Para desenvolvedor de Gone Home, jogo se passa no mesmo universo da série BioShock

Pode parecer estranho, mas é o que disse o co-fundador do estúdio The Fullbright Company, Steve Gaynor, em um episódio do podcast  Tone Co... (por Bruno Grisci em 23/01/2014, via GameBlast)

Pode parecer estranho, mas é o que disse o co-fundador do estúdio The Fullbright Company, Steve Gaynor, em um episódio do podcast Tone Control: Conversations with Video Game Developers. Steve se valeu do fato de ter trabalhado na criação do ótimo DLC Minerva's Den, de BioShock 2, para inserir uma pequena referência, que curiosamente é um videogame, em Gone Home ligando os dois jogos.


A brincadeira começa com um easter egg de Minerva's Den, o jogo Spitfire, uma espécie de Asteroids que pode ser encontrado em um dos cenários e seria "o primeiro videogame já feito". Isso na década de 50 no universo do jogo. Anos mais tarde, em Gone Home, encontramos um Super Nintendo e, junto a ele, o jogo "Super Spitfire". Não apenas isso, a distribuidora desse título se chama CMP Interactive, uma referência ao personagem principal de Minerva's Den, Charles Milton Porter. Além disso, o logotipo da empresa aérea do voo para a Europa da protagonista Katie de Gone Home é uma versão dos anos 80 do logotipo presente no avião que cai com Jake no começo do primeiro BioShock.

Spitfire em Minerva's Den
Steve, em tom de brincadeira, ainda disse que, fazendo um esforço e baseando-se nas evidências de que a série BioShock compartilha o mesmo universo de System Shock, é possível afirmar que todos os jogos estão conectados por Spitfire. Em todo caso, como podemos aprender em BioShock Infinite, brincar com universos não é tão surpreendente assim.

Fonte: IGN

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google