Perfil

Perfil: Gobul (Monster Hunter)

em 22/03/2013

Quem passa despercebido em uma das áreas inundadas de Flooded Forest, um dos mapas que teve sua estreia em Monster Hunter Tri (Wii) , pode n... (por Unknown em 22/03/2013, via GameBlast)

Quem passa despercebido em uma das áreas inundadas de Flooded Forest, um dos mapas que teve sua estreia em Monster Hunter Tri (Wii), pode não se dar conta, mas, camuflado no meio da vegetação subaquática no leito dos rios, pode estar escondida uma das espécies que melhor se adaptaram ao ambiente aquático nos games, os Leviathans, e este é o caso do monstro que espreitaremos hoje, o Gobul. Inspire o máximo de oxigênio que você possa armazenar em seus pulmões, e vamos de encontro à fera.

Um mar de possibilidades

Lançado para o Nintendo Wii em abril de 2010 (agosto de 2009 no Japão) Monster Hunter Tri introduziu a terceira geração de monstros à franquia e trouxe grandes inovações à série. Dentre elas, senão a mais importante foi a criação do universo subaquático, até então inexistentes nos games anteriores. Essa adição não só aumentou a exploração do cenário, como também possibilitou a criação de diversas novas espécies, aumentando ainda mais a dinâmica dos combates e consequentemente a dificuldade, pois, se já era difícil enfrentar os inimigos em terra firme, combatê-los em seu habitat aquático tornou a coisa ainda mais complicada.



A vida selvagem

O Gobul pode não ser um ótimo nadador, porém compensa essa inabilidade com grande astúcia. Ao enterrar-se na areia deixando apenas à mostra suas barbas, ele atrai suas presas perto o bastante para serem engolidas em uma única investida. 

Caso pretenda enfrentá-lo, é bom estar equipado com armas dos elementos fogo ou trovão, pois causarão maior dano ao monstro. É importante concentrar seus ataques na lanterna, na barriga e na cabeça, caso sua arma seja de corte, ou, se estiver utilizando uma arma de impacto, os danos causado serão maiores na lanterna, nos espinhos, na cabeça e na cauda. Vale lembrar que sua lanterna pode ser quebrada, e sua cauda cortada, garantindo assim melhores recompensas ao término da quest.

Seus padrões de ataque consistem em morder, inflar-se de modo que seus espinhos fiquem à mostra, rolando em seguida por cima dos jogadores, balançar sua cauda espinhosa de um lado para o outro (podendo paralisar o jogador, caso seja atingido), criar um redemoinho levando os jogadores próximos à sua boca e assim morde-los, enterrar-se na lama e saltar sobre os oponentes, sua lanterna pode emitir ainda um flash de luz que deixará os jogadores atordoados.


Em uma das sub-quests, é necessário "pescar" o Gobul logo no início da caça. Neste caso, ele sempre começará enterrado ao fundo do rio na área 4. Para pescá-lo, basta procurar por um sapo (geralmente podem ser encontrados na áera 2 próximo à passagem para àrea 4), obtendo o sapo, basta utilizá-lo como isca juntamente com a vara de pesca próximo à margem do rio e esperar que o Gobul seja fisgado.

Inspiração

Sua aparência nos remete diretamente aos peixes-pescadores como o tamboril (Lophius piscatorius) por terem uma boca larga e o corpo achatado, repousam tanto em fundos arenosos quanto rochosos, enquanto aguardam suas presas, que são atraídas por um filamento utilizado como isca, e algumas espécies realmente possuem órgãos luminosos! E também apresentam características de outras espécies, como a capacidade de inflar seu próprio corpo, como os baiacus e as habilidades dos peixes abissais, como possuirem ossos leves e conseguirem engolir uma presa duas vezes maior que seu tamanho, graças ao seu corpo elástico. Sua concepção é certamente fruto de mentes criativas e muitas pesquisas sobre a vida marinha. O Gobul pode não ser o garoto propaganda da capa de Monster  Hunter Tri, mas com certeza é um dos monstros mais originais da franquia.

Jogos nos quais teve participação


  • Monster Hunter Tri (Wii)
  • Monster Hunter 3 Ultimate (WiiU/3DS)

  • Revisão: Rafael Neves

    Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.
    Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.