Ultra Street Fighter IV (Multi) e sua final épica no EVO 2015

EVO conhece o segundo bi-campeão da série Street Fighter IV.


Domingo foi o dia mais aguardado, e também triste, para os fãs de jogos de lutas quando estamos em período de Evolution Series Championship, ou EVO para os íntimos. No último dia de competição, temos as mais aguardadas finais, chamadas de Top 8, encerrando uma épica competição. Street Fighter é o carro chefe e criação do EVO e como tal, propiciou uma reta final inesperada e extremamente dominada por todos os fatores que poderiam atingir uma luta.

Top 8

A competição de Ultra Street Fighter IV no EVO 2015, seria a transição oficial para a versão de PlayStation 4, porém, devido aos problemas no lançamento, o torneio foi realizado na consagrada versão de Xbox 360. Versão definida e competidores também. Os oito melhores lutadores desse ano, surpreendeu bastante ao vermos nomes como Daigo Umehara de fora da final. Em meio a surpresas e nomes conhecidos, os confrontos iniciais foram:
Winners bracket
EG|Momochi (Ken) vs. MCZ|Tokido (Akuma)
AiAi (Juri) vs. Infiltration (Evil Ryu, Elena, Chun-Li)
Losers bracket
EG|PR Balrog (Balrog) vs. BE|Nemo (Rolento)
AvM|GamerBee (Elena) vs. Liquid|NuckleDu (Decapre, Guile)
O primeiro duelo foi entre o melhor jogador de Street Fighter da atualidade e atual campeão da Capcom Cup, Yusuke Momochi, contra seu compatriota Hajime Taniguchi, o Tokido. E nesse duelo de Ken vs Akuma,  Momochi venceu por 3-1 com muita propriedade, enviando Tokido para Losers.

No outro confronto reuniu a grande surpresa Ai Ai, que infernizou a vida de todos que passaram no seu caminho jogando com a sul-coreana Juri Han, enfrentou a máquina entre os jogadores profissionais, Seon Woo Lee, o temido Infiltration. O sul-coreano resolveu apostar em surpreender os adversários esse ano e utilizando Decapre, não deu chances para a Juri de Ai Ai, que parecia sentir o peso de chegar ao Top 8 e levou 3-0.

Enquanto isso na Losers, os primeiros confrontos foram distintos. NEMO (Rolento) realizou uma partida muito equilibrada contra PR Balrog (Balrog) e saiu vencedor por 3-2. No outro lado, Gamerbee confirmava a ótima fase no torneio, foi o responsável por eliminar Daigo. No comando do seu temível melhor Adon do mundo, não deu chances para NuckleDu e seu Guile, levando por 3-1.

Os confrontos na Losers prosseguiram com NEMO vs Ai Ai e Gamerbee vs Tokido. O primeiro confronto foi bastante disputado, apesar do inicio indicar que NEMO passaria o trator ao abrir 2-0. Com sua Juri encapetada, Ai Ai buscou o empate, sonhou com a vitória mas acabou caindo para o implacável Rolento de NEMO, e sendo derrotado por 3-2. No outro confronto, mais uma vez Adon passeou na luta, dando a Gamerbee um grande 3-1 sobre um dos mais temíveis Akuma do mundo.

Semi-final com cara de Grande Final

Abrindo as semi-finais, mais uma vez foi com um grande confronto: Momochi vs Infiltration. Como vencedores, realizaram a Winners Final. Se você pegou a transmissão pela metade e justamente nesse confronto, poderia acreditar que estava assistindo a grande final. Enquanto o japonês seguia firme com seu característico Ken, Infiltration teve trabalho para fazer a leitura do confronto e surpreendeu a muitos, com uma variedade de personagens e seu inesperado Abel. A escolha se mostrou certeira para frear Momochi com direito a uma incrível virada faltando 11 segundos, forçando o japonês trocar para Elena e garantir sua vaga na grande final.

No outro lado, o confronto de Losers Semi-final entre NEMO vs Gamerbee. Mais uma vez o atleta da Avermedia não deu chances e derrotou NEMO por 3-1, chegando a Losers Final contra Infiltration. Mais uma vez, o confronto foi digno de uma final de EVO e mais uma vez, vimos o choque do inacreditável por ambos os jogadores.

Com inacreditáveis 30 minutos de lutas, o mundo presenciou gratas surpresas. Para o confronto Gamerbee escolheu Elena e como tentativa de conter a capoeirista, Infiltration foi de Chun-Li. Jogando com a chinesa, ele é conhecido com a Chun mais retranqueira que existe e precisou partir para cima do rival, para tentar quebrar a tática da cura.

Infiltration arriscou em encher as barras de Gamerbee e quando ele utilizasse Healing, partir para cima e punir. A tática não surtia efeito, ajudando apenas com uma vitória, até que ele novamente arriscou e surpreendeu mais uma vez. Primeiro ameaçou jogar com Rolento e quebrou a tensão do momento e selecionou a personagem da sua terra natal: Juri Han. Infiltration conseguiu um épico comeback quando tudo parecia acabado, forçando a quinta luta. No duelo decisivo, Gamerbee foi no jogo seguro e selecionou Adon e conseguiu a vitória no terceiro round por Time Out.

Final épica

O confronto mais aguardado da noite reuniu o melhor em atividade, contra aquele que vem se esforçando cada vez mais para ser melhor. Até a grande final, Momochi não soube o que é perder, enquanto Gamerbee superou Daigo, o cara que mais vezes o eliminou com direito a final de EVO, e entrou no Top 8 sendo derrotado por Infiltration e sabia que se quisesse ser campeão, não poderia perder nenhuma luta.

Iniciando a aguardada final, vimos o tradicional: Momochi utilizando Ken, enquanto Gamerbee foi com Adon. Vimos batalhas grandiosas, e pela primeira vez o campeão da Capcom Cup estava em dificuldade no EVO 2015 ao ponto da final ser resetada, com a vitória de Gamerbee por 3-1. Em um longo momento de reflexão, Momochi resolveu sucumbir ao Satsu no Hadou.

No confronto final, tudo ficou mais equilibrado e épico com a troca de Momochi ao escolher Evil Ryu. A versão possuída é uma versão mais simples de jogar e com muitas opções ofensivas que o Ryu tradicional não possui. As lutas fizeram a facilidade da anterior, desaparecer e a decisão chegou na quinta luta. O primeiro round foi do japonês que parecia estar com o caminho favorável para vencer no segundo round até que fomos surpreendidos.

Ao iniciar o que poderia ser o round decisivo, o controle arcade de Momochi misteriosamente desconectou. Controles competitivos são cabeados justamente para evitar esses problemas, mas parece que a Razer possui um pequeno problema na saída dos seus. Com isso, Gamerbee ganhou o round, pois nas regras do torneio indicam: Se algum controle parar de funcionar por defeito, ou houver pausa na luta, o responsável perde o round automaticamente.

Se esse disputa fosse ao vivo na TV aberta, com certeza estariamos ouvindo o famoso "haja coração amiiiiiiiiiiiiiiigos. Momochi teve problemas técnicos com seu controle, ele que é japonês, Japão terra do penta campeonato mundial brasileiro, a seleção que hoje joga o menino Neymaaaaaaar!".

Com todos os problemas resolvidos pela equipe Mad Catz, parecendo ironia do destino, com o controle da marca rival Momochi não errou nenhuma execução e faturou o EVO 2015. Mesmo com a derrota, Gamerbee chegou na final com a vaga da Capcom Cup garantida, uma vez que Momochi e Infiltration já estavam com suas vagas garantidas anteriormente. Os três ainda receberam um controle arcade de ouro para coroar as campanhas.

Game Over


Chegamos ao final do EVO 2015 e se de fato, essa foi a última vez que a série Street Fighter IV foi o evento principal, ela se despediu com chave de ouro e tudo mais a que tinha direito. Lutas épicas, viradas gloriosas, um campeão a prova de tudo e um grande exemplo de perseverança. Tudo isso elevou ainda mais o patamar da competição, além de ultrapassar mais de 200 mil expectadores.

E fica a lição: nunca desista e jamais abandone seu personagem favorita. Ter um plano B, não quer dizer abandonar o seu personagem principal. Aos fãs de jogos de lute, continuem praticamente, em breve retomamos o Dojo Blast e sobre as competições, elas não param e até chegarmos na Capcom Cup, teremos muitos torneios com os mais fortes.

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook