Vídeo de bastidores mostra o desenvolvimento de Valiant Hearts

Valiant Hearts: The Great War traz uma perspectiva diferente sobre a guerra: O foco não está nos soldados, mas nas pessoas que são forçadas a entrar nos conflitos.


Muitos são os jogos de guerra que se concentram nos soldados e nas armas. Para quebrar com esse paradigma e mostrar um lado mais humano e pessoal, Valiant Hearts: The Great War se revela um título envolvente e sentimental que trata do sofrimento e da coragem das pessoas que são forçadas a ir para o campo de batalha.


No dia 23 de maio os desenvolvedores de Valiant Hearts: The Great War, Ubisoft Montpellier, os mesmos responsáveis por Rayman Legends, começaram a divulgar diários de desenvolvimento de seu mais novo título.

O primeiro vídeo, intitulado Arte & Emoção, aborda a história por trás do título e como a 1ª Guerra Mundial é tratada no decorrer do jogo.

Tudo começou com rabiscos de uma região afetada pela guerra. Com o tempo, surgiu a ideia de criar um jogo que contasse a Grande Guerra de um jeito um pouco diferente: Valiant Hearts não é um jogo sobre armas e tanques, e sim sobre pessoas que abandonaram suas vidas para participar de uma guerra que mudou o mundo.

Drama e sofrimento são temas recorrentes em Valiant Hearts, mas os jogadores também experimentarão momentos de alegria, amor e esperança. É um título que busca inserir os jogadores não apenas no conflito bélico, mas também nos conflitos internos das personagens. É uma forma nova de ver a 1ª Guerra Mundial.

Valiant Hearts: The Great War tem previsão de lançamento em formato digital para PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One e PC no dia 25 de junho deste ano.


Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.