Blast Test

Era of Majesty (PC) é majestosamente quebrado

Alguns jogos são bugados demais até para estarem em Acesso Antecipado.

Era of Majesty (PC) tem uma premissa simples e, à primeira vista, viciante. Controlando um pequeno acampamento num mundo fantástico, você deve fazê-lo crescer, aumentar a população, guerrear e expandir até ele se transformar em ma grande nação. Qualquer fã de Civilization (PC) ou Age of Empires (PC) sabe como poucas coisas são mais divertidas do que criar um gigantesco império do nada. Com uma abordagem mais leve e uma estética com visão lateral que remete aos clássicos jogos de plataforma 2D, o jogo da Atria Games parecia ser uma boa aposta.


Mas entre a teoria e a prática há um gigantesco abismo. Era of Majesty sofre de inúmeros problemas — interface, estabilidade, game design, ritmo, localização… É bem verdade que o jogo está atualmente em Acesso Antecipado, mas seu estado atual não é animador. Há uma longa estrada para ser percorrida até que ele se torne comercialmente aceitável.

Para ser bem sincero, o jogo não deveria sequer estar em Acesso Antecipado. O que temos aqui não é um bom conceito que pode melhorar recebendo feedback da comunidade; estamos falando de um protótipo que mal funciona. As mecânicas básicas estão presente: você pode colher materiais, fazer construções, armar seus cidadãos e se defender. Mas, fora isso, não há muito o que se ver. Praticamente todos os outros aspectos do jogo precisam de melhoras significativas, especialmente a interface que esconde informações essenciais e a estabilidade.

Se há alguma coisa que se salva no momento é a música. Agradável e variada, ela daria ao jogo uma sensação relaxante… Não fosse o fato de que os outros aspectos dele costumam a apenas estressar. Além disso, apesar de boa, a trilha sonora acaba sofrendo com o sound design ruim do game, que cria várias longa seções apenas com o som ambiente.

Era of Majesty ainda está em sua versão 0.0.9. A não ser que sofra uma evolução majestosa, não estou ansioso pela versão 1.0.

Lucas Pinheiro Silva é analista de sistemas web por profissão, gamer por vocação. Tem grande interesse em game e level design, o que o levou a escrever para o GameBlast. Em seu Facebook e Twitter também fala de outras coisas, como HQs, música e literatura.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais