Samurai Warriors Spirit of Sanada (Multi) — uma joia perdida para os amantes de musou

Uma joia bruta, é verdade, mas que merecia mais reconhecimento por parte dos jogadores.


O gênero musou não é tão difundido e abrangente quanto gêneros de RPG ou FPS no mundo dos games. Muitas vezes oferecem propostas simplistas em todos os aspectos de um jogo, desde seus gráficos até sua jogabilidade. E mesmo sendo jogos de nicho, séries de relativo sucesso como Dynasty Warriors e Samurai Warriors conseguem se manter vivas até hoje, e deram origem a spin-offs de qualidade ao se misturarem com outras franquias, como Hyrule Warriors (Wii U/3DS) e Dragon Quest Heroes (Multi).


Samurai Warriors Spirit of Sanada (Multi) foi lançado no Japão em novembro de 2016, chegando ao ocidente em maio do ano seguinte. Sendo um spin-off da série principal Samurai Warriors, Spirit of Sanada romantiza a história do período Sengoku do Japão (1467 - 1603) através do ponto de vista do clã Sanada. O protagonismo é dividido entre os três principais representantes do clã, Masayuki Sanada e seus filhos, Nobuyuki e Yukimura. Há uma intensidade positiva colocada sobre a maneira como o game conta sua história. Por ser baseado na história japonesa, não há como fugir dos fatos e muitos deles acabam indo de encontro com aquilo que o jogador esperava, principalmente por criar um laço com os três protagonistas ao experienciar suas angústias, dúvidas e incertezas em um período violento de guerras. Desenvolvimento e crescimento dos personagens são favorecidos ao priorizar o protagonismo dos Sanada, mesmo tendo a possibilidade de conhecer mais da história de outros clãs, como o Toyotomi e o Tokugawa.



Da mesma maneira que a história é conduzida de forma competente e interessante, os elementos de jogabilidade priorizam a simplicidade e a facilidade de se adaptar aos controles do game. Podemos escolher qualquer um dos 61 personagens jogáveis e saberemos exatamente conduzir nossas ações em batalha. É claro que cada um possui suas próprias nuances graças aos seus estilos de combate e armas utilizadas, mas os movimentos básicos e especiais são sempre utilizados da mesma maneira e quase sempre com as mesmas combinações de botões. Não há segredo. É pegar e jogar.

Uma das características mais marcantes de Samurai Warriors como um todo e possivelmente da grande maioria dos games do gênero musou, é o modo como a sensação de poder é facilmente apresentada ao jogador nos primeiros minutos dentro de uma batalha. Dizimar centenas de soldados inimigos ao mesmo tempo utilizando ataques básicos ou com ataques especiais devastadores faz com que o jogador se sinta um verdadeiro mestre na arte das armas brancas. Temos, sim, desafios a serem vencidos, seja por meio de chefes de fases ou objetivos que exigem um pouco mais de coordenação, mas vencê-los apenas confirma nosso sentimento de empoderamento. Para alguns, o combate desenfreado pode parecer insosso e sem graça, mas a diversão está em ser a principal arma dentro do campo de batalha. E para aproveitar tais momentos, é só deixar de lado complexidades oferecidas em outros jogos.



Não desligue seu cérebro para jogar Samurai Warriors Spirit of Sanada. Com a introdução dos Stratagems, temos um sistema que oferece um mínimo senso de estratégia para os jogadores. Ativar um Stratagem oferece a chance de mudar o rumo das batalhas, criando vantagens para o jogador ao convocar um aliado ou aumentar sua velocidade de movimento. Para usá-los, é preciso gastar as Sanada Coins, moedas-símbolo do clã Sanada, e para ganhá-las basta que cumpramos objetivos diversos durante as missões ou mesmo em conversas opcionais durante os momentos de calmaria nas diversas vilas que podemos visitar. É preciso ter sabedoria na hora de usá-las, visto que diversos Stratagems podem ser ativados dentro de uma mesma missão, e gastar todas as Sanada Coins pode nos fazer ficar sem opções de auxílio em confrontos futuros.

Esqueça os aspectos técnicos de Spirit of Sanada. Embora a qualidade iluminação e sombra e modelagem dos personagens sejam boas, todo o resto deixa a desejar. Poucas expressões faciais e texturas de baixa qualidade acabam indo contra o game, mas não de maneira que vá prejudicar a experiência tão positiva oferecida pela história e pela jogabilidade.



Samurai Warriors Spirit of Sanada (Multi) me surpreendeu ao contar uma história de forma coesa e interessante. Aliado a isso, a facilidade que tive de me divertir com seus combates simples e fluidos agregou ainda mais valor ao título, me fazendo gastar uma boa quantidade de horas em um game cujo gênero não está no topo da “cadeia alimentar”. Dezenas de personagens, uma boa dose de exploração e coleta de itens, melhorias a serem feitas e objetivos secundários para serem cumpridos completam o pacote. Há muito tempo eu não me divertia tanto com um jogo assim, e essa é a razão de eu estar aqui falando um pouco sobre esse game que possivelmente muitos de vocês nem sequer ouviram falar. Soa repetitivo, mas a grande verdade é que o charme de Spirit of Sanada está em sua simplicidade.

Revisão: Ana Krishna Peixoto
Francisco Camilo é ex-viciado em platinas na família PlayStation e sonha em ser escritor no futuro. Divide suas jogatinas entre jogos de todos os tipos e partidas de Battlefield e Call of Duty.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook