravilha e o Coringa, dentre outros que estão para chegar. Além disso, o game conta com uma vasta gama de personagens originais e recebe heróis novos quase toda semana.


7 - Vainglory (Android/iOS)

Vainglory é o avô dos MOBA em celulares, pois surgiu lá em 2014 através da Super Evil Megacorp (sim, o nome é esse mesmo). Ele se garante nos gráficos potentes e uma aparência mais séria em geral. Há modos de cinco ou três jogadores por time, o que permite uma partida mais longa ou mais curta, dependendo da preferência do jogador. No seu site oficial, ele promete intensamente a melhor experiência em controles na tela de toque e a melhor taxa de quadros por segundo.


6 - Mobile Legends: Bang Bang (Android/iOS)

Com mais de 100 milhões de downloads só no Android, Mobile Legends: Bang Bang é de longe o MOBA mais popular no mercado mobile. Seu lançamento oficial foi em 2016 pela Moonton. A jogabilidade é totalmente clássica, mas o que o torna curioso é que carrega um bocado de polêmica nas costas devido a um processo judicial aberto pela Riot Games em 2017, onde a empresa alega que o jogo copia diversos elementos de League of Legends (PC). Tal processo ainda não teve uma conclusão e até lá Mobile Legends segue na liderança dos downloads em celulares.


5 - Dota 2 (PC)

Após definirem os padrões do MOBA com o Dota original, a Valve Corporation deu uma reformada no game e em 2013 lançou Dota 2 que é até hoje um dos mais jogados e referência no gênero. Com diversos modos e um suporte contínuo que bateu de frente com League of Legends, o game deu um novo gás ao Defense of the Ancients. Não é à toa que a comunidade por muito tempo se dividiu entre os fãs de LoL e os fãs de Dota 2. O game também é grande destaque no mundo dos eSports, sendo um dos pioneiros na categoria com milhões de espectadores ao redor do mundo em streamings de competições oficiais.



4 - Smite (Multi)

Smite é mais um título da Hi-Rez Studios, lançado em 2014. Sua jogabilidade é em terceira pessoa, o que puxa o jogador mais para dentro da ação do que a clássica Top-View, porém seu grande diferencial são seus personagens. Cada um é baseado em uma figura mitológica de diversas culturas, como a Grega, Nórdica, Egípcia e até mesmo algumas menos conhecidas como Celta e Maia. É um prato cheio para os fãs de mitologia e contém uma vasta gama de “Deuses”, como são chamados os campeões do jogo. Facilmente você se perde nas lores de cada um, é daqueles jogos cuja experiência se estende para além da partida.


3 - Heroes of The Storm (PC)

A Blizzard dispensa apresentações e em 2015 ela entrou no mundo dos MOBA com Heroes of the Storm, um game que traz como heróis diversos personagens icônicos de outros jogos da companhia. Cada mapa possui configurações, tamanhos e objetivos diferentes para se chegar até a base inimiga, o que promete diversificar bastante uma partida da outra. E como se isso não bastasse, há ainda personagens com jogabilidades inovadoras, como Cho’Gall, um ogro de duas cabeças que é controlado por dois jogadores ao mesmo tempo.


2 - Overwatch (Multi)

Novamente um game da Blizzard, foi lançado em 2016 e é o mais diferente do gênero, pois apesar de existirem outros MOBA de tiro em primeira pessoa, Overwatch é o que possui a ação mais frenética e contínua de todos. Cada segundo, cada movimento são cruciais para se atingir um dos variados objetivos rumo à vitória. Cresceu em popularidade rapidamente logo no lançamento e não parou mais, sendo hoje um dos maiores MOBA existentes.


1 - League of Legends (PC)

Por fim, o que não podia faltar. League of Legends nasceu em 2009 pela Riot Games e é a maior referência do gênero atualmente, mesmo os leigos em games reconhecem o nome “LoL” ou pelo menos “aquele joguinho que ta lotando estádio”. Sua popularidade se deve muito à excelente estratégia de marketing da Riot na área ainda pouco explorada dos eSports.

Com streamings de torneios importantes, mobilização da comunidade para o surgimento de torcidas, a criação daquele sentimento de “vestir a camisa” do seu time, etc… Tudo foi muito bem projetado e estimulado pela empresa para criar esse ambiente de torcedores e competidores profissionais que hoje movem milhões de dólares no mundo todo.



 Revisão: Júlio César
Link Beoulve é um jornalista freelancer, amante de jogos de todos os tipos, principalmente videogames. Enciclopédia ambulante de Zelda, Mestre Pokémon aposentado, caçador de monstros traumatizado. Você pode conferir seu portfólio aqui.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook