Blast Battle

Blast Battle: League of Legends vs Dota 2

O gênero MOBA ( Multiplayer Online Battle Arena) já é um dos mais importantes dentre os estilos de games que a indústria atual produz. De... (por João Pedro Meireles em 18/03/2013, via GameBlast)

O gênero MOBA (Multiplayer Online Battle Arena) já é um dos mais importantes dentre os estilos de games que a indústria atual produz. Dentre eles, há uma rivalidade enorme, com fanboys exaltados de ambos os lados, entre dois jogos: Dota 2 e League of Legends. De um lado, o sucessor do game que praticamente deu origem a esse estilo; do outro o game que consolidou de vez o MOBA como um dos gêneros mais jogados e amados do globo. Mas quem será que leva a melhor neste Blast Battle?

Tudo começa pelo começo (sério)

Um dos pontos mais importantes ao se criar um MOBA, é o aprendizado do jogador com as mecânicas e estratégias de jogo ao longo de seu tempo jogando. Tutoriais e partidas contra bots são os recursos que vêm sendo usados por ambos os jogos para tornar a experiência de aprender um gênero tão complexo algo menos traumático. League of Legends conta com um tutorial simples divido em duas partes, uma para movimentação e coisas mais básicas, enquanto na outra o game é mostrado com mais detalhes enquanto um narrador orienta o jogador sobre o que deve fazer. Dota 2 peca nesse sentido, até por ser um game em fim de fase beta, e conta com apenas uma fase tutorial - semelhante à primeira parte do tutorial de LoL - e espera o feedback dos jogadores para criar mais episódios.

A pergunta clássica

Sempre bom explicar tudo
Na partida contra Bots, Dota 2 leva uma vantagem em relação ao seu concorrente, visto que os bots, além de serem mais trabalhados e inteligentes, são mais “obedientes” ao jogador, respondendo pings de aviso e permitindo que o jogador comece na lane que deseja sem quebrar a formação tradicional do game. Entretanto, LoL leva o ponto nesse quesito, porque sua curva de aprendizado é mais suave e permite uma familiarização mais tranquila com o gênero MOBA, ao invés de Dota, que é muito mais complexo e cheio de detalhes que são fundamentais para se jogar em um nível satisfatório.

League of Legends 1 x 0 Dota 2

Hmmm, com quem eu jogo?

Um dos pontos positivos de League of Legends, é a criatividade e variedade de estilos de gameplay dos seus diferentes campeões, já que, ao contrário de outros MOBAs (sim HoN, estou falando de você), esse evitou ao máximo copiar o estilo dos heróis do primeiro Dota. Desde personagens que não necessitam de mana, até alguns que acumulam um tipo semelhante de energia a cada ataque, LoL se preocupa muito em variar bastante a jogabilidade de um campeão para outro. Entretanto, vale lembrar que nem todos estão disponíveis ao jogador, e caso esse não queria investir dinheiro real no jogo, serão necessárias muitas (muitas mesmas) partidas para adquirir um número razoável de personagens.
Quero ver é ter grana pra todos

 Dota 2 já começa batendo o seu rival logo no ponto mais fraco. O conjunto de heróis do game é totalmente aberto e livre ao jogador, o que permite jogar diversas partidas sem repetir uma vez sequer o mesmo personagem. Embora algumas mecânicas de Dota 2 sejam mais tradicionais em relação ao gênero MOBA, as habilidades dos heróis em si apresentam uma grande variedade, o que, aliado com a possibilidade de usar todos disponíveis, dá o ponto nesse quesito ao game da Valve.

Quero ver ter tempo pra jogar com todos
League of Legends 1 x 1 Dota 2

Tá, mas e a diversão?

Toda vez que se compara dois jogos o quesito diversão pode e deve ser lembrado; afinal, apesar de tudo, no fim o objetivo de um game é sempre proporcionar bons momentos ao jogador. Ambos os games são divertidos, em especial quando jogados com um time cheio de amigos, mas um acaba se sobressaindo um pouco nesse quesito: League of Legends.

Não que Dota 2 não seja divertido, já que realmente é, mas o fato de ser um jogo mais “imperdoável”, com tempos de stun e slow absurdos, faz com que normalmente não haja espaço para erros, e raramente uma team fight acaba por ter seu rumo mudado após uma equipe adquirir a vantagem. O mesmo vale para a partida em si, caso um hard carry (expressão usada para o personagem com alta dose de dano no fim do jogo, ou seja, quem vai levar o game nas costas) acabe ficando muito forte, é praticamente impossível pará-lo, e aliando isso à ausência de desistência, muitas vezes ficamos literalmente presos por mais de 20 minutos em partidas que já estão decididas, o que acaba por tornar a experiência um pouco frustrante.

O que eu... Ah... morri
League of Legends, entretanto, é mais bondoso com os erros, o que permite que mesmo com algum feeder no seu time (aquele que morre demasiadas vezes) seja possível alcançar a vitória. Além disso é muito comum nas partidas de LoL acontecerem algumas viradas, o que torna o game um tanto quanto imprevisível, isso, é claro, acaba tornando-o mais divertido. Outro ponto que ajuda muito na experiência do game são os diferentes mapas: um 3x3, um modo semelhante a um capture the flag comum em jogos fps, e um novo modo que será adicionado, em que todos jogam em apenas uma lane com os personagens escolhidos na sorte, o que acaba trazendo uma variedade no gameplay.
Um pouco menos caótico (eu juro!)
League of Legends 2 x 1 Dota 2

Cuidando do jogo

Uma parte fundamental em fazer um MOBA de sucesso é manter a qualidade e o balanceamento do jogo com o passar do tempo. Para isso são usados buffs ou nerfs (fortalecer e enfraquecer alguns aspectos, respectivamente), com o intuito de tornar não só os personagens, mas também os itens, igualmente bons para cada situação, de forma que não existam campeões ou heróis muito fracos, nem muito fortes (os OP, ou overpowered).

League of Legends é muito fraco nesse aspecto, e faz constantes mudanças, muitas delas equivocadas, o que acaba tornando alguns personagens extremamente fortes. Além disso, a Riot é muito criticada por lançar campeões extremamente fortes para no próximo patch enfraquecê-los, o que faz com que muitos jogadores comprem o personagem e acabem deixando de usá-lo com o passar do tempo.

Dota 2, muito por influência de seu antecessor, raramente corrige heróis e suas habilidades, e os patchs acabam sendo basicamente usados para corrigir alguns bugs, o que torna a experiência do game um pouco mais harmônica, visto que, independente do patch, os personagens costumam ter sempre os mesmos pontos fortes e fracos.

Silencer é um dos raros casos de mudança nos heroes de Dota 2
League of Legends 2 x 2 Dota 2

Esporte sério

Outro ponto que, apesar de não parecer fundamental, acaba ajudando muito no envolvimento do game, são os modos competitivos. Dota 2, muito por estar em fase beta, possui pouco foco nesse quesito, sendo que, apesar de ser possível criar equipes e jogar contra outras, raramente se é jogado, visto que não há uma explicação muito clara de como funcionam os mesmos. League of Legends, entretanto, é especialista nesse quesito, o que, provavelmente, é um dos principais motivos do game ter o maior número de usuários no mundo.

Quase como no futebol
 O sistema de ranking de LoL, que foi mudado há pouco, é claro e extremamente desafiante, visto que existe sempre um pequeno objetivo a ser realizado. Divido em ligas (bronze, prata, ouro, diamante e platina), para se passar de uma liga para outra é necessário passar por 5 divisões, o que é feito ao acumular pontos ganhos em vitórias e, por fim, ao ganhar uma melhor de 3 (divisão) ou 5 (liga). O grande diferencial de LoL é que esse sistema pode ser jogado, além das modalidades 3x3 ou 5x5 em times,  em um modo individual ou duplas, no mapa 5x5, o que torna jogar sozinho, ou com um único amigo, um outro atrativo. O único porém é que LoL não possui um sistema de fala dentro do próprio jogo, sendo que para jogar com amigos é quase sempre necessário se utilizar de programas como o Skype.

League of Legends 3 x 2 Dota 2

Last hit na concorrência

Apesar de ser relativamente novo, League of Legends consegue superar Dota 2, em uma disputa muito acirrada, na batalha dos MOBAs. Vale lembrar que ambos os games estão em constante atualização e essa ainda é uma briga que está longe de terminar, garantia aos jogadores que a qualidade de ambos tende somente a aumentar. E para você? Qual o melhor?

Revisão: Bruno Nominato

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


Disqus
Facebook
Google