No Man's Sky (PC/PS4) é investigado por propaganda enganosa

Título da Hello Games está sendo investigado por órgão britânico auto-regulador de publicidade após inúmeras reclamações de usuários.


Não há dúvidas de que No Man’s Sky não foi uma unanimidade entre crítica e público — o game dividiu opiniões, inclusive, dentro de nossa redação.

Agora, o game encara uma investigação feita pela Advertising Standards Authority (ASA), agência auto-reguladora da publicidade no Reino Unido. O fato se deve a inúmeras reclamações levadas ao órgão por jogadores que se sentiram enganados pela propaganda do título.


Dentre os fatores enumerados pelos consumidores lesados, enumeram-se o combate, o comportamento das naves, o design dos edifícios e o tamanho das criaturas como elementos diferentes do que a Hello Games teria prometido no produto final. Embora a ASA não tenha revelado o teor de sua investigação, isso é o que consta no tópico criado pelos usuários no subreddit do game.

A Hello Games não se pronunciou sobre o assunto. Este ano, o criador de No Man’s Sky, Sean Murray, chegou a ser ameaçado de morte após o adiamento da data de lançamento do jogo — o que levou nosso redator Gilson Peres a refletir sobre o choque entre seu hype e o produto final.

Fonte: Polygon
Luiz Roveran é mestrando em música pela UNICAMP. Busca em sua produção promover a interdisciplinaridade entre os games e outras mídias, como o cinema e a literatura. É um dos fundadores do Pulo Duplo, toca com o Co-Op Players e é ostensivamente são-paulino.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais