Game Music

Puxe uma cadeira e curta 'Beer SQ', arranjos diferenciados de músicas da Square

em 13/04/2013

Com arranjos pra lá de diferentes, com tons de jazz, blues, acústico e até techno, Beer SQ proporciona aos nossos ouvidos belas releitur... (por Érika Mitie Honda em 13/04/2013, via GameBlast)


Com arranjos pra lá de diferentes, com tons de jazz, blues, acústico e até techno, Beer SQ proporciona aos nossos ouvidos belas releituras de músicas de famosos jogos da antiga Square, antes de se tornar Square Enix. Indo desde Final Fantasy até Seiken Densetsu, vamos relembrar melodias clássicas e conhecer um pouco dessa mistura de estilos. O que está esperando? Puxe uma cadeira, relaxe seus sentidos e curta um pouco de Beer SQ.

Quando encomendei meu Beer SQ, esperava encontrar músicas no estilo Jazz, ou pelo menos músicas de... bar? Por mais estranha que possa parecer, a idéia no fim foi essa mesma. Ao ouvir Beer SQ você se sente como se estivesse em um Pub ou Inn de Final Fantasy, ouvindo contos de bar com o garçom à sua frente e aventureiros ao seu lado rindo à toa. A coleção traz um disco com 8 faixas e outro adicional com três faixas bônus. Vamos conhecê-las?

Main Theme (Final Fantasy)

O álbum começa com o arranjo de uma das mais conhecida músicas de Final Fantasy, tema do primeiro jogo e da série. Essa melodia recebeu novas versões em todos os jogos iniciais da franquia.


Nessa versão da banda sueca RÄFVEN instrumentos de sopro e metal predominam, como saxofone, trompa e clarinete. A música começa com uma introdução de percussão e logo dá início ao tema de forma acelerada e animada, nos dando um sabor de festa... ou quem sabe um bar lotado? Acho que essa é a intenção do álbum, já sabemos o que esperar daqui para frente.

A seguir, nos deparamos com um solo de saxofone e logo em seguida o tema recomeça com a predominância desse instrumento. Por fim, a música encerra com o mesmo padrão de batidas que se iniciou.

Gold Saucer (Final Fantasy VII)

A segunda faixa é um arranjo de uma música amada por uns e odiada por outros, o tema do parque de diversões de Final Fantasy VII, Gold Saucer.


Talvez por ser exageradamente animada, ou pela quantidade excessiva de instrumentos, fato é que ela não costuma estar entre as favoritas dos fãs. Mas, mesmo assim, tivemos uma homenagem a ela nesse álbum. Essa versão começa com um ritmo mais country, com a predominância de instrumentos de corda como violino e fiddle, instrumento irlandês semelhante ao violino. Apesar de eu considerar a original um tanto caótica, encontrei nessa um pouco mais de calma de espírito. Os sons de aplausos ritmados combinam muito bem com a melodia e diferentes instrumentos e sons se misturam nessa bela releitura da banda Elequesta of Tabla.

Guardia Millennial Fair (Chrono Trigger)

Partimos para uma das minhas faixas favoritas: um belo arranjo da música “Guardia's Millenial Fair” de Chrono Trigger.


Com uma belíssima introdução de trompete, o tema da família real segue com a predominância do instrumento de sopro acompanhado de bandolim. Esse arranjo sofisticado possui grandes traços de jazz e blues com elegantes solos muito bem executados. Sem dúvida uma das faixas mais agradáveis e elaboradas do álbum, obra dos artistas Keiketsu Ko e Hiroyuki Tominaga.

Roman & Vorspiel (SaGa Frontier 2)

Partimos para uma homenagem a um jogo de Playstation, SaGa Frontier 2, com uma releitura de duas músicas do jogo, “Roman” e “Vorspiel”, originais de Masashi Hamauzu.


Masashi Hamauzu sempre nos agrada com obras primas e a escolha de músicas foi bastante adequada para o estilo do álbum. Muito alegres e animadas, as canções se misturam num ritmo de folk, jazz e bluegrass, ritmo americano onde instrumentos acústicos predominam. Outras melodias do jogo podem ser observadas, como o tema de batalha, mas de maneira bem sutil.

Essa maravilhosa versão é obra de Draksip, banda folk instrumental de Kyoto. O início da música nos dá a sensação de estar em um pub, pela animação e agitação que a ela nos proporciona, e termina com um tom mais suave e relaxante, aos sons de violinos, viola, violão e uma excelente percurssão.

Can You Fly Sister? (Seiken Densetsu 3)

Seiken Densetsu 3, da mesma série de Secret of Mana, é o próximo jogo a entrar para a lista de maravilhosos arranjos de Beer SQ.


Aos sons de fiddle, percursão e bluegrass, nos deparamos com um quase medley do jogo, pois a faixa nos traz releituras de várias canções do jogo, com a predominância de “Can You Fly Sister”. O acordeão se destaca na harmonia e melodia e nos agrada com um som que para alguns é mais incomum. E para nos dar o agradável sabor da música celta, temos a participação frequente de Tin Whistle, pequena flauta presente em músicas celtas e escocesas. Esse arranjo foi elaborado por Mohikan Family's.

WANDERER (Live A Live)

Live a Live é um jogo mais incomum por essas bandas, trata-se de um RPG da Square lançado para o Super Famicom. Sua trilha sonora é admirável e obra da já conhecida e amada Yoko Shimomura.


Depois de passar por tantas músicas agitadas, relaxamos um pouco nessa versão acústica e lenta de “Wanderer”. A música original é um estilo country que nos remete ao bang-bang do faroeste, porém nessa releitura nos deparamos com uma versão surpreendentemente agradável de jazz e blues, com a bem elaborada utilização do violão clássico durante todo o percurso. Nessa bela transformação de estilos, o baixo acompanha fielmente seu companheiro de cordas, de maneira sútil no início para depois ganhar um destaque que enaltece brilhantemente o instrumento.

Versões que fogem totalmente do seu estilo e gênero original são muito interessantes e me agradam sempre, essa linda obra de RF, assim creditada no álbum, me rendeu uma ótima experiência.

Spinach Rag ~ Character Medley (Final Fantasy VI)

Partimos para a faixa estrela desse álbum. Um medley empolgante, animado e emocionante de músicas de Final Fantasy VI.


As melodias de Final Fantasy VI em suas versões originais por si só já merecem aplausos e esse medley conseguiu sintetizar tudo de bom e emocionante em 9 minutos de muita nostalgia. Quem já zerou o clássico irá se lembrar da música ‘Grand Finale’, tocada nos créditos finais do jogo, e encontrará grandes semelhanças com esse medley.

Como a maioria das faixas desse álbum, o medley começa de maneira alegre com o excelente tema de ‘Spinach Rag’ e logo vem à mente a Opera House, um dos lugares mais amados pelos fãs pela importância que tem na história, além de nos remeter a uma das canções mais elaboradas da série. Ótima maneira de se começar a música!

Após esse tema inicial partimos por uma onda de emoções com uma sequência de temas de vários personagens e localidades do jogo, passando por canções como o clássico tema da Terra, o tema romântico de Rachel e o inesquecível ‘Searching for Friends’ tocado a bordo do Airship. Emoções, ritmos e melodias se misturam em uma única faixa, em meio a elaboradas transições com muito jazz, instrumentos clássicos e acústicos. Obra magnífica de Rio Okano, essa faixa por si só já faz o álbum valer a pena.

Prelude (Final Fantasy)

Por fim, temos uma das melodias mais conhecidas da série, ‘Prelude’ ou o tema do Prelúdio, que marca presença obrigatória em quase todos os jogos da franquia.


Irônico terminar o álbum com uma música conhecida por iniciar os jogos. Essa versão não foge muito do tema original, exceto pelo acompanhamento psicodélico de sintetizadores. A melodia principal permanece no conhecido arpeggio e, por volta do minuto 3, vozes aparecem para fazer parte do ritmo da música num estilo musical indiano. Essa faixa inusitada e interessante é cortesia de AlayaVijana.

Bonus Disc

Para quem pôde adquirir a versão limitada de Beer SQ, três faixas adicionais podem ser apreciadas. A primeira sendo um novo arranjo de Unlimited SaGa e as demais faixas sendo compilações de canções.


“The Seven Travelers (Unlimited SaGa)”, novamente da trilha sonora original de Masashi Hamauzu, traz uma releitura da música de mesmo nome. A versão original é calma, bela e relaxante. A versão arranjada ganhou ainda mais vida e elegância, com pianos e cordas em harmonia, trabalho creditado a Sword of Far East e Yukiyoshi como arranjador.


As duas próximas faixas são compilações de apresentações ao vivo, realizados de tempos em tempos pela Square Enix no Japão. Nomeadas de “SQ Party Level.3 Live Set”, são faixas longas, psicodélicas e extremamente variadas. A primeira traz uma mistura de chiptune e sintetizadores em 30 minutos de variações musicais. A música começa de uma maneira mais “tradicional”, mas logo parte para variações malucas de sons e estilos, mesclando músicas agitadas, músicas de batalhas, sons de jogo, paradas bruscas e retomadas aceleradas. Conseguimos identificar aqui ou ali uma música conhecida, mas é um trabalho difícil. Por fim, a música encerra com o belo tema de Rydia de Final Fantasy IV.


A segunda música também entitulada de “SQ Party Level.3 Live Set” parece ter saído de uma balada. O seu início frenético e ritmado logo nos dá essa impressão com os temas conhecidos de Nobuo Uematsu. O estilo techno da faixa impressiona por conseguir representar satisfatoriamente músicas conhecidas num gênero tão diferente. Uma boa maneira de se terminar o álbum.






 
Esse foi um álbum que excedeu minhas expectativas. Tenho muito gosto por jazz, folk e músicas celtas, então já esperava algo que me agradasse. Porém, a qualidade e elegância na elaboração do álbum fizeram desse um dos meus itens favoritos de coleção. Beer SQ pode ser adquirido em sites como CD Japan, Play-Asia e YesAsia.
Revisão: Gabriel Toschi
Capa: Diego Migueis


Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.