Elas no controle! Garotas já são a maioria entre os gamers brasileiros

Pesquisa revela que as meninas representam 52,6% do público que joga videogame no país.


A pesquisa Game Brasil 2016 revelou que o público que consome videogames no país é majoritariamente composto por mulheres. Segundo o levantamento, as garotas representam 52,6% do total de pessoas que afirmam passar algumas horas por semana se divertindo em jogatinas virtuais. O estudo foi realizado pela Sioux, empresa de tecnologia interativa, em parceria com a Blend New Research, companhia de pesquisa especializada em consumo, e a Game Lab, divisão da ESPM dedicada aos jogos eletrônicos.


O crescimento do público feminino já era notado nas edições anteriores do estudo. Em 2013, a Game Brasil indicou que elas representavam 41% do total de jogadores, número que subiu para 47,1% na versão de 2015. "No ano passado, já havia o indicador de que as mulheres brasileiras superariam os homens no mercado de jogos em um curto espaço de tempo e isso se concretizou. Porém, o tempo que elas jogam é menor do que o do sexo oposto e o estilo de jogos que elas preferem também caracteriza um comportamento mais casual", disse Guilherme Camargo, CEO da Sioux, através de nota.

O levantamento mostra ainda que o público brasileiro usa o smartphone como principal meio de acesso aos jogos, 77,2% dos entrevistados falaram que jogam no celular. Já os computadores são os mais queridos para 66,9% dos participantes da pesquisa e os consoles aparecem com 45,7% da preferência. Entre as pessoas ouvidas nesse estudo, somente 11% se consideram jogadores de verdade.

O console de mesa mais popular do Brasil continua sendo o Xbox 360. 40,9% dos entrevistados disseram usar o videogame da Microsoft. Na segunda posição ficou o PlayStation 2, com 35,3%, e na terceira o PlayStation 3, com 29,5%. Quando o assunto é o videogame mais querido, o Xbox 360 também lidera. Para 31,9% dos entrevistados, o console é o favorito, seguido pelo PlayStation 4, com 24,7% da preferência.

Outro aspecto abordado pelo levantamento foi o crescimento dos eSports no Brasil. 26% de todos os participantes da pesquisa confirmaram ter assistido a algum tipo de campeonato profissional, sendo que destes, 71,2% acompanharam a transmissão pela internet e 34,5% afirmaram que comparecem aos locais onde acontecem os torneios.

Para realização da pesquisa, foram entrevistadas 2.848 pessoas de 26 estados e do Distrito Federal, entre os dias 15 e 26 de fevereiro.
 
Vinicius Veloso é jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Está no Facebook ou Twitter.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais