Perfil

Direto de Monster Hunter, conheça Fatalis, o Dragão Lendário

Conheçam agora o primeiro, o Elder Dragon pioneiro, membro do Trio Fatalis e maior ameaça do primeiro jogo da franquia, o dragão negro que virou lenda.

Quando o primeiro Monster Hunter (PS2) foi lançado lá em 2004, a mecânica dificílima do jogo e o desafio de mais alto nível já estavam estabelecidos assim como a base de todos os demais jogos. Além disso, a variedade extensa de monstros também já estava presente, uma vez que o título apresentava mais de 40 monstros diferentes (contando com subespécies).



Entre as famílias de monstros introduzidas na franquia no primeiro título, estão os Flying Wyverns e, principalmente, os Elder Dragons, os seres mais poderosos, raros e majestosos de toda a franquia. Conhecidos por sua força extrema e por dominarem a região que habitam, os Elder Dragons tinham somente três representantes conhecidos na época. Eram eles Kirin, o Unicórnio do Trovão; Lao-Shan Lung, o Dragão Colossal e Fatalis, o Dragão Lendário. Esse último se destaca por ser um dos monstros mais inteligentes até hoje, possuir alguns dos ataques de fogo mais poderosos e, é claro, ser a ameaça final do primeiro jogo da franquia.


O Elder Dragon clássico

Uma das primeiras características que já chama a atenção em Fatalis é o seu corpo: quatro patas, um par de asas, longa cauda, pescoço comprido e crânio com chifres. É a imagem clássica de um dragão. Fora isso, outros elementos lhe garantem o posto de “primeiro grande Elder Dragon”: poder descomunal, domínio pleno do seu habitat (do qual falaremos logo abaixo) e comportamento altamente hostil.

Sua anatomia lembra bastante outros Elder Dragons, como Alatreon e Kushala Daora, porém poucas ligações podem ser feitas entre essas espécies. Um fato curioso sobre Fatalis é que nunca foram observados dois membros dessa espécie ao mesmo tempo, o que dificulta os caçadores estudarem seus hábitos de reprodução e, até mesmo, se dois Fatalis existem ao mesmo tempo no mundo.

Uma teoria no mínimo intrigante diz que esse ser mágico é único e renasce de tempos em tempos, o que explicaria o fato de nunca dois Fatalis serem vistos juntos. Outro ponto que dá força a essa teoria mirabolante é o local onde esse monstro resolveu habitar…

O guardião do castelo

Lembram-se das histórias de contos de fada? Onde uma princesa é presa em um castelo encantado, guardado por um enorme dragão? Pois é, sem uma princesa para guardar, Fatalis escolheu um castelo nem tão encantado assim como lar. O Castelo Schrade é uma construção humana feita há muito tempo e que foi abandonada por motivos desconhecidos.



O castelo é gigantesco e, quando foi descoberto, logo foi revelada a existência de Fatalis também. O dragão escolheu o castelo como único habitat e até hoje nenhum explorador, pesquisador ou caçador conseguiu entender o verdadeiro motivo para isso. Uma das várias teorias diz que Fatalis ainda em filhote escolheu o castelo para se proteger de criaturas maiores do que ele, como Akantor, saindo nos arredores do castelo somente para se alimentar.

Outros já dizem que Fatalis foi o causador da destruição do castelo, invadindo-o eras atrás e estabelecendo residência nele até os dias de hoje. Seja lá qual for a história verdadeira, o dragão negro está lá e a espécie que ele mais despreza não é gigantesca, são os humanos. Por algum motivo sombrio, o maior estado de fúria desse dragão fenomenal é quando ele localiza um humano em seu território.


Uma máquina assassina com asas

Fatalis possui esse nome por causa de um único propósito: ele é fatal. Suas habilidades dracônicas são exemplares e sua destreza na luta é incrível. Seu padrão de movimentação lembra muito a de um lagarto gigante, podendo mudar sua direção rapidamente, andar de costas sem perder o foco no inimigo e girar rapidamente em seu eixo.

Sua cauda excessivamente longa serve como uma espécie de chicote com espinhos que derruba vários caçadores de uma só vez. E quando esses chegam perto o suficiente para causar dano ao seu tronco, o monstro se joga no chão espalhando suas vítimas e impedindo novos ataques.

Mas os principais ataques do monstro ficam por conta das suas fenomenais labaredas de fogo. Fatalis é conhecido por ser um dos monstros com as labaredas de fogo mais poderosas de toda a franquia. Com ataques de fogo que duram muito mais do que aqueles utilizados por Rathalos e Rathian, Fatalis causa grandes quantidades de dano em vários alvos ao mesmo tempo. Como se não bastasse, ele ainda pode efetuar ataques enquanto voa, mantendo distância dos adversários.


O Trio Fatalis

Mesmo que Fatalis seja incrivelmente forte e mortal, ele é o mais fraco dos três dragões membros do chamado Trio Fatalis: Fatalis, White Fatalis e Crimson Fatalis. Seu primo pálido pode ser encontrado em Tower, mas também é visto nos arredores do castelo do seu parente negro. Já o Fatalis carmesim vive mais distante dos parentes, nas regiões vulcânicas, onde disputa território frequentemente com Akantor, Brachydios e outros habitantes poderosos das regiões quentes.



Os três dragões lendários possuem, dentre as suas semelhanças, as escamas extraordinariamente resistentes. As escamas dessas três criaturas é um dos raros materiais que resiste às chamas de Fatalis, por isso caçador, prepare-se para montar uma armadura totalmente nova para sobreviver aos poderosos golpes dessa criatura.

Ele é considerado o mais fraco dos três por conta da baixa quantidade de ataques aéreos que possui, além de um modo fúria bem mais rápido e estável do que o dos seus parentes maiores. Fatalis, por incrível que pareça, é uma espécie de irmão caçula dos outros dois dragões lendários.

Como se transformar em um “Dragon Slayer”?

Fatalis é altamente territorial, agressivo e poderoso. Dessa forma, para um caçador encontrá-lo, só se ele for corajoso (ou louco) o suficiente para adentrar no castelo da fera e desafiá-la para um combate. Esse dragão negro possui poderosos ataques, mas em compensação, é muito lento, o que pode ser utilizado a favor do caçador.



Qualquer equipamento que tenha resistência aos elementos fogo e dracônico serão muito bem vindos na luta, enquanto que as armas selecionadas devem utilizar o elemento fogo como base, pois, curiosamente, o dragão negro possui fraqueza ao elemento que ele mesmo usa durante a luta. Boas estratégias de combate contra essa besta incluem bombas de luz para cegá-lo temporariamente e o uso de Bowguns para derrubá-lo enquanto ele está no ar. No chão, golpear as suas patas sempre é uma boa forma de fazê-lo cair para então distribuir diversos golpes em sua cabeça e barriga.

Com essas estratégias, um bom time e a sorte ao seu lado, talvez você consiga dizer que é um verdadeiro matador de dragões. Pois nenhum matador de dragões é completo, a não ser que enfrente essa fera lendária. Fatalis, assim como diversos monstros dos quais falamos aqui, estará presente em Monster Hunter 4 Ultimate (3DS), aterrorizando mais e mais caçadores com o passar do tempo.

Algum de vocês, caçadores e caçadoras, já conseguiu enfrentar essa fera? Conseguiram se livrar de suas armadilhas e sobreviver para contar a história? Dividam conosco as suas experiências e indiquem também os próximos monstros que farão parte da coleção de Perfis do GameBlast



Jogos nos quais Fatalis aparece:
  • Monster Hunter (2004, PS2);
  • Monster Hunter G (2005, PS2/Wii);
  • Monster Hunter Freedom (2005, PSP);
  • Monster Hunter 2 (2006, PS2);
  • Monster Hunter Freedom 2 (2007, PSP);
  • Monster Hunter Freedom Unite (2008, PSP/iOS);
  • Monster Hunter 4 (2013, 3DS).

Revisão: Catarine Aurora
Capa: Felipe Araujo


Gilson Peres é Psicólogo e Mestre em Comunicação pela UFJF. Está no Blast desde 2014 e começou sua vida gamer bem cedo no NES. Atualmente divide seu tempo entre games de sobrevivência e a realidade virtual.


Disqus
Facebook
Google